O tempo em que um prato de sashimi era considerado exótico está ficando para trás. Cada vez mais, a culinária oriental cai no gosto dos brasileiros e, hoje em dia, este tipo de alimentação já faz parte da rotina e da cultura de uma boa parte da população do país.

Em São Paulo, por exemplo, o número de restaurantes japoneses já superou segmentos tipicamente brasileiros. Segundo dados da Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo (Abresi), em 2013, a cidade contava com 600 lojas especializadas em culinária japonesa – 100 unidades a mais que o número de churrascarias.

“A comida oriental vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de alimentação por ser bastante saudável, ter poucos pratos com glúten e lactose, além de ser rica em ômega 3 e proteínas magras”, aponta Bianca Zeitoun Oglouyan, consultora da TEAR Franchising.

As redes, que começaram a se espalhar e virar febre inicialmente em capitais e grandes cidades, hoje já atingem municípios menores e cidades do interior. Isso faz com que as oportunidades de expansão das marcas sejam cada vez maiores, abrindo caminhos tanto para as franqueadoras quanto para empreendedores que desejam investir no mercado.

Outro ponto positivo é que o setor de alimentação é um dos mais fortes no franchising nacional. Em 2015, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o número de unidades de franquias do setor cresceu 10%. Além disso, dados do IBGE apontam que 40% dos brasileiros comem fora de casa pelo menos uma vez ao dia.

Porém, Bianca alerta que, antes de fechar negócio em uma franquia de comida oriental, é preciso preciso analisar se há demanda para instalar a operação no local de interesse.

“Por exemplo: a culinária japonesa tem um tíquete-médio mais alto, as pessoas naquela região estão dispostas a pagar por isso? Já a culinária chinesa é mais barata e pode-se ter uma operação somente de delivery”, indica a consultora.

Além desse cuidado, é importante se identificar com o setor de alimentação e estar disposto a encarar com total dedicação a rotina do negócio. Afinal, nesse segmento, os horários de trabalho se estendem também para finais de semana e feriados.

“A gestão é mais complexa por se tratar de produtos perecíveis e a presença do franqueado à frente do negócio é fundamental para garantir o bom funcionamento e qualidade dos produtos e serviço do estabelecimento”, finaliza Bianca.

A seguir, você confere algumas opções de franquias de comida oriental, com destaque para as especializadas em culinária japonesa e chinesa, as mais populares no Brasil. Os dados de investimento são da ABF.

1Gendai

A Gendai é uma rede de restaurantes especializados em culinária japonesa nos formatos fast-food e fast-casual. Para se tornar franqueado, é necessário estar disposto a trabalhar todos os dias do ano, incluindo finais de semana e feriados.

Investimento total: R$ 530 mil a R$ 610 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 160 mil
Prazo de retorno: 36 a 48 meses

2Sushiloko

A Sushiloko é uma rede de culinária japonesa presente em sete estados do Brasil. O cardápio inclui diversas opções de combos e a là carte, com temakis, sushis, entradas, sashimis, pratos quentes e acompanhamentos. Os modelos de franquia são loja de shopping e loja de rua.

Investimento total: R$ 305 mil a R$ 435 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 115 mil
Prazo de retorno: 18 a 30 meses

3Yakisoba Factory

O Yakisoba Factory é especializado em culinária oriental, com destaque para suas opções de yakisoba. O cardápio conta ainda com yakimeshi, sushi, temaki, acompanhamentos, sobremesas e combos. Os modelos de franquias disponíveis são loja express (para shoppings e hipermercados), loja delivery e loja mista (atendimento e delivery).

Investimento total: R$ 194,8 mil a R$ 347,9 mil
Taxa de franquia: R$ 44,1 mil a R$ 50,7 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 50 mil a R$ 75 mil
Prazo de retorno: 24 a 32 meses

4Azuki Sabores do Japão

O Azuki é um restaurante especializado em comida japonesa, servida em rodízio ou a là carte. O cardápio inclui diversas opções de pratos quentes, pratos frios, porções, entradas, combinados e bebidas.

Investimento total: R$ 995,3 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

5Hashi Express

O Hashi Express é uma rede de restaurantes de culinária oriental, com um cardápio que oferece pratos como sashimis, temakis, hot rolls, yakisoba e combinados. A comida é servida no formato de buffet por quilo, com a potencialidade de delivery.

Investimento total: R$ 295 mil a R$ 405 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 25 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 30 a 40 meses

6Kappa Gourmet

A rede Kappa Gourmet oferece diferentes modelos de negócio, alguns com foco em culinária japonesa. Os pratos prometem ser adaptados ao gosto do paladar ocidental, com opções de temakis, sashimis, niguiri, yakissoba, saladas, entre outras.

Investimento total: R$ 460 mil a R$ 860 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 200 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

7Keiretsu

O Keiretsu tem foco na culinária japonesa, com cardápios que atendem no formato a la carte, rodízio, buffet e omakassê, modelo no qual o chef e o sushiman selecionam o menu. Há vários modelos de franquias: loja âncora em shopping, loja em praça de alimentação, loja de rua, quiosque, drive thru e food truck.

Investimento total: R$ 650 mil a R$ 1,45 milhão
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

8Let’s Sushi

O cardápio do Let’s Sushi promete ter combinações elaboradas e exclusivas em vários sabores de entradas, temakis, sashimis, rolls e temakis. Há ainda cardápios especiais para crianças e alimentação saudável. Os modelos de franquia são delivery, take away, restaurante tradicional, quiosque e food truck.

Investimento total: R$ 139 mil
Taxa de franquia: R$ 49 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

9Lig-Lig Delivery

A Lig-Lig é uma rede de delivery de comida chinesa. O cardápio inclui várias opções de entradas, massas, combos, combinados, pratos executivos, sobremesas, carnes, frutos do mar, frangos e lombos. Além disso, a rede oferece um menu kids.

Investimento total: R$ 244 mil a R$ 364 mil
Taxa de franquia: R$ 39 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 90 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

10Sushi Namoto

A Sushi Namoto é especializada em entrega de comida oriental. O cardápio inclui pratos como sushis, temakis, niguiri, yakisoba, yakimeshi, entradas, combinados, entre outros. Para ser franqueado, é preciso ter dedicação integral ao negócio.

Investimento total: R$ 340 mil a R$ 600 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 282 mil
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

11Max Sushi Japanese Food

O mix de produtos da Max Sushi inclui comidas quentes e frias, acompanhamentos, saladas, sushis e temakis. Especializada em comida japonesa, a rede já está presente em oito estados brasileiros; no sudeste, norte e sul do país.

Investimento total: R$ 325 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 4%
Faturamento médio mensal: R$ 160 mil
Prazo de retorno: 10 a 36 meses

12Temakeria Makis Place

A Makis Place é uma rede de culinária oriental com destaque para seus temakis, com diversas opções de sabores, incluindo pratos personalizados. Além disso o cardápio inclui saladas, porções, makimonos e sobremesas.

Investimento total: R$ 215 mil a R$ 600 mil
Taxa de franquia: R$ 25 mil a R$ 60 mil
Royalties: variável
Faturamento médio mensal: R$ 95 mil a R$ 100 mil
Prazo de retorno: 18 a 42 meses

13Yan Ping

A Yan Ping é uma rede de restaurantes de culinária oriental. O cardápio traz pratos como sashimi, temaki, combinados, pratos executivos e pratos especiais. A marca, criada por uma família de origem chinesa, atua como franquia desde 1999.

Investimento total: R$ 430 mil a R$ 665 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil a R$ 60 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 90 mil
Prazo de retorno: 24 a 48 meses

14Yoi Roll’s & Temaki

A Yoi Roll’s & Temaki é uma rede de temakerias com um cardápio bastante diverso. Há opções de temakis de vários sabores, incluindo salmão, atum, vegeteriano, frutos do mar e polvo. Além disso, o menu inclui hot rolls, dyos, sashimi, carpaccio, porções, saladas e outros.

Investimento total: R$ 120 mil a R$ 450 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 50 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 50 mil a R$ 80 mil
Prazo de retorno: 12 a 36 meses

15China In Box

A China In Box é uma das mais populares redes de culinária oriental. Com foco em comida chinesa, o cardápio oferece mais de 40 opções de pratos entre tradicionais, carnes, frangos, arroz, lombos, entradas, peixes e camarão.

Investimento total: R$ 540 mil a R$ 730 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 150 mil
Prazo de retorno: 36 a 48 meses

16China House Delivery

A China House é especializada em culinária chinesa, com um cardápio que conta com mais de 50 opções. Os pratos são divididos em entradas, tradicionais, carnes, peixes e camarões, frangos, lombo, acompanhamentos, mini saladas, sobremesas e kids.

Investimento total: R$ 290 mil a R$ 410 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 40 mil
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 70 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

17Chinatown

O Chinatown é uma rede de restaurantes especializada em culinária chinesa. Começando com pratos tradicionais e ingredientes exóticos, hoje a rede trabalha com um cardápio adaptado ao paladar ocidental. O cardápio tem opções de carnes, frangos, acompanhamentos, massas, sopas e outros.

Investimento total: R$ 565 mil a R$ 880 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 5% das vendas
Faturamento médio mensal: R$ 140 mil
Prazo de retorno: 24 a 48 meses

18Koni Store

A Koni é uma rede de fast food de comida japonesa. O cardápio da marca apresenta opções de konis, rolls, yakisoba, sashimi, tirashi, sobremesas, combos, harumaki e bebidas. São mais de 110 unidades em nove estados brasileiros.

Investimento total: R$ 481 mil a R$ 700 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil a R$ 80 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 115 mil
Prazo de retorno: 30 a 36 meses

 

DEIXE UMA RESPOSTA