Nos últimos anos, as hamburguerias cresceram expressivamente nas grandes cidades. Só em São Paulo, por exemplo, o segmento cresceu 575% entre 1994 e 2014, de acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Gastronomia (IGA).

Mas, este tipo de negócio ainda não é tão comum em cidades menores. E foi para suprir esta demanda que a Bell Burger surgiu, em 2016, na cidade de São Lourenço (RS), que tem menos de 45 mil habitantes.

Segundo os proprietários da empresa Alisson Ferreira e Bárbara Ferreira, o resultado neste piloto foi positivo, com um faturamento de mais de 500 mil reais e uma média de 47 mil reais por mês. Assim, eles querem levar a ideia para outras cidades pequenas, com até de 150 mil habitantes, e estão apostando no franchising para esta expansão.

Ainda de acordo com os fundadores, a margem de lucro da Bell Burger está entre 18% e 20%. A meta da empresa para 2017, é de abrir 10 novas unidades franqueadas, em outras cidades dos estados brasileiros.

Vale aqui lembrar que, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as redes de franquias de hamburguerias associadas à entidade cresceram mais de 30% em 3 anos. Em 2014 eram 36 marcas e em 2016 totalizaram 47. Portanto, o segmento está em alta.

Se você ficou interessado, saiba que a marca conta com três modelos de negócio: a Quick Bell, que é uma loja com 35 m² e que exige capital de giro de 30 mil reais, a Smart Bell, que pede 75 m² e os mesmos 30 mil reais de capital de giro, e a Nice Bell, loja com 150 m² e que necessita de 40 mil reais de capital de giro.

Quick Bell
Investimento total: R$ 75 mil
Taxa de Franquia: R$ 25 mil
Royalties: 4% sobre o faturamento mensal bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: de 16 a 18 meses

Smart Bell
Investimento total: R$ 95 mil
Taxa de Franquia: R$ 25 mil
Royalties: 4% sobre o faturamento mensal bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: de16 a 18 meses

Nice Bell
Investimento: R$ 130 mil
Taxa de Franquia: R$ 25 mil
Royalties: 4% sobre o faturamento mensal bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: de 14 a 16 meses

COMPARTILHE
Artigo anterior30 franquias de escolas de idiomas para investir
Próximo artigoFranquia Mundo Verde: como abrir e quanto custa
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA