Com 20 lojas físicas espalhadas pelo Brasil, a Cia do Sono está investindo em um novo modelo de negócio para ampliar sua atuação no mercado. A rede de franquias de colchões aposta no formato de microfranquias e abre as portas para empreendedores em busca de uma oportunidade para investir com baixo capital.

A expansão da microfranquia está inicialmente voltada para São Paulo. Segundo informações da empresa, a rede dispõe de 50 vagas para microfranqueados na região paulista, além de planejar a abertura de quatro lojas físicas no estado.

“Nosso micro franqueado não concorre com as nossas lojas físicas. Quando eles realizam uma venda, geram bônus para a loja da sua cidade”, afirma Felipe Pedroso, CEO da Cia do Sono, em nota divulgada à imprensa.

Para abrir uma microfranquia o investimento inicial é de 5,8 mil reais e, segundo Pedroso, há duas formas de tornar-se um microfranqueado.

“A pessoa pode pagar o investimento e começar diretamente, ou entrar como trainee e depois da décima venda passa a ser um microfranqueado”, explica o empresário.

Os franqueados passam a atuar como “coaches do sono” e têm a missão de identificar as necessidades dos clientes para propor soluções que melhorem suas condições de sono. A Cia do Sono não tem um catálogo único de produtos: a rede trabalha com a proposta de produzir colchões especiais, personalizados conforme cada cliente. A marca oferece colchões ortopédicos de molas e de espuma, camas, boxes, travesseiros, acessórios, entre outros produtos.

Apesar do baixo investimento, a promessa de retorno para as microfranquias são atrativas. De acordo com informações divulgadas pela assessoria da marca, a lucratividade de um microfranqueado é semelhante com a das lojas físicas.

Os dados de investimento a seguir são referentes ao modelo de microfranquia.

Investimento total: R$ 5,8 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: não informado
Faturamento médio: R$ 20 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA