Refrescante, delicioso e versátil, a polpa de açaí se tornou um produto bastante popular em diversas regiões do país. E o mercado de franchising percebeu isso.

Nos últimos anos, surgiram várias redes especializadas em oferecer produtos que tem o açaí como base e que combinam a poupa com deliciosos – e calóricos – acompanhamentos. Mas a Meu Açaí Express quis fazer diferente.

Anelise Stahl Martins, fundadora e CEO da rede, preferiu desenvolver um modelo de negócio que trabalha com uma variedade diferenciada da fruta. Além disso, ela está apostando no açaí como base de uma alimentação saudável e que é o ponto central de uma cadeia de produção justa e sustentável para produtores e clientes.

Nesta edição do Franchise Insider, Anelise conta como está estabelecendo a Meu Açaí Express como uma marca especializada em alimentação saudável e um negócio sustentável para os franqueados.

Retomando a saudabilidade e sustentabilidade no nicho de açaí

Em muitas cidades, o açaí é consumido com diversos toppings bastante calóricos – como leite condensado, chocolate e confeitos.

Esses ingredientes podem tornar o produto mais apelativo ao paladar, mas também prejudicam a saudabilidade típica do fruto e criaram uma imagem de que açaí é um produto mais focado no sabor do que na saúde.

A ideia de Anelise é justamente transforma esse conceito: “Nós queremos mudar a forma como as pessoas enxergam o açaí. Este é um produto saudável, mas que está sendo ofertado como uma sobremesa sem nenhum valor nutricional”.

A CEO da marca acredita que a baixa concentração de polpa – resultado das particularidades da colheita e processamento do fruto – e as misturas feitas com o açaí resultam nesse efeito.

Pensando em elevar o nível do produto e mudar a percepção do açaí, a Meu Açaí Express utiliza uma fruta cultivada no Pará e todo o processo – desde a colheita até o processamento – é feito em 6 horas. De acordo com Anelise, é isso que mantém as propriedades do açaí, maior taxa de antioxidantes e o sabor diferenciado. A média do mercado é de 30 horas de processo.

Aliado a um produto premium, a Meu Açaí Express também procura fornecer acompanhamento mais saudáveis, como frutas, biscoitos integrais e oleaginosas.

Mas, entendendo que o consumidor ainda busca uma sobremesa com mais doçura, a marca também está desenvolvendo um leite condensado 100% saudável e com um sabor bem semelhante ao tradicional.

Anelise espera que esse novo creme possa agradar ainda mais o paladar dos clientes e mostrar que é possível consumir um produto gostoso e gourmet, e ainda degustar um produto saudável.

 “Nós não vendemos só sabor. Vendemos os benefícios do açaí. Vendemos saúde”

Mas a transformação do mercado, não se limita na forma como o açaí é apresentado.

Além de trabalhar com um produto que tem um cultivo diferenciado e artesanal para manter o frescor e as propriedades nutricionais, a Meu Açaí Express também desenvolveu um projeto arquitetônico moderno e que também é focado na sustentabilidade.

Uma das ações da Meu Açaí Express é usar o espaço das lojas para contar um pouco sobre a cadeia de produção do açaí e mostrar como esse é um produto flexível e com variações que poucos conhecem.
Alinhado com esse pensamento, Anelise revela uma das novidades da companhia: “o sabor de um açaí do Pará e diferente do que vem do Maranhã. Nós queremos que o consumidor entenda essas diferenças e aprenda a apreciar os sabores reais da fruta. Pensando nisso, vamos inserir poupas de outros locais e as histórias que eles têm para contar nas nossas lojas”.

A Meu Açaí Express também busca diminuir o impacto ambiente na operação das unidades. Uma das atitudes voltadas para esse objetivo é a redução drástica do o uso de plástico nas lojas: os copos e embalagens de plástico, por exemplo, foram substituídos por papel e vidro, elementos biodegradáveis e reciclagens.

Dessa forma, a rede consegue imprimir o conceito de sustentabilidade não só nos produtos que comercializa, mas também no seu espaço e na forma como opera o negócio.

“Acredito que não somos só uma empresa que vende açaí, mas uma força que pode realmente transformar o nosso nicho e a vida das pessoas”, revela.

Além do açaí, a companhia trabalha com sorbets, smoothies, sucos, tapiocas e saladas no pote e todos seguem o conceito de saudabilidade.

Competitividade no setor

A Meu Açaí Express está inserida em dois mercados altamente competitivos: o de alimentação saudável e de açaí.

De acordo com uma pesquisa da QTrends, 59% dos brasileiros têm interesse em ter uma alimentação mais saudável. E essa mudança de hábitos está transformando o mercado.

Um dos exemplos dessa mudança é que, em 2017, mais de R$ 92,5 bilhões foram movimentados pelo segmento de alimentação com foco em saudabilidade, segundo o Euromonitor International.

E é claro que esse movimento de mercado também impactou o franchising.

Durante o 13º Seminário Setorial ABF Food Service foi revelado que a culinária saudável teve a maior variação positiva no faturamento entre as redes: 25,9%.

As franquias de açaí também começaram a se popularizar há alguns anos e seguem firmes e fortes ainda hoje. O nicho conta com nomes bem estabelecidos no mercado, um produto bastante rentável e custos de investimento variáveis.

Apesar de ter muitos concorrentes fortes tanto nos dois mercados, Anelise não se preocupa: “Nós queremos estar longe da competição acirrada. Nosso principal foco é criar valor no segmento. Isso é mais importante para nós do que ter um faturamento maior do que o de todos”.

Anelise explica que a marca tem uma preocupação maior em criar um ambiente colaborativo e sustentável, do que entrar em uma guerra de preços com os concorrentes e investir em uma expansão acelerada.

“Não existe fórmula de sucesso. Não existe negócio pronto. O sucesso vai sendo construído com o tempo”

Internacionalização do negócio

Este ano, a Meu Açaí Express está investindo na internacionalização da marca. E decidiu começar a expansão na Europa. A rede conta com um investidor na cidade do Porto, em Portugal, onde a primeira loja internacional será inaugurada.

“A gente acredita que na Europa o açaí já está sendo visto como um produto saudável e vamos reforçar esse conceito”. A expectativa é abrir novas unidades em Portugal, França e Espanha nos próximos anos.

Nessas unidades internacionais, a marca também deve começar a operar no formato de licenciamento e, eventualmente, migrar para o modelo de franquias.

Trajetória profissional e dicas

Empreendedora desde os 14 anos, Anelise trabalhou boa parte de sua vida no mundo da moda. Com o crescimento da indústria, começou a enxergar que o mercar era muito superficial e isso despertou nela um desejo pessoal de mudar.

“As pessoas não queriam mais saber de onde vinha o produto e como era feito, elas só queriam saber o preço que iriam pagar. Por isso, fui procurar um tipo de negócio que tivesse um impacto social mais explícito”, relembra.

Com esse objetivo, Anelise fundou a Casa Mundo Brasil, uma empresa focada em transformar eventos em operações sustentáveis.

Algum tempo depois, Analise e a família resolveram se mudar de Porto Alegre para Santa Catarina em busca de mais qualidade de vida. Foi então que Marco Martins, marido da empresária, recebeu uma proposta para investir no açaí.

Anelise e o marido foram à Amazônia conhecer o produto e entender como era feito o plantio e o processamento do açaí.

Percebendo que podiam trabalhar com um ingrediente diferenciado e que levaria saúde e sabor para todo o Brasil, Anelise e Marco decidiram empreender em mais um negócio, e fundaram a Meu Açaí Express como distribuidora do produto.

“A ideia do Meu Açaí Express é levar ao consumidor final um produto saudável, premium e cuja cadeia produtiva nós conhecemos muito bem”, define Anelise.

“Assim como é fundamental saber de onde vem sua roupa, é preciso saber de onde vem a fruta que você consome. O consumo consciente deve ser aplicado em qualquer área”

Hoje, Anelise participa de todo o processo de curadoria de fornecedores e processos e está à frente da expansão comercial.

Para os profissionais que estão começando agora no franchising, Anelise recomenda uma pesquisa intensa sobre a companhia e quem a lidera. “Se você vai trabalhar para uma rede, é necessário ter certeza de que a marca e os profissionais que você está representando são realmente idôneos e entregam o que prometem para o franqueado”, finaliza.

A pretensão da Meu Açaí Express é conquistar 50 unidades em todo o Brasil, nos próximos cinco anos, e 20 unidades também no exterior. Nos próximos meses a rede deve inaugurar 4 lojas no Brasil e na Europa, com previsão de mais 3 lojas até o final do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA