A iGUi, franquia brasileira de piscinas, deu mais um passo em sua expansão no exterior e deve inaugurar ainda em janeiro uma franquia em Dubai, a maior e mais popular cidade dos Emirados Árabes.

De acordo com o CEO da rede, Filipe Sisson, a entrada no Oriente Médio representa um marco para a iGUi: “é motivo de orgulho para todos nós da iGUi conquistar mais um mercado e tão importante como é Dubai e os Emirados Árabes, território de desejo de diversas empresas pelo mundo, conhecido pela exuberância, luxo, inovação e alto grau de exigência de produtos”, comentou em nota divulgada à imprensa.

O território de desejo, apontado por Sisson, é um dos sete a compor os Emirados Árabes, país árabe localizado no Golfo Pérsico. A grande oferta de petróleo tornou Dubai um dos lugares mais prósperos do planeta e um dos poucos com um PIB superior a 105 bilhões de dólares.

A loja do franqueado Atul Shah em Dubai, soma-se a mais de 800 unidades franqueadas em 43 países, sendo que entre eles estão Estados Unidos, Aruba, Espanha, França, Alemanha, Tailândia e Austrália.

Um dos motivos do sucesso na capilarização e expansão da iGUi é a diversidade de modelos de negócio que a franquia oferece.

Além das lojas tradicionais, a rede que já instalou mais de 300 mil piscinas em 22 anos de atuação oferece ainda a possibilidade do franqueado atuar em regime home office ou com o modelo de loja Trata Bem, que oferece assistência técnica e manutenção para as piscinas já instaladas.

Para se tornar um franqueado iGUi no Brasil, com o modelo de franquia voltado para a venda de piscinas, o investimento parte de 250 mil reais.

Investimento total: a partir de R$ 250 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 5% sobre compras
Faturamento médio: R$ 100 mil
Prazo de retorno: até 24 meses

COMPARTILHE
Artigo anteriorVia Indicadores e CSC.educ anunciam fusão
Próximo artigoComo montar uma loja virtual
Jornalista graduanda em marketing digital, é apaixonada por comunicação e mídias sociais. Escreve sobre comportamento na internet, e-commerce, tecnologia e empreendedorismo.

DEIXE UMA RESPOSTA