A Olha o Churros! surgiu no mercado brasileiro em 2014 e se tornou uma rede de franquias em um momento em que a venda de churros em larga escala ainda era pouco explorada no país.

Atualmente, a rede conta com mais de 40 unidades franqueadas, com diferencial na qualidade dos alimentos produzidos em fábrica própria. A estrutura da marca garante aos clientes a oferta de itens exclusivos e inovação constante dos sabores dos churros.

Visando expansão da marca, a Olha o Churros! pretende abrir novas unidades em toda a região Sudeste e Nordeste, buscando por investidores que desejam abrir um modelo de franquia da marca como segunda fonte de renda. A franqueadora disponibiliza três modelos de franquia: loja de rua, quiosque e carrinho.

Para o modelo de loja, é necessário o investimento de 250 mil reais, e uma área mínima entre 50 e 80 metros quadrados. O prazo de retorno do capital investido é de 15 a 24 meses.

O modelo quiosque é o segundo tipo de franquia da marca, que pode ser instalado em shoppings ou galerias. O investimento mínimo é de 115 mil reais, com faturamento médio mensal de 35 mil reais.

Com investimento de 80 mil reais, o carrinho Olha o Churros! tem faturamento médio mensal de 25 mil reais e o prazo de retorno gira em torno de 15 a 24 meses.

Qualidade em foco

O diretor de expansão da rede, Gabriel Rodero, explica em comunicado à imprensa, que todas as fases para implantação da Olha o Churros no mercado brasileiro foram estudadas.

“Nosso comprometimento, portanto, não está somente na venda final do produto no PDV, mas sim na preocupação de reunir as melhores práticas para o todo o sistema: da seleção das matérias-primas, até a padronização e entrega em todas as unidades da rede espalhadas pelo Brasil, passando pelos equipamentos fabris, desenvolvimento da massa exclusiva e recheios amplamente testados”, afirma Rodero.

Atuar no setor alimentício exige o cumprimento das normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), das Secretarias de Saúde de cada estado e de órgão municipais, como a Coordenadoria de Vigilância Sanitária – esses motivos fizeram a empresa investir em fábrica própria e na qualidade da massa dos churros produzida.

Gabriel Rodero destaca que, por este motivo, são realizadas constantes reavaliações de receitas, máquinas e embalagens, tanto nas fábricas quanto nas unidades de franquia, tudo para manter a qualidade dos produtos. “O padrão rígido de cautela não termina ao entregarmos os produtos no PDV aos nossos franqueados. Nossa avaliação é constante e em todo o processo”, explica.

Todos os franqueados são treinados para ouvir e entender a experiência de compra de cada cliente, prestando atenção se o que está sendo oferecido vai de encontro com as expectativas do consumidor.

Investimento total: 80 mil a R$ 250 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Royalties: 4% sobre faturamento
Faturamento médio: R$ 25 mil a R$ 40 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA