A aposta em negócios do franchising brasileiro pode ser uma saída para momentos de instabilidades e desafios econômicos. Com modelos de negócio de fácil operação e gerenciamento, muitas redes permitem, inclusive, que os franqueados operem as franquias de casa – as famosas franquias home based.

Conciliando o gerenciamento de uma franquia com demais rotinas de trabalho, os empreendedores conquistam aumento de renda familiar e maior experiência profissional. Este é, inclusive, o exemplo da trajetória de Talles Constantino, de 30 anos, microfranqueado Mr. Kids.

Diante dos desafios econômicos que o país enfrenta nos últimos anos, Talles sempre acreditou que apostar no universo dos negócios poderia ser uma boa estratégia de trabalho. Entretanto, o empreendedor nunca pensou em abandonar a carreira para apostar na criação de um empreendimento.

Morador da cidade de Goiânia (GO), Talles atuava como representante comercial e buscava uma oportunidade de investimento em que pudesse conciliar a rotina no trabalho e na operação de um negócio próprio.

Foi então que Constantino conheceu a Mr. Kids, rede de microfranquias de vending machines. A marca foi fundada em 2012 e, desde então, oferece aos franqueados modelos de negócio de fácil operação e gerenciamento: os empreendedores ficam responsáveis pela instalação de máquinas de brinquedos em pontos comerciais estratégicos, administrando o negócio em formato home based.

Os clientes encontram opções variadas de brinquedos, que são sempre atualizados pelo sucesso do momento, como personagens da Turma da Mônica, Carinha de Anjo, super heróis e personagens dos filmes da Disney. Além dos brinquedos que estão na moda, as máquinas também vendem balas e doces.

“A ideia de investir na Mr. Kids surgiu, a princípio, pelo modelo de negócio ser bem simplificado e ter a possibilidade de conciliar a rotina com a minha outra atividade comercial. O investimento inicial foi de um fundo de reserva que eu dispunha à época”, explica Talles Constantino.

Constantino encontrou a facilidade de gerenciar o modelo de franquia de dentro da própria casa, com o auxílio da esposa. “Comecei de forma modesta, com apenas um equipamento e, em 11 meses, senti que as vending machines estavam fazendo muito sucesso na cidade. Hoje, possuo 17 máquinas na capital e em cidades da região metropolitana. Consegui aumentar minha renda em aproximadamente 30%”, afirma.

A franqueadora afirma que, quanto maior o número de máquinas instaladas por cada franquia, maior será o faturamento da unidade, uma vez que o crescimento está diretamente relacionado com as vendas realizadas pelas máquinas. O lucro do franqueado gira em torno de 35% a 40% do faturamento bruto. O retorno de investimento estimado é de 15 a 18 meses.

Constantino comenta que, a principal vantagem de investir em um modelo de franquia Mr. Kids é o suporte garantido pela rede. A franqueadora garante apoio em todos os processos da franquia, com foco na escolha dos locais em que as máquinas serão instaladas visando maior faturamento das unidades.

“Recebo grande suporte do franqueador, com auxílio na escolha dos melhores locais, melhores produtos e métodos atuais para ser mais efetivo na operação do negócio”, explica o franqueado.

Como o modelo de negócio permite que os franqueados atuem em sistema home based e, inclusive, conciliem a rotina no franchising com outros trabalhos, os empreendedores atuam em horários flexíveis.

Constantino garante que grande parte do gerenciamento das unidades é feita sem sair de casa. Assim, fica sob sua responsabilidade somente a visita das máquinas: “visito os pontos semanalmente, para reabastecer as máquinas, checar as baterias e repor as fichas”, conta o empreendedor.

A franqueadora garante manutenção das máquinas, além de fornecer aos franqueados manuais de gestão e material de apoio completo para divulgação das vending machines, como folders, displays e panfletos.

Para o futuro, Talles pretende continuar aumentando o número de pontos em que possui vending machines, visando um maior faturamento e maior lucratividade da unidade. “Tenho a expectativa de fazer mais parceiros comerciais, aumentando minha área de atuação. Para 2020, pretendo expandir para as cidades vizinhas”, finaliza.

Os números do setor contribuem com os planos de Talles Constantino. O segmento de Entretenimento e Lazer, setor em que a Mr. Kids está inserido, vem demonstrando bom desempenho ao longo do ano. Na pesquisa Desempenho do Franchising em 2018, realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento está entre os que mais cresceram na variação do número de unidades: 6,9% entre 2017 e 2018.

O faturamento do segmento também foi expressivo. Em 2017, o faturamento registrado ficou na casa de 2,16 bilhões de reais. Já em 2018, a receita foi de 2,43 bilhões de reais, com crescimento registrado de 12,7% de um ano ao outro.

A Mr. Kids garante treinamento inicial completo. No preparo dos empreendedores, a franqueadora disponibiliza know how completo da rede, além de auxiliar na escolha do ponto comercial e prestar auxílio nas parcerias entre estabelecimentos comerciais e unidade franqueada.

Atualmente, a Mr. Kids conta com mais de 120 franqueados que administram um total de mais de 7 mil máquinas, instaladas em shoppings, galerias comerciais, aeroportos e supermercados do país.

O modelo de franquia Mr. Kids requer investimento inicial de 18,7 mil reais. O faturamento médio estimado varia entre 1,8 mil reais e 30 mil reais.

Investimento inicial: R$ 18,7 mil
Taxa de franquia: R$ 5 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio: R$ 1,8 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: de 12 a 18 meses

DEIXE UMA RESPOSTA