As franquias de educação formam um dos setores mais tradicionais do franchising brasileiro.

O setor conta com franquias de sucesso e muitas oportunidades de franquias para cidades pequenas. Isso faz com que redes como o Kumon, CCAA, Wizard e Microlins sejam reconhecidas no Brasil inteiro.

Com redes que oferecem reforço escolar, cursos preparatórios, educação técnica e profissionalizante e ensino de idiomas, as opções no mercado são diversas e atraem diferentes tipos de público.

O segmento oferece franquias baratas e lucrativas, e atende um público amplo: desde crianças até a terceira idade.

Mercado de franquias de educação e idiomas

A educação brasileira ainda é bastante frágil. De acordo com dados da OCDE, o Brasil ocupa a 58ª posição em um ranking de desempenho escolar que considera 65 países.

Assim, muitos buscam opções além das escolas para complementar conhecimentos e melhorar o aprendizado.

Já o ensino de idiomas tem amplo campo para crescer. De acordo com pesquisas da Page Personnel, em até 10 anos todas as vagas de emprego oferecidas no Brasil exigirão domínio de pelo menos um idioma estrangeiro.

É nesse cenário que as franquias de serviços educacionais têm se desenvolvido.

O segmento de franquias de educação faturou R$ 11,4 bilhões em 2018, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Em 2019, esse setor somou mais de 16 mil unidades de franquias.

Tendências em franquias de educação para 2020

O setor de educação guarda boas oportunidades para quem quer investir em franquias em 2020. Fique de olho em:

Franquias de cursos profissionalizantes: a busca por uma formação técnica e profissionalizante está em alta. Rede de franquias de educação profissional com cursos rápidos e aulas práticas tendem a se destacar.

Franquias de educação infantil: marcas especializadas no atendimento a crianças prometem chamar a atenção. Vale se atentar a franquias de reforço escolar e franquias de escola de idiomas próprias para ensino infantil.

Franquias de idiomas: com poucos brasileiros fluentes em línguas estrangeiras, as franquias de idiomas são ótimas oportunidades. Redes que apostam em cursos intensivos e flexibilidade para o ensino de inglês e espanhol, por exemplo, são boas apostas.

No geral, apostar em inovação e incorporar tecnologia na metodologia de ensino são ações em alta entre as franquias de educação. Ensino híbrido (presencial e digital), aulas delivery, uso de games e realidade virtual já são técnicas que movimentam o setor.

Vantagens

As franquias de educação apresentam opções de investimento para diferentes perfis de investidores. Há modelos de loja, de atuação home based, de baixo investimento, específicos para profissionais da área e para cidades pequenas, por exemplo.

Atuando em rede é possível contar com materiais didáticos e metodologias de ensino bem desenvolvidos, além de estratégias de marketing para prospectar alunos, com matrículas abertas durante todo o ano.

Desafios

Encontrar um bom ponto comercial pode fazer toda a diferença. Afinal, escolas próximas à casa ou ao trabalho dos alunos são as mais atrativas.

Também é necessário buscar capacitações e atualizações constantes para garantir um ensino de qualidade.

CONTINUE LENDO

Franquias em Destaque


Quer ajuda para encontrar a Franquia de Educação e Idiomas certa?

Todas as Franquias de Educação e Idiomas


SETOR EM NÚMEROS

 

num 1

58ª

É A POSIÇÃO DO BRASIL NO RANKING DE DESEMPENHO ESCOLAR DA OCDE

num 216,4 MIL

UNIDADES DE FRANQUIAS DE EDUCAÇÃO

num 35,2%

DE CRESCIMENTO EM FATURAMENTO EM 2018

 

Google+