A TFlow, A Marca dos Artistas, está renovando seu modelo de franquia de quiosque. Para prestar melhor atendimento aos clientes e atender necessidades dos franqueados, a rede de franquias de roupas anuncia uma remodelagem com estande de vendas modernizado e pontos estratégicos para exposição de peças.

O novo modelo de quiosque também foca em sustentabilidade. Com projeto desenvolvido pela empresa Arquitetura de Consumo, o novo quiosque teve uma redução de mais de 50% no uso de MDF: no modelo antigo o uso desse material pesava entre 700 e 900 quilos, enquanto no novo não chega a 350 quilos. O projeto renovado conta com materiais como telas metálicas, tubos de aço e madeira de reflorestamento.

“Nosso portfólio está crescendo e o novo quiosque tem nichos especiais, que foram projetados para produtos específicos, como a cerveja Biricutico, que terá uma área especial só para ela. Já os bonés terão um case especial que dará uma ideia de como ficará na cabeça do consumidor. Também há um expositor no qual todos os calçados ficarão girando”, revela Luã Vignoli, presidente da TFlow, A Marca dos Artistas, em nota divulgada à imprensa.

Os franqueados que já operam com o modelo de quiosque antigo poderão trocá-lo pelo novo formato. Ainda com a proposta de sustentabilidade, a franqueadora garante que, quando recolhidos, os quiosques antigos passarão por uma reconstrução para que a matéria-prima seja preservada.

Para abrir uma franquia de quiosque da TFlow, A Marca dos Artistas, o modelo é o Rubi, com investimento inicial de 89 mil reais. Os quiosques devem ser instalados em shopping centers e contar com até três funcionários.

Expansão em foco

A TFlow, A Marca dos Artistas, projeta um crescimento agressivo para 2019. A expectativa da rede é fechar o ano com um crescimento de 40%. Só no primeiro semestre de 2019, a rede de franquias de roupas faturou 6 milhões de reais.

Os bons resultados da marca acompanham o desempenho geral do segmento de moda. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de moda faturaram mais de 4,8 bilhões de reais no segundo trimestre deste ano. O crescimento, em comparação ao mesmo período em 2018, foi de 3,9%.

Além do modelo Rubi, a TFlow, A Marca dos Artistas, oferece aos investidores outros dois modelos de negócio: home based e de loja.

Investimento inicial: R$ 14,9 mil a R$ 89 mil
Taxa de franquia: R$ 5 mil a R$ 25 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio: R$ 10 mil a R$ 60 mil
Prazo de retorno: 3 a 12 meses

DEIXE UMA RESPOSTA