A busca por oportunidades de intercâmbio movimenta um mercado com alto potencial no Brasil. Nesse cenário, a Viva Intercâmbio se prepara para crescer neste ano: a rede pretende inaugurar 15 novas franquias até o final de 2019.

“Fechamos o ano de 2018 com 15 unidades e a meta é abrir mais 15 em 2019. Crescemos em percentual mais de 150%, pois nossa expansão só começou em 2018, apesar da empresa ter sido fundada há dez anos”, comenta Patricia Cotrim, gerente de expansão da Viva Intercâmbio.

Os resultados da rede de franquias está fundamentado em um mercado em crescimento no Brasil: o de educação estrangeira. De acordo com dados da Pesquisa Selo Belta, divulgada pela Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta), em 2017 o número de estudantes brasileiros no exterior chegou à marca de 302 mil. O crescimento do mercado de intercâmbio educacional foi de 23%, movimentando entre 2,7 bilhões de dólares e 3 bilhões de dólares.

Nesse âmbito, as franquias de turismo têm apresentado resultados bastante positivos. No primeiro semestre de 2018, as redes deste segmento foram as que mais cresceram no franchising brasileiro, apresentando um aumento de 14,7% no faturamento – o que resulta em uma soma de 6,21 bilhões de reais. O número de unidades de franquias também aumentou em 9,2%. Os dados são da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Desde sua criação, a Viva Intercâmbio já levou mais de 5 mil intercambistas a estudos no exterior. A rede trabalha com programas de estudos variados, que vão desde cursos de verão e de idiomas até ensino médio, graduação e pós-graduação. É possível encontrar ainda opções de programas que agregam experiências de trabalho, como au pair e trabalho voluntário.

As franquias têm formato de loja e devem ser instaladas em pontos com área a partir de 30 metros quadrados. Os franqueados recebem suporte completo da franqueadora, além de treinamento presencial, eventos de aprimoramento e viagens de imersão.

Para 2019, a expansão da Viva está direcionada para as regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste. Na mira da franqueadora estão diversas oportunidades no estado de São Paulo: Sorocaba, Piracicaba, Taubaté, Ribeirão Preto, Bauru , Franca, Rio Claro, Limeira, Jundiaí, São José do Rio Preto, São Carlos, Marília, Araraquara, Americana , Presidente Prudente, Indaiatuba e Santos. Além disso, a rede busca franqueados nas cidades de Curitiba e Londrina (PR), Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Natal (RN), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Uberlândia e Juiz de Fora (MG).

O investimento para abrir uma unidade parte de 65 mil reais, com prazo de retorno do capital previsto entre 18 e 24 meses.

Investimento total: R$ 65 mil a R$ 90 mil
Taxa de franquia: R$ 15 mil a R$ 20 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio: R$ 50 mil a R$ 100 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA