Nascida de um negócio familiar, a franquia de salgados Vovó Kel está em plena expansão e já tem uma meta agressiva: a rede espera conquistar a marca de 100 unidades ativas até o ano de 2019.

Dona Cleuza, criadora da marca, começou cozinhando bolos, depois passou para os salgados e outros tipos de doces e sobremesas. Não demorou muito para que as receitas da senhora fizessem sucesso, com aumento de produção e de clientela. Cozinhar era apenas o sustento da família quando um de seus netos, Diego Melo, decidiu ampliar o negócio.

“Sabíamos da qualidade dos produtos que nossa avó fazia e, por isso, resolvemos pesquisar como poderíamos criar um negócio maior, mais lucrativo, no qual os clientes pudessem sentir o ‘tempero de vó’ e se sentir em casa, toda vez que comessem os quitutes preparados por ela”, conta Diego, que é hoje o CEO da rede Vovó Kel.

Com a ideia de expandir os produtos da marca, Diego entrou em contato com Lucas Atanázio Vetorasso, consultor de negócios e especialista no ramo de franquias. Em 2014 a rede de franquias Vovó Kel foi inaugurada e, atualmente, conta com 20 unidades em operação, com toda a família trabalhando na gestão da rede e nos planos de expansão da marca.

“Nossas unidades de sucesso estão funcionando em várias cidades e cada vez trazendo mais oportunidades aos investidores e à população que consome nossos salgadinhos”, afirma Dona Cleuza.

Para o empreendedor interessado em investir em uma franquia Vovó Kel, a rede oferece duas opções de franquia: loja de rua e loja de shopping.

Com investimento de 69,9 mil reais, o modelo de loja de rua exige que o franqueado contrate uma equipe de, no mínimo, três funcionários. Já a loja de shopping requer investimento de 89,9 mil reais e a contratação de seis funcionários para cada unidade. Ambas unidades precisam ter dimensões entre 35 a 60 metros quadrados.

Não é necessário que o franqueado possua conhecimentos na área gastronômica. Todos os produtos são entregues congelados para os franqueados, que só precisam finalizar o processo.

Mercado consolidado

A 11ª Pesquisa Setorial de Food Service, realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) em parceria com a ECD Food Service aponta que, mesmo com cenário econômico desafiador, o segmento de alimentação no franchising brasileiro apresentou crescimento de 5,5% nos números do faturamento.

As unidades do segmento de alimentação apresentaram alta de 1,1%, somando 31.064 pontos de venda. Números como estes podem estimular empreendedores a entrarem no ramo de franquias e até encorajar quem tenha um hobby, a desenvolvê-lo para adentrar no ramo.

A Vovó Kel oferece oportunidades para abrir franquias em todo o Brasil.

Investimento inicial: R$ 69,9 mil a R$ 89,9 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil a R$ 40 mil
Royalties: R$ 1,5 mil fixos
Faturamento médio: R$ 60 mil a R$ 99 mil
Prazo de retorno: entre 10 a 24 meses

COMPARTILHE
Artigo anteriorLouyt tem franquia home based por R$ 19,5 mil
Próximo artigo15 opções de franquias para abrir no shopping
Luísa Campos
Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto. Escolheu essa profissão pela paixão por escrever. Agora, descobriu que pode se reinventar e continuar contando histórias de sucesso em negócios, tecnologia e inovação.

DEIXE UMA RESPOSTA