Não é mais preciso sair de casa para trabalhar com franquias. Cada vez mais marcas, em diversos segmentos, lançam modelos de negócio para quem quer trabalhar em home office, sem a necessidade de um ponto comercial.

Para Bianca Ogluyan sócia fundadora da consultoria TEAR Franchising, a principal vantagem desse modelo de franquia é redução de custos fixos. “O franqueado não arca com luvas, reformas e aluguel”, destaca.

Além da redução de custos fixos, o investimento inicial também é mais baixo que o de outros modelos. Afinal, geralmente não é preciso preocupar-se com equipamentos, mobiliário ou grandes estoques de produtos.

“Normalmente trata-se de negócios mais ágeis, para empreendedores dinâmicos e que oferecem flexibilidade de horário”, aponta Lucas Atanázio Vetorasso, consultor da Teaser Franchising.

A flexibilidade de horário permite tanto a otimização de tempo quanto a chance de conciliar a home franquia com outras atividades, sejam elas profissionais ou pessoais.

Apesar das vantagens que o modelo home based proporciona, trabalhar em casa não significa trabalhar menos. É preciso muita dedicação e organização para conseguir fazer o negócio funcionar.

Confira dicas dos especialistas para investir com sucesso em uma franquia para trabalhar em casa:

1. Avalie o plano de negócios

“Alguns modelos de negócio oferecem ótimas opções para quem conta com pouco investimento, mas ele deve atentar a todas as variáveis para que qualquer negócio dê certo”, ressalta Vetorasso.

Para não errar na escolha da marca, o consultor recomenda que, na hora de avaliar a proposta da franqueadora, o potencial franqueado reflita as seguintes questões: existe mercado para os produtos ou serviços ofertados? Em quanto tempo vou conseguir retornar o meu investimento? O negócio é rentável o suficiente para se tornar minha principal renda ou devo enxergá-lo como renda extra? Qual o suporte que receberei da franqueadora?

2. Converse com franqueados da rede

Essa é uma prática comum que não deve ser esquecida nos modelos home based. Mesmo já tendo avaliado a proposta da franqueadora, a dica de Bianca Ogluyan é, logo no princípio, procurar franqueados da rede para tirar dúvidas e conhecer o negócio mais profundamente.

“Assim é possível entender seus cenários, conhecer pontos positivos e negativos do sistema e tirar suas próprias conclusões para ver se de fato você possui o perfil adequado para aquele modelo de negócio”, esclarece a consultora.

3. Estabeleça uma rotina de trabalho equilibrada

“Dois extremos são muito comuns no sistema home office: ou trabalha-se demais, sem separar horas úteis de momentos com a família; ou de menos, quando nos tentamos a dar uma deitadinha no sofá, ler um livro, ou fazer qualquer atividade em vez de focarmos no que é necessário”, comenta Ogluyan.

Quem vai começar a trabalhar em casa precisa estar preparado para lidar com a nova rotina. Definir seu próprio horário de trabalho (e segui-lo!) é essencial para ter uma rotina equilibrada e não acabar prejudicado pessoalmente ou profissionalmente.

Essa rotina pode ser estabelecida logo no início da franquia. Orientações da própria franqueadora podem ajudar a entender qual será o tempo de dedicação necessária por dia e como encaixar isso no seu cotidiano.

4. Esteja apto para organizar tarefas e atividades

Organizar uma rotina e estabelecer uma ordem de atividades a serem cumpridas é algo importante em qualquer negócio, mas tem peso ainda maior para quem trabalha em casa.

Para Vetorasso, a palavra de ordem é organização. “O empreendedor deve aprender a separar horários, criar listas de tarefas e seguir seu próprio cronograma. É muito importante ouvir as orientações da franqueadora; cobre-a por auxílio”, aconselha.

5.Descubra o que te ajuda a se concentrar

Nem sempre é fácil conseguir se concentrar no trabalho em casa: o vai e vem dos outros moradores, a televisão, sua cama, pessoas querendo conversar sobre outros assuntos – tudo pode se tornar uma distração.

Para não desviar o foco do trabalho, a dica dos profissionais é procurar o que ajuda a manter a concentração. Fones de ouvido que isolam ruídos, manter tudo o que precisa por perto para não precisar andar pela casa com frequência, e até trocar o pijama por outra roupa pode contribuir muito com a rotina.

“Muita gente se arruma para trabalhar em casa, sentindo que a roupa estimula a mudança de mindset”, aponta Ogluyan.

6. Separe um lugar para trabalhar

Mesmo sem a necessidade de ter um ponto comercial, é importante separar um cantinho para trabalhar. Pode ser um cômodo especial ou apenas um espaço na casa em que você possa colocar uma mesa, seus materiais de trabalho e focar-se exclusivamente no negócio.

“É sempre bom ter um escritório: uma mesa com gavetas, duas cadeiras, computador, impressora, scanner, um cantinho eficiente. A organização física estimula a mental”, aconselha Ogluyan.

7. Mantenha uma boa rede de relacionamentos

Trabalhar em casa não é e não pode ser sinônimo de reclusão – especialmente quando falamos em franquia.

“Descubra quem será seu público-alvo. Modalidades home based estão, em sua maioria, ligadas ao networking do empreendedor, que deve começar por aí e trabalhar sempre com mídias gratuitas e espontâneas”, indica Vetorasso.

É preciso manter-se sempre em contato com a franqueadora e com os clientes, além de estar atento às atividades de outros franqueados, o que pode contribuir com o desenvolvimento da sua unidade.

8. Planeje-se para atender clientes

Dependendo do segmento da franquia escolhida, pode ser necessário atender clientes pessoalmente. Tenha em mente que o fato de não ter um ponto comercial não impede um atendimento profissional.

Na maioria dos casos, a própria franqueadora expõe as formas possíveis de atender os clientes em franquias home based. Mas, ainda que não haja instruções específicas, existem opções para cada perfil de negócio.

“Em negócios mais informais não há problema algum em receber em casa. Já para negócios formais, pode-se agendar reuniões nos escritórios dos clientes, em cafés e lugares públicos. Uma terceira opção são espaços de coworking, onde é possível fazer pacotes de pagamentos somente para utilizar salas de reuniões”, sugere Ogluyan.

Apostar em uma franquia home based pode ser muito positivo e gerar um ótimo retorno para o investidor. Aproveite as dicas e comece a planejar o seu negócio!

DEIXE UMA RESPOSTA