No mês de abril, aconteceu a entrega dos prêmios da ABF Destaque Franchising 2016, evento no qual a Associação Brasileira de Franchising premia as melhores marcas e profissionais do setor do ano.

Foram seis categorias eleitas: Franqueador do Ano, Franqueado do Ano, Jornalismo, Trabalho Acadêmico, Personalidade do Franchising e Sustentabilidade, sendo que o vencedor do último prêmio será anunciado somente durante a ABF Franchising Expo, que acontece entre os dias 15 e 18 de junho no Expo Center Norte, em São Paulo.

“Para a ABF, este prêmio reflete a própria evolução do setor e nada melhor do que valorizar franqueadores, franqueados, profissionais e personalidades que com seu trabalho estão elevando o sistema de franquias no Brasil a um novo patamar a cada ano”, explica a presidente da ABF, Cristina Franco.

Vencedores

Com cerca de 800 unidades em operação em 33 países e mais de 30 mil piscinas instaladas durante seus 21 anos de operação a iGUi Piscinas levou um dos prêmios mais cobiçados, o de Franqueador do Ano. Um dos franqueados da marca, Jaime de Jesus Silva, conquistou o título de Franqueado do Ano, com a campanha “Litros de vantagem e economia de água”, que propôs à franqueadora comprar água de caminhões pipa que não explorassem o reservatório da Cantareira, o mais afetado pela estiagem do ano passado e a maior fonte de abastecimento de água da região sudeste do Brasil. A sugestão de Jaime dizia, ainda, que a iGUi assumiria os custos do primeiro fornecimento de água daquela venda, estimulando, assim, não utilizar o Sistema Cantareira como fonte.

O presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, foi o vencedor da categoria Personalidade do Franchising. O título foi alcançado em um momento em que O Boticário conquista a primeira posição entre as maiores franquias do Brasil, com 3,7 mil unidades e mais de 7 mil colaboradores.

Abraham Sin Oih Yu, Helder de Souza Aguiar e Paulo Tromboni de Souza Nascimento, da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), foram os vencedores da categoria Trabalho Acadêmico, com a tese de doutorado “Market and Technical Capabilities in Associated Business Development” (Capacidades Mercadológicas e Técnicas no Desenvolvimento de Negócios Associativos).

A categoria Jornalismo foi dividida em cinco subcategorias. O resultado foi o seguinte:

  • Katia Simões, do Valor Econômico, venceu em Jornal, com a reportagem “Empreendedor cada vez mais jovem vê chances de ascensão”.
  • Na subcategoria Mídia Digital, Mariana Desidério, da Exame.com, foi a vencedora com “15 fatores para considerar antes de investir numa franquia”.
  • Angela Miguel, da Gestão & Negócios escreveu “Quando o mercado chora, eu vendo lenços”, que conquistou o título de melhor reportagem em Revista.
  • “Hostel coleta pingos do ar-condicionado – veja como empresas economizam água” assinada Larissa Coldibeli, do UOL, ganhou o prêmio de melhor matéria em Sustentabilidade Mídia Digital.
  • E em Sustentabilidade Mídia Impressa, a vencedora foi Andrea Vialli que escreveu “Negócio de coragem”, para o Guia de Inovação para Sustentabilidade em MPE.

DEIXE UMA RESPOSTA