Após conquistar o mercado nacional, algumas redes de franquias brasileiras partem para o exterior com o intuito de aumentar o número de unidades fora do país. Das 2,4 mil franqueadoras nacionais, 138 atuam no exterior, segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising.

De acordo com o ranking de internacionalização das marcas, divulgado pela ABF no final de 2016, esses números tendem a subir ainda mais.

A ABF apurou que há operações de redes brasileiras em 61 países. Os mercados mais procurados são o Chile, a Colômbia, a Costa Rica, a Venezuela e os Estados Unidos.

O segmento que mais tem franquias nacionais atuando fora do país é o de moda, com 27,5% das franquias internacionais. Logo em seguida vem o de alimentação, que conta com 15,9% das franquias. Em terceiro lugar está o setor de saúde, beleza e bem-estar, com 14,5%.

Para elencar as marcas nacionais que mais se destacam fora do Brasil, a Fundação Dom Cabral divulgou os Rankings das Multinacionais Brasileiras e de Internacionalização de Franquias Brasileiras de 2016. A seguir, você confere quais são essas marcas.

Os dados são da ABF ou informados pela própria empresa.

1iGUi Piscinas

A marca está presente em mais de 30 países e oferece ao franqueado projetos arquitetônicos gratuitos, suporte de marketing, consultoria contábil, jurídica e empresarial e stands para feiras e eventos. Além disso, aquela que é considerada a maior rede de franquias de piscinas do mundo ainda ampliou seu parque industrial ao inaugurar uma fábrica no Paraguai em 2016. A nova unidade fabril é a oitava máster franquia da rede brasileira no exterior, o que reforça a presença internacional da marca.

Investimento total: a partir de R$ 60 mil
Taxa de franquia: R$ 50 mil
Royalties: 10% sobre a compra
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

2Localiza

A Localiza é uma empresa de aluguel de carros criada em 1973. Doze anos depois, entrou para o sistema de franquias e, hoje, é uma das maiores redes de aluguel da América Latina. O processo de internacionalização da empresa teve início em 1992, com a abertura da agência em Buenos Aires, na Argentina, país onde se concentra hoje a maior parte dos pontos de atendimento fora do país. Para a abertura de uma franquia o investimento inicial é de 500 mil reais, com previsão de retorno de investimento de 24 meses. Atualmente, a marca possui mais de 230 unidades franqueadas, além de mais de 300 lojas próprias.

Investimento total: R$ 500 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Royalties: 6% sobre o faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 24 meses

3Dudalina

Parte do grupo Restoque, a rede de franquias é uma das mais importantes marcas do varejo de moda no Brasil, com roupas masculinas e femininas. Sua primeira loja no exterior foi aberta em Milão, na Itália. Aliás, todo processo de internacionalização foi iniciado antes da chegada dos fundos internacionais Advent, Warburg e Restoque, que hoje dividem o controle acionário da empresa. Essa mudança começou em 2012, com a abertura do showroom em Milão. Os números de investimento da marca, no entanto, não são divulgados.

4Fábrica di Chocolate

A rede de franquias conta com unidades no Brasil, Kuwait, Austrália, Espanha, Japão, República Dominicana e Venezuela. O principal diferencial da Fábrica di Chocolate é que o chocolate oferecido é livre de glúten, gordura trans e gordura hidrogenada, posicionando-se como uma rede de alimentação saudável. O mix de produtos inclui fondue com frutas, espetos de frutas com chocolate, bombons, sobremesas geladas, bebidas cremosas e saladas de frutas.

Quiosque Smart (direcionado para hipermercados, galerias e shoppings de pequeno porte, com 5m²)
Investimento total: R$ 99.9 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: de R$ 600 a R$ 1400 reais fixons
Faturamento médio mensal: R$ 20 mil
Prazo de retorno: de 12 a 24 meses

Quiosque Premium (padrão dos shoppings brasileiros, com 6,2m²)
Investimento total: R$ 109.9 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: de R$ 600 a R$ 1400 reais fixons
Faturamento médio mensal: R$ 25 mil
Prazo de retorno: de 12 a 24 meses

Quiosque Supreme (projetado para explorar o potencial máximo dos grandes shoppings)
Investimento total: R$ 129.9 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: de R$ 600 a R$ 1400 reais fixons
Faturamento médio mensal: R$ 30 mil
Prazo de retorno: de 12 a 24 meses

5Giraffas

A Giraffas é uma empresa brasileira que atua no ramo de alimentação, oferecendo um menu com opções de sanduíches, pratos executivos, sobremesas e bebidas. A marca adotou o sistema de franchising em 1991 e conta com mais de 400 unidades, entre lojas e quiosques, no Brasil e nos Estados Unidos. Sua internacionalização começou a ser pensada em 2006, mas a inauguração da primeira unidade só foi possível em julho de 2011, cinco anos depois, na Flórida.

Investimento total: a partir de R$ 170 mil
Taxa de franquia: de R$ 20 mil a R$ 60 mil
Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Faturamento médio mensal: de R$ 30 mil a R$ 170 mil
Prazo de retorno: de 12 a 36 meses

6Carmen Steffens

A marca produz 80% dos produtos que comercializa. Além da linha de bolsas e sapatos femininos, as lojas também comercializam a edição masculina Raphael Steffens e a CS Teen, para garotas com entre oito e 15 anos. Com a internacionalização, a rede já chegou a mais de 240 lojas no Brasil e mais de 40 em 17 países, como Argentina, Estados Unidos, França, Austrália e Espanha.

Investimento total: R$ 300 mil
Taxa de franquia: R$ 70 mil
Royalties: não informado
Faturamento médio mensal: R$ 200 mil
Prazo de retorno: de 30 a 36 meses

7PUKET

No mercado de meias, lingerie e underwear desde 1988, a PUKET inaugurou, em agosto de 2003, a sua primeira loja com bandeira própria. A empresa conta com uma estrutura de 350 colaboradores diretos e um parque industrial com mais de 6.000 m². Além disso, a marca tem mais de 150 colaboradores indiretos. Internacionalmente, ela está presente em países como Venezuela, Guatemala, El Salvador e Panamá.

Investimento total: a partir de R$ 400 mil
Taxa de franquia: R$ 48 mil
Royalties: 1,5% sobre o preço de venda
Faturamento médio mensal: R$ 100 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

8Hering

A Hering é uma franquia no segmento de vestuário que trabalha com moda adulta feminina e masculina, além de acessórios. A rede atua no mercado de franchising desde 1993 e conta com mais de 600 unidades entre lojas próprias e franqueadas. Sua internacionalização começou em 2010 com lojas no Paraguai, Argentina, Chile e Colômbia.

Investimento total: de R$ 566 mil a R$ 830 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 50 mil
Royalties: 3% das compras
Faturamento médio mensal: R$ 210.964
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

9Vivenda do Camarão

Com mais de 30 anos no mercado e desde 1997 no setor de franquias, a Vivenda do Camarão soma hoje 160 lojas em funcionamento. A rede oferece mais de 50 opções de pratos e serve em média 700 mil refeições mensais. Há três anos a marca iniciou a operação no mercado de Food Service com produtos voltados para hotéis, motéis, bares e restaurantes. Suas franquias fora do Brasil concentram-se na como franquias na Europa, adotando o formato de máster franqueado junto da marca internacional da rede, a Shrimp House.

Investimento total: a partir de R$ 30 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 5 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio mensal: R$ 20 mil
Prazo de retorno: de 12 a 24 meses

10DepylAction

No mundo das franquias desde 1996, a Depyl Action oferece serviços em mais de 80 unidades. Com público formado majoritariamente por mulheres (95%) das classes A, B e C, a empresa aposta na depilação com produtos feitos com mel, própolis e cera de abelha. A empresa está presente em países das Américas, mas a meta é se tornar referência mundial em depilação.

Investimento total: R$ 250 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil
Royalties: 6% sobre o faturamento bruto
Faturamento médio mensal: não informado
Prazo de retorno: 36 meses

11Spoleto

A franquia soma uma administração simples, necessidade de um espaço pequeno para a operação e retorno do capital inicial entre 36 e 60 meses. Com produtos de fabricação própria, a marca tem uma média anual de 35 novas inaugurações em todo o país, além de estar presente no México e na Espanha.

Investimento total: R$ 480 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: não informado
Faturamento médio mensal: R$ 105 mil
Prazo de retorno: de 36 a 60 meses

12Bob’s

Com 65 anos de experiência no mercado, o Bob’s oferece a seus franqueados os benefícios de um marketing cooperado e de um sistema integrado de abastecimento de uma grande rede. A marca trabalha com quiosques e lojas, oferecendo as modalidades Loja de rua, Food Court (loja em praças de alimentação), Store in Store (loja dentro de loja – como, por exemplo, em postos de gasolina), Drive-Thru, Bob’s Shakes e quiosques. Seu índice de internacionalização é um dos mais avançados do país, estando presente em países da América Latina, como o Chile.

Investimento total: a partir de R$ 185 mil
Taxa de franquia: de R$ 30 mil a R$ 80 mil
Royalties: 6% sobre o faturamento bruto mensal
Faturamento médio mensal: R$ 180 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

COMPARTILHE
Artigo anterior4 franquias de pizza cone para conferir
Próximo artigoRede Água Doce lança franquia com menor investimento
Avatar
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA