Buscando se destacar no mercado com uma proposta de ensino diferenciada para os alunos, a Beetools se lança no franchising brasileiro. A rede se posiciona como uma escola de idiomas disruptiva, fazendo uso de tecnologia para promover um ensino mais interativo e personalizado de língua inglesa.

“A Beetools é uma escola que utiliza tecnologia para auxiliar no ensino do aluno. São tecnologias que já estão ativas hoje – como realidade virtual, inteligência artificial, gamificação, uso de big data – com o objetivo de oferecer uma experiência ao aluno que seja interessante, que engaje e que faça sentido para ele e que, ao mesmo tempo, tenha uma eficácia comprovada. Com o uso dessas tecnologias, a gente consegue mensurar exatamente o que o aluno está ou não está aprendendo e auxiliar da melhor forma possível”, explica Fabio Ivatiuk, CEO da Beetools.

Com material didático online, as aulas têm horários flexíveis e podem ser agendadas pelo aluno por meio do aplicativo da escola. Todas as aulas contam com experiências em realidade virtual, além de professores que avaliam o desempenho do aluno e trabalham com cada um conforme suas necessidades.

Ainda que o lançamento oficial da franquia tenha acontecido na 27ª edição da ABF Expo, a Beetools é um projeto que já vem sendo trabalhado há cerca de 13 meses e que, nessa fase de desenvolvimento do modelo e da metodologia de ensino, já conquistou investidores.

“As pessoas que conheciam foram indicando para amigos, conhecidos, e essas pessoas já foram se tornando franqueadas. Mesmo antes do lançamento já vendemos 20 franquias”, completa Ivatiuk. Cidades como Curitiba, São José dos Pinhais, Sorocaba, São Paulo e Belo Horizonte já tem previsão de inaugurações de unidades da rede.

São três modelos de franquias disponíveis para franqueados: sala em edifícios comerciais (especialmente voltado para grandes centros, como São Paulo), loja de rua e container. O container é uma das grandes apostas da marca: as cinco primeiras unidades da rede, inauguradas em Curitiba, serão no formato container.

Segundo o CEO da marca, como a franquia tem um modelo de fácil implantação, as unidades podem ser instaladas em estados de qualquer região do Brasil. “Nosso sistema é todo automatizado, então conseguimos um controle muito maior da atividade dos franqueados”, aponta Ivatiuk.

Os franqueados recebem consultoria contínua nas áreas de marketing, design, financeiro e pedagógico, além de suporte de TI em tempo integral. Além disso, professores e colaboradores das unidades contam com treinamentos em realidade virtual.

Inicialmente, a expansão está voltada para cidades a partir de 100 mil habitantes. A meta da Beetools é abrir 50 unidades em seu primeiro ano de expansão.

O investimento para abrir uma unidade da rede parte de 300 mil reais.

DEIXE UMA RESPOSTA