O ano passou voando e o Natal já está aí batendo à nossa porta. Depois de um ano turbulento no cenário político e econômico, que vem de anos anteriores ainda mais difíceis, o varejo começa a dar sinais de início de recuperação e este final de ano está dando promete dar motivos para os empreendedores ficarem mais felizes. De acordo com as últimas pesquisas, este segundo semestre deve fechar sem novas perdas, e apresentar um pequeno crescimento em relação ao ano anterior.

Diante deste cenário, não dá para perder oportunidades e o final do ano, historicamente, é o momento mais forte de vendas do varejo no ano! E para você, franqueado, é um momento crucial para fazer caixa e segurar os primeiros meses do ano, que em virtude das férias costuma ser mais baixo em cidades não consideradas destinos turísticos. Além disso, começo de ano é sinônimo de impostos, demandas escolares e gastos significativos. Por isso, é hora de aquecer os motores e aproveitar cada oportunidade para aumentar o faturamento.

Junto com esse monte de oportunidades, vem também aquela correria danada, e um tanto quanto cansativa! E para aguentar o ritmo, é importante se preparar, e preparar sua equipe.

Abaixo, descrevo dicas importantes para que você, franqueado, possa aproveitar bem o movimento de final de ano:

1. Esteja alinhado com a franqueadora

Não deixe de usar nenhum ferramental que for colocado a sua disposição: treinamentos para a equipe, promoções, decorações, brindes, TUDO! Lembre-se sempre que a franqueadora é sua fonte de transmissão de conhecimento e know-how, é seu suporte – é para isso que você paga royalties! Então, USE esse suporte para aprender o máximo que puder!

2. Troque experiências com outros franqueados

Acione seu networking dentro da rede em busca de boas práticas para esse período. Converse com franqueados mais experientes que já passaram por esse momento mais vezes do que você, converse com franqueados mais novos que estão cheios de energia e podem trazer novas ideias sobre as quais nunca pensou.

Está com dificuldades na equipe, o movimento não está como você esperava, quer fazer uma ação de divulgação local e rápida? Acione sua rede de franqueados e troque idéias! Use a força da rede!

3. Peça ajuda a franqueadora

Está inseguro com esse período em relação a vendas, gestão da equipe ou qualquer outro processo? Chame seu consultor de campo! Eu escuto muito: “Tenho que focar nas vendas, não tenho tempo de ficar recebendo o consultor!” Este é um erro grave! O consultor deve estar na operação exatamente pra ser mais um suporte para você nesse momento onde nada pode sair errado. Converse previamente com ele, diga o que precisa e permita que ele vá a sua operação com o foco certo.

4. Defina metas, planeje bonificações e motive o time

Sabe aquele famosa frase “para quem não sabe aonde quer chegar, qualquer lugar serve”? Então, ela se aplica perfeitamente quando falamos de metas. É preciso ter clareza de quanto se precisa/pretende faturar, definindo metas que nos levem a resultados maiores do que os anteriores, mas que sejam factíveis. Isso significa se basear em resultados reais de outros períodos para projetar metas, considerando crescimentos do ano e desse período especificamente.

Não adianta definir que a meta é X só porque você quer chegar lá. É preciso definir que a meta é X, porque você fez cálculos, dividiu a meta por dia, por cada colaborador, e sabe que é possível. Então, é preciso dizer a equipe o que tem que fazer para chegar lá, de forma clara e factível. Nade de “uhuullls”, e “a gente consegue”. As conversas tem que mostrar números traduzidos em atendimentos, em vendas diárias, em vendas por hora, com apurações diárias e ajustes de rota, se necessário. Assim o time vai entender que você está engajado em fazer acontecer, e não apenas definindo metas irreais.

Outro ponto fundamental é definir com justiça e clareza os bônus e participações dos vendedores antes do início do período, e jamais mudar a regra do jogo no meio do jogo. O que é combinado deve ser cumprido, e muito bem festejado quando o objetivo for alcançado.

5. Esteja perto da sua equipe, de verdade!

Além de definir as metas e acompanhamentos, é imprescindível que você esteja perto da sua equipe de verdade. Isso se traduz em oferecer condições de trabalho justas e de qualidade, respeitando folgas e colocando reforços no time, se necessário. Ninguém trabalha bem se sentindo cansado, ou em condições injustas. Não adianta oferecer bônus se o funcionário mal consegue cumprir as escalas de trabalho. E, no mais, esteja presente! Esteja com eles, no dia a dia, de forma diferenciada. O exemplo é a melhor escola.

Desejo boas vendas, e que suas operações tenham resultados incríveis!

DEIXE UMA RESPOSTA