A Little Kickers se destaca no mercado brasileiro se posicionando com um projeto multidisciplinar especializado no atendimento a crianças. A marca chegou ao país em 2014, trabalhando com modalidade de franquia home based de baixo custo, o que dá maior liberdade ao franqueado: as franquias podem ser instaladas dentro de escolas de ensino regular, parques, clubes, condomínios, entre outros espaços.

Com investimento entre 25 mil reais e 45 mil reais, a rede conta, atualmente, com 31 franquias no Brasil. Até o final de 2019, a expectativa é de chegar a 45 unidades ativas em diferentes estados do país.

De origem britânica, a Little Kickers foi fundada em um momento em que a obesidade pré escolar era considerada um problema de saúde pública no Reino Unido. A marca foi estruturada a partir da metodologia play not push, do inglês, “jogue, não empurre”. O programa é executado em ambiente amigável e sem pressão, no qual as crianças são guiadas por treinadores qualificados, especializados em saúde infantil.

Por meio de atividades lúdicas, a metodologia também busca ensinar aptidões sociais importantes para o crescimento da criança, como saber ouvir, compartilhar, saber esperar a sua vez e a importância do trabalho em equipe.

No Brasil, a metodologia de ensino foi adaptada com o objetivo de inserir o ensino da língua inglesa à multidisciplinaridade trabalhada pela Little Kickers. O esporte é inserido na metodologia com o objetivo de ensinar valores fundamentais ao crescimento e convívio social das crianças.

No dia a dia, as aulas de futebol e as demais atividades lúdicas têm o inglês incorporado aos comandos de ensino, no qual o foco educacional é o aprendizado de seguir instruções, cores, números, equilíbrio, agilidade e coordenação motora.

As unidades atendem exclusivamente crianças com idades de um ano e meio a sete anos.

Destaques da Little Kickers no mercado

Com baixo investimento, a franquia Little Kickers garante área exclusiva para atuação dos franqueados. A marca se destaca ao oferecer às crianças um projeto multidisciplinar inovador, que alia exercício físico e mental, o que exclui possibilidade de concorrência no mercado brasileiro.

Os franqueados podem contar com mais de um ponto de atuação, instalando uma franquia em escola, por exemplo, e outra em creches, condomínios, quadras, clubes, entre outros espaços.

Modelo de negócio

O franqueado Little Kickers atua em modelo de franquia home based. Sem a necessidade de ponto comercial fixo, a marca pode atuar dentro espaços públicos e locais de ensino onde estão presentes o público alvo da marca.

O investimento parte de 25 mil reais, com a taxa de franquia variando conforme o porte da cidade a receber a unidade. O faturamento médio mensal é de 17 mil reais, com taxa de lucro de 35% a 48% e prazo de retorno a partir de 12 meses.

A rede busca por empreendedores com idades entre 24 e 44 anos, sendo desejável possuir curso superior completo. A Little Kickers busca por novos franqueados em todo o país, com foco nas regiões Sudeste e Nordeste.

O treinamento acontece de forma presencial, na sede da franqueadora em Porto Alegre (RS) e, posteriormente, online. Os franqueados recebem suporte presencial e remoto, além de contar com reuniões semanais nos primeiros três meses de atuação da unidade franqueada.

Atualmente, a Little Kickers conta com uma rede de 2.250 treinadores em mais de 300 franquias, presentes em 32 países.

Segmento de atuação da Little Kickers

Inserida no segmento de educação, a Little Kickers faz parte de um mercado em plena expansão. Anualmente, a educação pública e privada no Brasil movimenta cerca de 134 bilhões de reais. Sozinho, o ensino de idiomas fatura mais de 35 bilhões de reais todos os anos.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de educação faturaram 11,4 bilhões de reais em 2018 – um aumento de 5,2% em comparação ao registrado em 2017. As franquias deste segmento também registraram aumento no número de unidades: 6,5% se comparado ao ano anterior.

O potencial para crescimento do setor ainda é alto no país. O site de busca de empregos Catho realizou uma pesquisa sobre os níveis de domínio de inglês entre os brasileiros: em um resultado entre 70 países, o Brasil está na 41ª posição. Segundo a pesquisa, somente 3% dos brasileiros são fluentes em uma língua estrangeira, o que demonstra a urgência em investimentos no ensino de idiomas e, ao mesmo tempo, grande mercado em expansão para as marcas especializadas no ensino de inglês, espanhol, francês, entre outras línguas.

Já de acordo com pesquisas da Pearson International, o Brasil ocupa a penúltima colocação de um ranking mundial que mede os níveis de ensino em países de todo o mundo. Quando pensamos no ensino de idiomas, o Brasil ainda apresenta baixos resultados – o que abre oportunidades interessantes para quem quer investir nesse setor.

Cadastre-se para saber mais sobre esta franquia:

DEIXE UMA RESPOSTA