O mercado de beleza e estética brasileiro atrai investidores – inclusive grandes marcas estrangeiras. É o caso da Não+Pelo, rede espanhola de franquias de depilação, que já tem no Brasil seu maior mercado.

Uma das pioneiras na utilização da fotodepilação com luz pulsada, a Não+Pelo foi fundada na Espanha e chegou ao Brasil com sua primeira franquia há sete anos, pelas mãos do empresário Joaquim Martins, hoje presidente da empresa no país. Atualmente, são 300 unidades ativas no Brasil, o que levou a rede a figurar a lista das 50 maiores franquias do país de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Para 2018, a marca anuncia um forte plano de expansão: a meta é inaugurar 40 novas unidades até o final do ano. Entre as localidades que devem receber novas lojas da Não+Pelo estão Curitiba, Belém, Brasília, Recife, João Pessoa e Rondonópolis.

Trabalhando com um método de depilação que não provoca dor, a rede de franquias atrai a atenção dos clientes, que atende até as pessoas mais sensíveis. Com equipamentos modernos e tratamentos seguros, as lojas oferecem ainda preços acessíveis com tarifa única: o valor da sessão é fixo, independente da área a ser depilada.

Para se tornar um franqueado da marca, o investimento parte de 70 mil reais (mais o capital de giro), com franquias no formato de loja. O ponto comercial deve ter área de 30 150 metros quadrados, e contar com uma equipe de dois a sete funcionários.

Com faturamento médio de 35 mil reais, o prazo de retorno do capital investido está previsto para 18 a 30 meses após o início das operações.

A Não+Pelo projeta alcançar um faturamento de 200 milhões de reais em 2018. A rede está presente em mais de 13 países, contando com mais de 1,3 mil unidades no mundo.

Investimento total: a partir de R$ 70 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 30 mil
Royalties: a partir de R$ 800
Faturamento médio: R$ 35 mil
Prazo de retorno: 18 a 30 meses

DEIXE UMA RESPOSTA