Play Delivery oferece modelo flexível, de baixo custo e alta lucratividade

0
2945
licencialmento play delivery
licencialmento play delivery

selopubliO mercado de delivery tem se provado um excelente nicho para os investidores e um dos poucos que segue inabalável, mesmo em cenários de crise.

Um levantamento do Sebrae identificou que 72% dos estabelecimentos de alimentação recorreram ao delivery para manter o atendimento durante a pandemia. Como reflexo, os gastos dos consumidores com as entregas aumentaram em 94%, segundo pesquisa da Mobbils.

E mesmo agora, com a flexibilização da quarentena e a reabertura dos comércios, o delivery deve seguir como um nicho muito forte. Prova disso é que o Sebrae aponta que 75% dos consumidores pretendem continuar pedindo delivery igual ou mais vezes do que antes da crise.

Mas para apostar nesse mercado, é fundamental se associar à uma marca de sucesso e que tem o know-how necessário para ajudar o parceiro a prosperar. E a Play Delivery tem justamente esse propósito.

No setor de delivery desde 2014, a Play Delivery foi uma das primeiras plataformas a entrar no segmento de agenciamento de entregas e hoje atua em todos os setores – o famoso “delivery de tudo”.

Para desburocratizar o processo de adesão à plataforma e acelerar os resultados dos parceiros, a Play Delivery optou pelo modelo de licenciamento de software. Nele, o licenciado atua prospectando empreendedores locais e entregadores para cadastrar na plataforma.

O método de trabalho dá ao licenciado a liberdade de definir suas próprias estratégias e tabelar os preços da maneira como preferir, além de garantir uma implementação mais simples, econômica e descomplicada.

A companhia não cobra nenhum valor relacionado à estrutura e capital de giro, e também não exige contratação de funcionários ou aluguel de ponto comercial, o que confere ainda mais flexibilidade e economia.

Além de favorecer o licenciado, o formato de negócio da Play Delivery foi pensado para beneficiar toda a cadeia.

Como as taxas de agenciamento são menores do que as de outras ferramentas de entregas e todos os entregadores são MEIs (microempreendedores individuais), o empreendedor tem um custo menor. Os entregadores também aproveitam dessas vantagens, obtendo faturamento maior do que a média de mercado e tendo a possibilidade de definir um valor mínimo para o recebimento das demandas.

Com isso, a Play Delivery criou um modelo que é lucrativo e escalável para os licenciados, e altamente atrativo para os empreendedores locais e entregadores que serão cadastrados na plataforma.

Interior é foco da expansão da Play Delivery

Em franca expansão desde 2018 e com operação em 70 cidades, a Play Delivery dá preferência para cidades do interior em diferentes estados brasileiros e busca empreendedores com capacidade analítica e muita força de vontade para colocar a mão na massa.

O licenciado tem exclusividade sobre a região em que vai atuar e recebe um treinamento completo sobre tecnologia, finanças e operações.

Além disso, há reuniões semanais com um consultor de sucesso que ajudam o parceiro a traçar suas estratégias de crescimento e um canal de suporte que pode ser acionado em qualquer dia da semana.

O valor de implementação do software da Play Delivery depende do tamanho da cidade em que a unidade vai operar, e pode variar entre R$ 10 mil e R$ 45 mil. O payback é rápido: deve acontecer entre 6 e 9 meses.

O faturamento costuma variar, mas a companhia estima uma lucratividade média de 50% a 80% em até 12 meses de operação.

Para saber mais sobre o modelo de licenciamento da Play Delivery e receber um contato da companhia, clique no botão abaixo e cadastre-se!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui