A Calçados Bibi tem planos para crescer além das fronteiras em 2019. A rede de franquias de calçados infantis deve seguir com seu plano de expansão internacional neste ano. A expectativa é inaugurar pelo menos seis novas lojas fora do Brasil.

No ano passado, a Bibi abriu sua primeira unidade na Bolívia, instalada na cidade de Santa Cruz de la Sierra. Além disso, a marca também inaugurou uma nova loja no Peru, na cidade de Lima.

“Daremos sequência ao plano de expansão internacional da marca. Após abrir unidades no Peru e na Bolívia, além de fortificar a presença em tais países, queremos ingressar em outros localizados na América Latina. Nossa projeção é implantar, ao menos, mais seis unidades internacionais em 2019 e fechar o ano com dez pontos em operação no exterior”, comenta a diretora de varejo da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch, em nota divulgada à imprensa.

Além de atuar com lojas da marca no exterior, a Calçados Bibi também exporta seus produtos internacionalmente. Lojistas multimarcas, lojas virtuais e distribuidores de mais de 70 países recebem os produtos da marca. Entre os pontos de exportação estão Estados Unidos, Japão, China, Argentina, Índia e Inglaterra.

No total, a Bibi espera implantar 20 novas lojas em 2019. A expectativa de crescimento para a rede de franquias é de 20%, mesmo índice esperado para a indústria da marca. Com duas fábricas no Brasil, a Bibi produz mais de 2 milhões de pares de calçados por ano.

Em 2018, a empresa conquistou um bom desempenho. Além das unidades internacionais, a Calçados Bibi inaugurou 13 novas unidades em diferentes estados brasileiros, fechando o ano com 110 unidades em operação. O crescimento na rede de franquias foi de 4%.

“Em 2019 completamos 70 anos de atuação e vamos continuar investindo constantemente em inovação, que é uma premissa básica e que está no DNA da empresa”, afirma Kohlrausch.

Para abrir uma franquia Calçados Bibi o investimento 380 mil reais para lojas no formato fit e de 580 mil reais para lojas padrão. Com lucratividade de 12% a 15%, o payback é de, em média, 36 meses.

Investimento total: R$ 380 mil a R$ 580 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil a R$ 50 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 70 mil a R$ 160 mil
Prazo de retorno: 36 meses

DEIXE UMA RESPOSTA