Existem vários fatores que podem atrair ou afastar um consumidor da sua rede de franquias: o atendimento, a qualidade do produto ou serviço, reputação e, também, as formas de pagamento.

Ainda que sua marca conquiste o consumidor pelo ótimo custo-benefício, pode ser que ele desista de comprar porque gostaria de parcelar, e não existe a possibilidade de pagar com cartão de crédito. Ou pode ser que ele não tenha cartão ou seu limite seja insuficiente, mas a rede não disponibilize o pagamento por boleto.

➥ Quer ter uma franquia de sucesso? Confira nosso manual e saiba como fazer uma gestão mais eficiente

Pensando em proporcionar uma experiência melhor e aumentar a gama de clientes que sua rede de franquias pode atender, o ideal é diversificar as formas de pagamento. A boa notícia é que fazer isso não é tão complicado e nem tão custoso como parece!

Entenda o que o cliente quer 

Antes de sair implementando novas formas de pagamento na sua franquia, é importante pesquisar quais são as ferramentas preferidas dos seus clientes. Isso vai te ajudar a investir apenas nas opções que realmente serão utilizadas e evitar gastos desnecessários com taxas e implementação de novos sistemas de pagamento.

Você pode descobrir quais são os meios de pagamento preferidos com uma pesquisa simples, enviada por e-mail, SMS ou mesmo no próprio caixa.

Existem também indicadores globais que podem facilitar sua escolha. Por exemplo, uma pesquisa do Banco Central apurou que 37% dos brasileiros usam cartões de crédito e débito para pagar suas contas. Essa estatísticas pode demonstrar que oferecer a possibilidade de seus clientes pagarem com cartão é uma boa ideia.

Saiba como viabilizar 

Quando você souber quais são os melhores métodos de pagamento para garantir mais praticidade e atrair um público maior, é hora de estudar se a implementação dessas ferramentas é viável na sua rede de franquias.

Se estiver adotando o pagamento por boleto bancário, por exemplo, é importante levantar quais são as ferramentas disponíveis para gerar o documento, quais são as taxas e como a rede vai incluir o processo de geração e envio de boleto para seus clientes. Também é importante lembrar que deve haver um procedimento para conciliação bancária e para a cobrança e reemissão dos boletos em atraso.

Escolha a ferramenta ideal

Existem muitos instrumentos que permitem que você inclua novos meios de pagamento na sua rede de franquias, e o Solutto é um deles. Especializado em franquias, o Solutto já contava com a forma de pagamentos por boleto e, agora, está disponibilizando também a possibilidade de pagar mensalidades com o cartão de crédito.

Com a nova opção, o pagamento mensal é computado automaticamente na fatura do cliente, facilitando a vida do consumidor, que não vai precisar solicitar o boleto. Esse também é um benefício para a franqueadora, já que a automação deste processo reduz a inadimplência por esquecimento e, consequentemente, poupa tempo da equipe de cobrança.

A novidade ainda permite que a franqueadora cobre pagamentos recorrentes ou parcelados sem bloquear o valor total no cartão de crédito do consumidor. Em outras palavras, pegando por exemplo uma franquia de educação, ainda que um curso custe 2 mil reais, parcelado em 10 vezes de 200 reais, o limite do cartão de crédito do cliente será reduzido apenas em 200 reais por mês.

A Solutto também facilita a conciliação bancária e mantém um histórico detalhado dos pagamentos e recebimentos. Em caso de contestação de pagamento por parte do consumidor, esses dados são fundamentais para uma conciliação simples e transparente.

A franqueadora também pode fazer a antecipação dos recebíveis com bastante facilidade e taxas muito atrativas. Esse é um recurso que já está disponível para os boletos, e que agora será assegurado também para os pagamentos em cartão de crédito.

Comunique a mudança e treine os franqueados

Com a nova forma de pagamento escolhida, o próximo passo é comunicar os franqueados sobre a novidade e orientá-los sobre o que vai mudar no dia a dia da franquia.

Se escolher o Solutto, a implementação é simples e dura cerca de um dia. O treinamento de utilização da ferramenta também é rápido, permitindo que as franquias já possam oferecer o novo método de pagamento em poucos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA