A Disensa está apostando na conversão de bandeira para ampliar sua presença no Brasil. Atuante em um dos segmentos que mais cresceram no segundo trimestre de 2019, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), a Disensa se posiciona no mercado de Casa e Construção registrando rápido crescimento em um período de um ano.

A rede é pertencente ao grupo franco-suíço LagargeHolcim, e aterrissou no Brasil no início de 2018 com a proposta de revolucionar o setor de construção, oferecendo produtos melhores e, também, transformando as lojas de bairro atuantes no setor em unidades associadas ao franchising. Atualmente, a rede conta com 100 lojas no Brasil e busca crescimento constante no país por, pelo menos, cinco anos.

A Disensa é uma das maiores redes de franquias especializadas no varejo de material de construção da América Latina. A marca chegou no Brasil com a proposta de transformar, tanto o mercado de produtos e serviços, quanto os modos de empreender no setor.

Com investimento de 8 milhões de dólares, a meta da rede é converter 450 lojas de bairro, especialistas em materiais de construção, em franqueadas da rede até o ano de 2023. No período de um ano, entre a estreia da Disensa no país e a estruturação da franquia, 100 lojistas já se associaram à rede como franqueados. Atualmente, são 59 lojas no Rio de Janeiro, 16 em Pernambuco e 25 lojas na Bahia.

A franqueada Glória Jacinta, que está à frente de uma das unidades do Rio de Janeiro, comenta que os resultados junto à Disensa foram rápidos e que o modelo de negócio garante lucratividade aos pequenos empreendedores. “No primeiro mês de associada Disensa, tivemos um aumento de 30%. Foi uma surpresa porque nós imaginávamos que esse número viria com mais tempo de contrato. Mesmo em meses mais difíceis como janeiro e fevereiro, tivemos lucro”, explica.

Para transformar os empreendedores em franqueados Disensa, a rede aposta em programas de capacitação voltado às áreas de gestão de negócios e gestão de pessoas, marketing, tecnologia e vendas. A rede também garante suporte na modernização das lojas, além de apoio em microcrédito, assistência técnica, e fornecimento de kits para as diferentes fases das obras.

Ainda com foco em uma melhor atuação dos empreendedores no mercado, a Disensa estruturou a Central de Negociação. Os franqueados encontram melhores condições comerciais e de serviços, uma vez que a marca se tornou parceira de 60 fornecedores, oferecendo 25 mil itens negociados. A parceria significa que 80% do mix de produtos das lojas serão adquiridos pelos franqueados a valores mais acessíveis.

Em nota enviada à imprensa, Natalia Cid, gerente geral de varejo da Disensa no Brasil, afirma que a franqueadora busca modernizar os modos de atuação de pequenos e médios empreendedores do mercado de casa e construção, oferecendo as vantagens e a segurança do investimento em franchising.

“Temos como objetivo empoderar esses pequenos lojistas, tornando seus negócios mais eficientes e rentáveis. Os lojistas de bairro que se tornam franqueados da Disensa têm um aumento médio de 40% no faturamento da sua loja. Este crescimento se dá principalmente pela transformação do layout, capacitação profissional e acesso a melhores negociações com fornecedores”, finaliza Cid.

O investimento para a conversão de uma loja em uma franquia é de 110 mil reais. Já para candidatos que desejam abrir uma loja nova, o investimento fica em 400 mil reais.

Investimento total: R$ 110 mil a R$ 400 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 2% do faturamento
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: de 12 a 36 meses

COMPARTILHE
Artigo anterior34 franquias de beleza para 2019
Próximo artigoMr Fritz Delivery projeta 13 unidades para 2020
Luísa Campos
Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto. Escolheu essa profissão pela paixão por escrever. Descobriu que pode se reinventar e continuar contando histórias de sucesso em negócios, tecnologia e inovação.

DEIXE UMA RESPOSTA