No mercado de moda íntima desde 1966, a Hope vem passando por uma reengenharia de custos para a implementação de lojas em cidades com mais de 50 mil habitantes. E este novo posicionamento da marca, que teve início em 2016, já está rendendo bons frutos para a rede de franquias.

De acordo com a empresa, por conta dessa reestruturação, no ano passado houve a inauguração de novas 25 lojas, totalizando 165 unidades distribuídas pelo país. E a meta para 2017 é inaugurar outras 30 novas unidades, seguindo com a estratégia de crescer com modelos de negócio mais compactos.

Conhecido como Store, esse modelo de negócio tem um investimento inicial de 180 mil reais, sendo que nesse valor está incluso taxa de franquia, estoque inicial e a estrutura necessária para que a loja funcione.

Além disso, a empresa recomenda que o franqueado tenha em caixa ao menos um mês de faturamento para usar como capital de giro, sendo que a Hope não cobra royalties, mas conta com uma taxa mensal de 2% sobre o faturamento usada para publicidade.

Para os interessados em ter o próprio negócio, a rede proporciona suporte para escolha do ponto, negociação com análise financeira e consultoria na operação. Aliás, outro formato que a marca oferece é o Hope Sob Medida, que são espaços exclusivos dentro de lojas multimarcas, também conhecidos como modelo Store in Store, com o objetivo de qualificar o varejo multimarcas em cidades onde o sistema de franchising não se mostra viável, em função do número de habitantes, economia, entre outros fatores.

Modelo Store
Investimento total: a partir de R$ 180 mil
Taxa de franquia: R$ 15 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio mensal: R$ 60 mil
Prazo de retorno: de 24 e 36 meses

Modelo HOPE
Investimento total: a partir de R$ 280 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio mensal: R$ 110 mil
Prazo de retorno: de 24 e 36 meses

DEIXE UMA RESPOSTA