O Kumon, maior rede de franquias de educação do país, tem planos para continuar crescendo. A previsão da empresa é inaugurar 140 novas unidades até o fim de 2019.

Além do número de unidades, o Kumon também projeta um crescimento de 8% no número de alunos matriculados em escolas da rede em todas as regiões do Brasil. O faturamento da marca também deve subir, crescendo cerca de 6% em comparação ao registrado em 2018.

Os planos de expansão já começaram o ano a todo vapor. Durante os meses de janeiro e fevereiro, o Kumon contabilizou a abertura de 59 novas unidades. No total, 16 estados receberam novas franquias da marca, distribuídos pelas cinco regiões brasileiras: são 28 novas unidades na região Sudeste, 11 no Centro-Oeste, dez no Sul, seis no Nordeste e quatro na região Norte.

Com isso, a rede comemora também a chegada em alguns novos territórios. Cidades como Tietê (SP), Tubarão (SC), Juara (MT), Venda Nova do Imigrante (ES), Patos (PB), Cachoeira do Sul (RS) e Santa Cruz do Sul (RS) estão recebendo sua primeira unidade do Kumon.

Atualmente, o Kumon está no na sétima posição no ranking das 50 maiores franquias do Brasil, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Já são mais de 1.450 unidades em operação, que atendem mais de 180 mil alunos.

A rede oferece cursos de matemática, português, inglês e japonês para alunos de diferentes idades, atendendo desde crianças até idosos. Os cursos abrangem conteúdos que vão da pré-escola ao ensino superior, trabalhando com um método de ensino próprio que estimula a capacidade de do aluno de aprender por si só, raciocínio lógico, interpretação, independência, responsabilidade e concentração.

Segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa da marca, o Kumon tem planos de levar o método para um maior número de pessoas e captar novos franqueados.

“Planejamos investir recursos na rede franqueada, na área de marketing, no desenvolvimento e/ou reformulação de material didático entregue para os alunos, além de treinamento da equipe”, comenta Julio Segala, diretor de marketing do Kumon, em nota divulgada à imprensa.

Para abrir uma unidade da franquia de educação, o investimento parte de 35 mil reais e o processo de abertura leva, em média, nove meses.

Os dados de investimento a seguir são divulgados pela ABF.

Investimento total: R$ 35,5 mil a R$ 64,8 mil
Taxa de franquia: R$ 3,5 mil a R$ 5,8 mil
Royalties: 40% do preço sugerido dos cursos
Faturamento médio: R$ 27 mil
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA