Como lidar com um franqueado “problema”

0
2191
franqueado problema
franqueado problema

Parceiros fundamentais para o crescimento da sua marca, de vez em quando os franqueados também pode se tornar fontes de dor de cabeça.

Por mais rigoroso que seja o processo seletivo da sua rede – e ele deve ser -, é impossível evitar completamente contratempos deste tipo. Mas, quando eles aparecem, é fundamental resolvê-los o mais rapidamente possível. Um franqueado problemático é capaz de atrapalhar os resultados da rede toda.

Um tipo difícil é aquele que ignora as regras da marca e administra sua unidade de acordo com a sua própria vontade. Outro franqueado “problema” é aquele que rejeita qualquer mudança proposta pela franqueadora e tenta bloquear qualquer inovação.

Tem ainda aquele que, seja porque não está seguindo as regras, porque enfrenta problemas pessoais ou mesmo porque enfrenta problemas imprevistos na sua área de atuação, não consegue entregar os resultados esperados.

Em todos os caso, é fundamental ter jogo de cintura – afinal, estamos falando de parceiros e não de inimigos – e tentar lidar com a situação. Veja algumas dicas para lidar com eles:

Cumpra com suas obrigações

Primeiramente, sempre cumpra com o que prometeu – só assim você terá como exigir as contrapartidas do franqueado. O franqueador responsável nunca deixa os franqueados na mão. Forneça todo suporte necessário, acompanhe os resultados de todas as unidades, aponte erros e sugira ajustes. O trabalho sério e comprometido costuma atrair pessoas igualmente comprometidas.

Evite medidas radicais

Antes de partir para soluções extremas – como rescindir o contrato de franquia –, tente dialogar. Medidas muito drásticas podem prejudicar a imagem do seu negócio, afastando possíveis franqueados. Se a relação estiver tensa, busque intermediários para acalmar os ânimos, como o advogado da sua marca, que deve acompanhar todo o processo.

Tenha protocolos

Os casos típicos mencionados acima aparecem em todas as redes. Então previna-se e crie procedimentos para lidar com eles. Por exemplo; toda vez que a rede for lançar uma novidade, além da comunicação padrão, faça um evento presencial para tirar todas as dúvidas e apresentar as vantagens àquele grupo de franqueados que costuma se mostrar mais resistente.

Adote soluções rápidas

Agir com cautela não significa deixar a situação se arrastar. Quanto antes você agir para resolver o problema, melhor. Algumas redes de franquias já têm equipes especializadas em diagnosticar unidades problemáticas e implantar soluções testadas e aprovadas na rede. Acione-os assim que a alarme de “problema” soar.

Cumpra o contrato

Nos casos extremos, em que nada disso resolver, o caminho são as advertências e, se nada mudar, a rescisão do contrato de franquia. Nessa situação, o que está estabelecido em contrato deve ser seguido à risca, para evitar disputas na Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui