Hard skills e soft skills: o que procurar nos franqueados?

0
1280
hard skills soft skills franqueados
hard skills soft skills franqueados

De alguns anos para cá, os termos “hard skills” e “soft skills” passaram a fazer parte da comunicação dos profissionais de recrutamento – principalmente daqueles que fazem parte de companhias globais.

Esses jargões, porém, representam conceitos bem simples e que podem ser trazidos para o franchising na hora de avaliar os candidatos a franqueado.

Na sequência, vamos entender o que são soft skills e hard skills e te ajudar a entender que tipo de características dentro dessas categorias você deve buscar nos franqueados da sua rede.

O que são hard skills e soft skills

As hard skills são basicamente capacidades técnicas e que podem ser apreendidas em ambiente acadêmico, como uma graduação, um MBA ou um curso de especialização, por exemplo.

Elas podem ser medidas facilmente através de avaliações de conhecimento simples, como uma prova ou teste, e seus resultados podem ser comparados com os outros candidatos.

Já as soft skills são as habilidades sociocomportamentais. Elas estão mais relacionadas à características pessoais do franqueado, como proatividade, capacidade analítica e persuasão.

Como são aspectos intangíveis e difíceis de serem medidos, as soft skills precisam ser identificadas através de outros mecanismos, como dinâmicas de grupo e questionários de avaliação de perfil comportamental.

Como encontrar franqueados com as habilidades certas

Nesse ponto já deu para perceber que esses dois tipos de capacidades são fundamentais para o franchising, certo?

Afinal, de nada adianta ter um franqueado que tenha estudado gestão de negócios, se ele for não tiver habilidades para fazer networking ou não acompanhar os princípios éticos da rede.

Por outro lado, apenas ser resiliente e ter boa comunicação talvez não seja o suficiente para cuidar da administração de um negócio como se deve.

Por isso, o ideal ao formular ou ajustar o perfil de franqueado é levantar tanto habilidades técnicas quanto características comportamentais. Algumas dicas para esse processo são:

Entender o que é mandatório e o que pode ser flexibilizado

Existem certas características que são essenciais para o seu segmento e para o modelo de negócio que sua franquia tem, mas outras podem ser flexibilizadas.

Por exemplo, ter conhecimento e identificação com o setor de atuação é muito importante, mas talvez não seja obrigatório que o interessado tenha feito uma graduação na área.

Criar treinamentos focados no desenvolvimento do franqueado

Os treinamentos não servem apenas para que os novos franqueados aprendam como trabalhar no dia a dia, mas também podem ajudar a desenvolver soft e hard skills que vão fazer a diferença na evolução da franquia.

É muito importante que o time que desenvolve os materiais de capacitação e reciclagens saiba muito bem quais são as características e habilidades que os franqueados precisam aperfeiçoar para que possam produzir treinamentos ainda melhores.

Definir o que sua franquia não deseja

Também vale a pena pontuar quais são as características que sua franquia não deseja em um candidato.

Isso é importante porque, ao detectar uma qualidade que faça parte desta lista, ela pode acabar mostrando que não é possível seguir com o processo de adesão à franquia.

Ajustar conforme for necessário

Naturalmente, mudanças de mercado, surgimento de novos modelos de negócio e a própria evolução da franquia podem levar a franqueadora a sentir a necessidade de ajustar as características necessárias para os franqueados.

Se a sua rede está nesse momento, não tenha medo e mudar!

Mas lembre-se de ter o cuidado de atualizar o perfil ideal do franqueado e de reposicionar a equipe comercial para que as novas estratégias sejam absorvidas por todos os elos do processo de expansão.

Se for uma habilidade importante para toda a rede, vale a pena promover um treinamento intensivo para atualizar seus parceiros e manter a conformidade.

Agora você já sabe o que significam hard e soft skills e também quais são os pontos que precisam ser avaliados na hora de definir as habilidades técnicas e comportamentais dos seus franqueados. Aproveite a visita e confira mais conteúdo para franqueadores no Manual do Sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui