Milon cresce 19% no primeiro trimestre do ano

0
300
milon cresce no primeiro trimestre do ano
milon cresce no primeiro trimestre do ano

A rede de moda infantil Milon teve um bom crescimento no primeiro trimestre desse ano. A Milon expandiu 19% em lojas comparáveis, em relação ao período homólogo. Conforme a franqueadora, o resultado dos três primeiros meses do ano é uma continuação do crescimento que a rede teve em 2022, ano que inaugurou 17 operações e cresceu 55% em comparação a 2021.

Para esse ano, a rede de moda infantil estima chegar em 15 novas operações, sendo que o foco são os estados do Nordeste e Sudeste. A ideia da Milon é que já nos próximos meses ela abra cinco novas unidades.

Dentre as novidades que a companhia visa trazer para 2023, está uma colaboração com a marca Kyly, com uma linha de pijamas que brilham no escuro e o lançamento da coleção Outono Inverno. Nesse sentido, a rede acredita contribuir com o crescimento dos seus franqueados e expandir em novos locais.

“Identificamos uma carência de lojas de vestuário voltadas exclusivamente para o público infantil, em shopping centers. Temos oportunidades para expandir em diferentes regiões. Dessa forma, queremos encerrar o ano com 110 operações exclusivas Milon, oferecendo aos consumidores uma gama de produtos de qualidade, design e alto valor percebido”, comenta Claudinei Martins, diretor-executivo comercial e de marketing do Grupo Kyly, detentor da Milon.

Modelo de franquia da Milon

Atualmente, a Milon busca por empreendedores que possam se dedicar integralmente à franquia e que se identifiquem com os valores do Grupo Kyly.

Além disso, Claudinei Martins também reforça que o franqueado deve ter um espírito empreendedor, empatia, facilidade de relacionamento, afinidade com a moda e o público infantil, habilidade de liderar e motivar equipes e encantar-se com a Milon.

Esses empreendedores encontram na Milon duas possibilidades de investimento em modelos destinados a shopping centers: o tradicional e o Open Front, lançado em 2021, que traz um conceito que explora lojas sem vitrine. Para isso, eles devem ter investimento inicial de R$ 350 mil, e esperar o retorno a partir de 24 meses e faturamento médio de R$ 130 mil mensalmente.

Milon

Milon
Investimento: R$ 350.000
Faturamento: R$ 130.000
Prazo de Retorno: meses

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui