A Sorvetes Rochinha pretende crescer 25% em faturamento no ano de 2017 e, para tanto, aposta no modelo de microfranquia ideal para shoppings, espaços comerciais como galerias, condomínios empresariais ou em lugares de food truck.

O quiosque Rochinha tem porte para exposição de 24 sabores de sorvetes de massa e 27 de picolés simultaneamente. O investimento inicial do modelo é de R$ 89,5 mil. Este valor, segundo a marca, garante uma estrutura entregue em regime de comodato.

“Essa é uma nova era do empreendedorismo, por isso, pensamos numa estrutura enxuta, mas que não deixa de ser completa, que valha o investimento dos novos empreendedores”, explica Lupercio Moraes, sócio-presidente da marca.

Para a empresa, a grande sacada do quiosque é a facilidade da operação. “O carrinho é emprestado, ou seja, o empreendedor não paga por ele. Além disso, o atendimento pode ser feito por apenas um funcionário, o sistema de informática é totalmente didático e o estoque a seco garante a qualidade do produto dentro do próprio carrinho”, explica André Lopes, gerente de franquias da Sorvetes Rochinha.

Além disso, a empresa, que já abriu distribuição em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e Ribeirão Preto, pretende ampliar pontos de venda e franquias nessas regiões, além de apostar na capital paulista.

Investimento total: R$ 89,5 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil
Royalties: de setembro à maio, R$ 750; de junho à agosto, R$ 500,00
Faturamento médio mensal: R$ 70 mil
Prazo de retorno: 18 meses

COMPARTILHE
Artigo anterior10 franquias de padarias e confeitarias para investir
Próximo artigoConfira 13 franquias focadas na classe C
Avatar
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA