Desde 2013, a marca mundial de beleza The Body Shop está presente no Brasil, seja dentro das lojas Empório Body Store ou em lojas próprias da marca. E agora a intenção da empresa é dobrar de tamanho até 2023, investindo pesado no formato quiosque.

Desde de 2015, foram abertos 13 novos pontos de venda já com a bandeira The Body Shop. A previsão, até o final de 2016, é de abrir mais 30 unidades, sendo 20 quiosques e 10 lojas.

“Agora o nosso foco de expansão é na região Nordeste e Centro Oeste, porém ainda com grandes oportunidades no Sul e Sudeste, onde a marca já está mais estabelecida”, avalia Nathalie De Gouveia, diretora de expansão da The Body Shop.

O plano agressivo de expansão, segundo Jeremy Schwartz, CEO Internacional da The Body Shop, é por conta do bom desenvolvimento da rede de franquias em solo nacional. “Estamos muito satisfeitos por ter no Brasil uma seleção de nossos produtos best-sellers para corpo, mãos e pés, escolhidos para atender às necessidades das mulheres brasileiras.”

Além disso, a rede de franquias pensa em crescer, também, no desenvolvimento de novas invenções. Até 2017, cerca de 90 produtos serão fabricados no Brasil, o que significa cerca de 20% do portfólio da marca.

“Hoje, 94% dos produtos são feitos com ingredientes provenientes das comunidades ao redor do mundo, das quais três estão no Brasil: em Capanema, no Paraná (produção de soja), Lago do Junco, no Maranhão (produção de babaçu) e São Paulo (álcool orgânico)”, conta Nathalie.

Fundada em 1976 em Brighton, na Inglaterra, a The Body Shop é uma marca internacional de beleza com 3.050 lojas em 63 países. No Brasil, conta com 111 pontos de venda em todas as regiões.

Quiosque The Body Shop
Investimento total: de R$ 100 a 150 mil
Royalties: 60%
Faturamento médio mensal: R$ 45 mil
Prazo de retorno: 12 meses

COMPARTILHE
Artigo anteriorFranquia Subway: como abrir e quanto custa
Próximo artigo31 franquias de fast-food para investir
Avatar
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA