A 26ª edição da ABF Franchising Expo já começou. Do dia 21 ao dia 24 de junho, cerca de 400 marcas devem participar da feira de franquias mais tradicional do mercado brasileiro. Entre as novidades, várias redes aproveitam para apresentar novos modelos de negócio aos potenciais investidores.

O lançamento de novos modelos de franquia buscam encontrar perfis diferenciados de franqueados e impulsionar a expansão da rede. Várias franqueadoras apostam em franquias mais compactas, com modelos enxutos e custo de investimento mais baixo.

Além disso, há redes que inovam com modelos em formatos diferenciados, visando oferecer novas experiências aos consumidores da marca.

A seguir você confere algumas marcas que estão apresentando novos modelos de negócio de franquias na feira da ABF. Os dados são divulgados pelas assessorias das redes.

Global Study

A Global Study, franquia de agências de intercâmbio, está lançando um novo modelo de franquia com foco em cidades com menos de 300 mil habitantes.

O novo modelo, chamado de Global Study City, tem investimento inicial de 60 mil reais e prazo de retorno de investimento estimado de 12 a 18 meses. A taxa de franquia é de 20 mil reais e o investimento em instalação – incluindo o projeto arquitetônico, mobiliário e equipamentos – também é de 20 mil reais.

Em 2016 a Global Study registrou um crescimento de 40% no faturamento e, para este ano, a expectativa é manter esse percentual de crescimento. A estratégia de apostar em cidades pequenas visa impulsionar a expansão da empresa, ampliando a presença da rede no país e aumentar o acesso a serviços de intercâmbio.

Clinicão Veterinária

Com mais de 20 anos de atuação no mercado pet, a Clinicão Veterinária aproveita a ABF Expo 2017 para apresentar um modelo de negócio mais enxuto para novos franqueados, o Consultório Smart.

Na nova modalidade o franqueado poderá oferecer serviços como banho e tosa, vacinação, venda de medicamentos e alimentos e atendimento veterinário para cães e gatos. A área indicada para o modelo de franquia Smart é de 50 metros quadrados.

Para investir neste modelo o investimento inicial é de 96,4 mil reais, sendo que 25 mil reais correspondem à taxa de franquia. O faturamento médio mensal é de 70,8 mil reais, com prazo de retorno de investimento de 12 a 18 meses.

Além do modelo Smart, a Clinicão oferece também dois outros formatos: o Consultório Veterinário, com investimento de 237,4 mil reais, e a Clínica Veterinária, com investimento a partir de 323,7 mil reais.

10 Pastéis

A rede de pastelarias 10 Pastéis participa da feira da ABF com a exposição de duas novidades em formatos de franquias: o rodízio de pastéis e o trailer.

Para demonstrar os dois novos modelos de negócio, a empresa marca presença em dois espaços diferentes na feira. No estande, o foco é apresentar o modelo de rodízio; já no local de alimentação, é feita a demonstração do modelo trailer.

O investimento inicial em uma franquia da rede varia entre 150 mil reais e 400 mil reais, com retorno de investimento estimado de 24 a 36 meses. O faturamento médio é de 65 mil reais.

A 10 Pastéis espera chegar ao final de 2018 com 60 lojas ativas e, atualmente, tem como foco de expansão a região Sudeste.

Mapa da Mina

A Mapa da Mina chega à ABF Expo 2017 com um novo modelo de microfranquia. Com a novidade, a rede de franquias de semijoias pretende oferecer aos franqueados baixo custo operacional e alta rentabilidade.

O modelo de microfranquia funciona através de torres de produtos, inseridas em estabelecimentos comerciais parceiros – salões de beleza, lojas de cosméticos e perfumarias. O franqueado pode expandir a operação neste modelo com até 30 torres.

Embora a venda direta aos consumidores não fique a cargo do franqueado, o investidor da rede tem como missão treinar um representante de vendas no ponto comercial, prospectar pontos de venda e realizar a reposição de produtos nas torres.

Para investir no modelo de microfranquia, chamado de Express, o capital total é de 50 mil reais. A taxa de franquia é de 10 mil reais e não há necessidade de investir em instalação de ponto comercial próprio. O prazo de retorno de investimento é de 12 a 18 meses.

O foco da marca é expandir na região Sudeste, com destaque para os estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Gigatron

Atuante no segmento de serviços de tecnologia, a Gigatron tem grandes expectativas para sua segunda participação na feira de franquias da ABF. A marca espera captar 200 leads diários e fechar cerca de 15 novas franquias no evento.

Para isso, uma das apostas para atrair interessados é a apresentação de um novo modelo de negócios, o contêiner. O novo formato segue as especificações do tradicional modelo de Certificado Digital da rede, mas com atendimento realizado dentro de um contêiner.

A nova modalidade busca oferecer ao franqueado mobilidade e flexibilidade: o modelo de loja contêiner pode se locomover para diferentes locais, incluindo eventos, visando ampliar o faturamento e a lucratividade do negócio.

O investimento inicial em uma franquia no formato contêiner é de 40,5 mil reais, incluindo os valores de taxa de franquia, instalação e capital de giro. O faturamento bruto é de 45 mil reais, com lucratividade média de 20 mil reais. O payback estimado é de 12 a 18 meses.

Patroni

A rede de pizzarias Patroni apresenta na feira de franquias seu quarto modelo de negócios. Chamado Casa do Don, o modelo traz um conceito temático que tem como objetivo remeter os clientes à decada de 1990, época da inauguração da primeira loja da marca.

O novo modelo deve ser instalado em lojas de rua e pretende oferecer uma experiência gastronômica diferenciada. O projeto visa resgatar a tradição italiana, trazendo nas lojas salão, bar, mesa de pôquer, ambiente caracterizado e adega.

Para investir no modelo Casa do Don é necessário um capital inicial de a partir de 625 mil reais, dos quais 75 mil reais correspondem à taxa de franquia. O faturamento médio fica entre 150 mil reais e 220 mil reais, com prazo de retorno de investimento de 18 a 36 meses.

A expectativa da Patroni é que o novo formato contribua para a meta de aumentar o faturamento da rede em 12% até o final do ano e fechar 2017 com 50 novas franquias.

DEIXE UMA RESPOSTA