As franquias de assistência técnica têm tudo para crescer e ganhar cada vez mais espaço em um mercado de alto potencial. Oferecendo serviços de alta demanda e modelos de baixo investimento, as redes do segmento são uma opção atrativa para quem pensa em abrir uma franquia de serviços.

“Em uma economia que caminha muito para o compartilhamento, por consertar ou invés de trocar, investir em assistência técnica, seja ela para qual produto for, é estar atento a uma forte tendência para o futuro”, afirma Milena Lidor, diretora Geral da Franquear Consultoria e consultora de Franchising.

➥ Busca franquias de assistência técnica? Confira nosso guia de tecnologia (com valores de investimento)

A boa notícia é que o contingente de aparelhos que podem precisar de serviços de assistência é vasto, especialmente quando falamos de celulares e smartphones. De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil já soma mais de 235 milhões de celulares ativos.

O número de computadores também é alto: são 174 milhões de computadores em uso no país. O dado, que considera tanto desktops quanto notebooks e tablets, foi apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Nesse cenário, as franquias do segmento de comunicação, informática e eletrônicos crescem em ritmo acelerado. Segundo relatório da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor está entre os cinco que mais cresceram no segundo trimestre de 2018. Com um aumento de 9,8% no faturamento, as redes dessa área movimentaram 1,27 bilhões de reais entre abril e junho deste ano.

Além dos bons números do setor, quem pensa em investir em franquias de assistência técnica encontra possibilidades de investimento acessíveis, com opções de franquias baratas. Há modelos de franquias para trabalhar em casa, quiosques de serviços e lojas com estruturas compactas que não exigem alto capital para instalação.

O portfólio de serviços – que inclui soluções como troca de telas, recuperação de aparelhos que molharam e higienização interna – pode ainda ser complementado pela venda de produtos, como acessórios e eletrônicos. Assim, a rentabilidade desse tipo de negócio pode ser bastante atrativa, com curto prazo de retorno do capital investido.

Junto às boas promessas estão os desafios do setor de assistências técnicas. O primeiro deles, segundo Milena Lidor, é a prospecção de clientes.

“Assim como qualquer negócio no segmento de serviços, o desafio maior é o início da operação, no qual a empresa ainda não é conhecida e precisa criar sua carteira de clientes. Investimento em mídia é necessário, bem como muito relacionamento e abordagem para abrir portas com seu público alvo. Sempre digo que investir em um negócio do segmento de serviços tem um desafio maior de prospecção, pois não existe um produto que o cliente entra na loja, pega, paga e vai embora. É necessário um esforço de vendas mais forte”, explica a consultora.

Esse esforço de vendas mais forte pode ser ainda mais acentuado em franquias home based, afinal, essa modalidade de trabalho não conta com um ponto comercial que chama a atenção de consumidores. Portanto, é fundamental investir em boas estratégias de marketing, tanto online quanto ações regionais.

“Depois disso o esforço tem que ser em manter uma equipe preparada, treinada para entregar tudo o que foi combinado com excelência, mantendo assim o cliente na empresa, retendo-o e praticando ações para aumentar cada vez mais seu encantamento com a empresa. Com um pouco de atenção nas necessidades e expectativas desse cliente, não será difícil conseguir”, acrescenta Milena.

Como escolher a franquia de assistência técnica ideal

Quem decide entrar no mercado de assistência técnica por meio de franquia deve ficar atento às opções disponíveis para escolher ideal para seu perfil. Portanto, é preciso ir além dos valores de investimento inicial.

Como a qualidade de atendimento é um dos fatores mais cruciais para o sucesso do negócio, avaliar que tipos de treinamentos e suporte a franqueadora oferece aos franqueados. Aqui, contar com um suporte técnico, manuais de operação e capacitação para realizar os serviços que a rede traz em seu portfólio faz toda a diferença na performance da unidade.

“Um fator importante ao investir em serviços, é entender de que forma a franqueadora auxiliará em marketing, tanto off quanto online, uma vez que a necessidade de ter ações de divulgação é latente desde o início das atividades, aliás, antes mesmo de iniciar as atividades da unidade”, reforça Milena.

Avaliar quais são os tipos de serviços oferecidos, marcas atendidas e mix de produtos vendidos também deve fazer parte do processo de escolha da franquia ideal.

Por fim, Milena alerta para a necessidade de conferir de perto os números do negócio, atentando-se não só no investimento para abrir a unidade mas também nas projeções de retorno.

“Não abra mão de analisar os números dos demonstrativos financeiros, sobretudo o ‘time’ que apresenta de início de faturamento. Negócios no segmento de serviços tendem a demorar alguns meses para gerar faturamento suficiente para cobrir as despesas. Isso precisa estar previsto no cálculo que irá demonstrar o quanto é necessário ter de capital de giro”, finaliza a consultora.

A seguir você confere algumas opções de franquias de assistência técnica. Os dados foram informados pelas empresas ou são divulgados pela ABF.

1Suporte Smart

A Suporte Smart oferece serviços de manutenção e reparos para smartphones e tablets de marcas diversas. São dois modelos de franquia: o de loja física tradicional e o home based, no qual o franqueado atua como um técnico delivery e vai até o cliente para prestar serviços nos aparelhos.

Investimento total: R$ 2,2 mil a R$ 35 mil
Taxa de franquia: R$ 997 a R$ 16,9 mil
Royalties: R$ 247 a R$ 954
Faturamento médio: R$ 5 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: 1 a 16 meses

2Resolve Celulares

A Resolve Celulares, que atende celulares e tablets, conta com dois modelos de negócio para franqueados: loja física e home based. Entre os serviços oferecidos pela rede estão recuperação de aparelhos que molharam, reparo da placa principal, troca de touch screen, troca de display, restauração de software, troca de bateria, entre outros.

Investimento total: R$ 8,99 mil a R$ 28,9 mil
Taxa de franquia: R$ 4,99 mil a R$ 10,42 mil
Royalties: R$ 320 a R$ 680
Faturamento médio: R$ 6,5 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: 4 a 7 meses

3Sr. Computador

A Sr. Computador é uma rede de franquias de assistência técnica especializada em computadores. O portfólio de serviços inclui formatação, backup de dados, manutenção técnica in loco e planos de suporte personalizados para empresas. As franquias podem ser home based, de loja física ou conversão de bandeira.

Investimento total: R$ 13 mil a R$ 95 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: R$ 937
Faturamento médio: R$ 15 mil
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

4Conserta Smart

A Conserta Smart trabalha com serviços de assistência técnica para diferentes tipos de aparelhos: desktops, notebooks, tablets, smartphones e televisores. Além dos serviços, a marca atua também com a venda de acessórios. As franquias são de loja.

Investimento total: R$ 18,9 mil
Taxa de franquia: R$ 18,9 mil
Royalties: R$ 990 a R$ 1,9 mil
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 3 a 6 meses

5Futuro Smart

A Futuro Smart é especializada no reparo e manutenção técnica de smartphones. O modelo de franquia segue um padrão fixo que pode ser adaptado conforme a região em que a unidade será instalada. Há oportunidades inclusive para cidades pequenas, de até 50 mil habitantes.

Investimento total: R$ 22 mil a R$ 35 mil
Taxa de franquia: R$ 9,9 mil a R$ 16,9 mil
Royalties: R$ 500 a R$ 1 mil
Faturamento médio: R$ 8,5 mil a R$ 22 mil
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

6Rede Multi Assistência

A Rede Multi Assistência oferece serviços de assistência técnica para celulares, notebooks, tablets, televisores e vídeo games – são mais de 150 tipos de serviços no total. As franquias têm modelo de loja física e também contam com venda de acessórios.

Investimento total: a partir de R$ 22,9 mil
Taxa de franquia: R$ 22,9 mil a R$ 92,5 mil
Royalties: R$ 798 a R$ 1.898
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: não informado

7#Hashtec

A proposta da #Hashtec é de se posicionar como uma franquia de serviços rápidos, oferecendo reparos e consertos em smartphones de diferentes marcas em até 40 minutos. As unidades também comercializam acessórios, fazem aplicação de película e vendem celulares seminovos. As franquias podem ser de loja ou quiosque.

Investimento total: R$ 64,9 mil a R$ 129,9 mil
Taxa de franquia: R$ 19,9 mil
Royalties: R$ 1,5 mil
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 12 a 16 meses

8Senhor Smart

A Senhor Smart atua com assistência técnica, manutenção e reparo para celulares, tablets, laptops, smartwatch e outros gadgets (drones, VRs, fones de ouvido, caixas de som, babá eletrônica, entre outros), além de vender acessórios. São três modelos de franquia de loja: express, padrão e premium.

Investimento total: R$ 72,4 mil
Taxa de franquia: R$ 19,9 mil
Royalties: R$ 750
Faturamento médio: R$ 40 mil
Prazo de retorno: 3 a 6 meses

9Hospital Mais Phone

A Hospital Mais Phone é especializada em assistência técnica para celulares e tablets. Fundada como Hospital do iPhone, a marca mudou de nome e ampliou sua atuação para atender tanto aparelhos com sistema operacional iOS quanto Android. As franquias são de loja.

Investimento total: a partir de R$ 100 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil
Royalties: 5% faturamento bruto
Faturamento mensal: R$ 55 mil
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

10Celular Gold

franquias de assistência técnica

No mercado desde 1996, a Celular Gold é especializada em serviços de assistência técnica para celulares e tablets de diferentes marcas, incluindo soluções como troca de telas, atualização de software, higienização, reparos eletrônicos em placas e backup de dados. Além disso, a marca trabalha com a venda de celulares seminovos e acessórios para dispositivos móveis. O modelo de franquia é de loja física.

Investimento total: R$ 120,9 mil
Taxa de franquia: R$ 19,9 mil
Royalties: 10% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 20 mil a R$ 50 mil
Prazo de retorno: 18 meses

11Loft

Com foco em design e inovação, a Loft trabalha com a venda de acessórios e periféricos eletrônicos – são mais de 1 mil produtos no catálogo, que conta com lançamentos mensais. Além da venda dos produtos, os franqueados podem optar por oferecer serviços de assistência técnica nas unidades, que podem ser no formato de loja ou quiosque.

Investimento total: R$ 150 mil a R$ 200 mil
Taxa de franquia: R$ 25 mil
Royalties: 6% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 85 mil
Prazo de retorno: 10 a 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA