Calçados Bibi lança dois modelos de franquias mais enxutos

0
1570
microfranquia bibi
microfranquia bibi

Se preparando para a nova realidade, a Calçados Bibi anuncia a criação de novos modelos de negócio. São dois novos conceitos de franquias: a franquia Light e a microfranquia.

Em expansão desde 2008, a Bibi tem como modelo tradicional a loja Standard, com investimento a partir de R$ 580 mil e foco em shopping centers de capitais. Agora, com os novos formatos, a rede passa a oferecer franquias mais enxutas e econômicas, voltadas especialmente para a instalação em cidades menores ou shoppings fora das grandes metrópoles.

O modelo Light foi desenvolvido visando cidades com, em média, 200 mil habitantes. O investimento é de R$ 300 mil, valor que já inclui taxa de franquia, primeiro estoque, instalações, tecnologia e capital de giro.

“Além de ser enxuto e apresentar um investimento menor, criamos um layout de loja totalmente diferente para este projeto, que carrega todo o DNA e propósito da Bibi. Utilizaremos soluções tecnológicas para entregar uma experiência diferenciada e sem atrito aos clientes. Ou seja, a operação estará totalmente alinhada com os projetos de transformação digital que desenvolvemos para atender os clientes, de acordo com novos hábitos de consumo”, conta Andrea Kohlrausch, presidente da Calçados Bibi, em nota divulgada à imprensa.

Já a proposta do modelo de microfranquia tem um alvo diferente: lojistas multimarcas de cidades do interior, com até 100 mil habitantes. O investimento é de R$ 90 mil, também incluindo taxa de franquia, primeiro estoque, instalações, tecnologia e capital de giro.

Com a microfranquia, é possível instalar um espaço da Calçados Bibi dentro de lojas multimarcas que trabalham com produtos infantis. A logo da Bibi deve ser inserida na fachada da loja, e a franqueadora disponibiliza o sistema de gestão e os projetos de transformação digital da franquia.

“Para se ter ideia, a rede cresceu 245% nos canais digitais de janeiro a junho de 2020, se compararmos com o mesmo período do ano passado. Com certeza isso se torna atrativo para os empreendedores que entrarem nesta modalidade [de microfranquia]”, destaca Kohlrausch.

Entre as estratégias de digitalização da Bibi estão a Prateleira Infinita, que integra as lojas físicas com o canal online; o Bibi Delivery e Bibi Home, no qual os clientes compram via WhatsApp diretamente com a vendedora e recebem os produtos em casa; e o Caixa Móvel, que permite agilidade no atendimento no PDV.

A primeira operação de microfranquia foi aberta na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Já as cidades de Araguaína (TO), Sinop (MT) e Brasília (DF) serão as primeiras a receber lojas no formato Light.

A expectativa da Calçados Bibi é chegar a pelo menos 25 pontos de operação das novas modalidades até o final de 2020 — 10 microfranquias e 15 franquias Light.

1

Calçados Bibi

Calçados Bibi
Investimento: R$ 450.000 até R$ 580.000
Faturamento: R$ 70.000 a R$ 160.000
Prazo de Retorno: 36 meses

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui