Como saber se uma franquia é confiável?

0
154
como-saber-se-uma-franquia-e-confiavel

Com tantas opções que o mercado de franquias oferece, é comum que os empreendedores se questionem se uma franquia pretendida é confiável.

A verdade é que, mesmo o franchising sendo um dos caminhos de maior sucesso para quem pensa em gerir um negócio, é importante se atentar a alguns aspectos para decidir assertivamente na hora de escolher uma franquia.

Dessa maneira, o novo franqueado terá certeza de que comprou uma franquia que é confiável, está apta a prestar um bom treinamento, oferecerá o suporte que ele precisa e também de que seu modelo de negócio é bem estruturado.

Para fazer a escolha certa, o primeiro passo é realizar uma ampla pesquisa sobre a franqueadora, com atenção especial para certos detalhes.

Para Marlon Lúcio, atual diretor comercial da Me Protege, mas que também já atuou como consultor de franquias, para quem deseja ingressar em uma franquia é fundamental observar cuidadosamente alguns aspectos.

“Primeiramente, a afinidade com o setor de atuação da franquia é crucial, demonstrando a importância de escolher um nicho que se alinhe com seus interesses e paixões”, explica o diretor.

Além disso, Marlon também afirma que o candidato deve avaliar o histórico e a reputação da franqueadora, investigando se ela tem um modelo de negócios sólido e como é o suporte aos franqueados. “Após essa escolha é preciso, ao lado do franqueador, escolher o melhor modelo de franquia a ser implementado, caso a rede ofereça mais de uma opção (quiosque, loja, home based, etc)”, aconselha.

Segundo a Gabryella Corrêa, CEO da Lady Driver, além das dicas citadas pelo diretor comercial da Me Protege, também é indicado observar como está o segmento no qual pretende atuar.

Tecnologia, por exemplo, que é o da Lady Driver, está em alta, então precisa ver se o segmento tem futuro, se tem perspectiva de continuidade porque franquia é uma parceria, franqueadores e franqueados serão parceiros por um longo período”, exemplifica a CEO.

Dicas práticas de como escolher uma franquia confiável 

Abaixo elencamos algumas das estratégias que os investidores podem ter para investigar se uma franquia é realmente confiável ou não.

Conversa com franqueados da marca

Conversar com outros franqueados da rede e entender como eles se sentem atuando com a franqueadora é uma excelente maneira de saber como é ser um parceiro da marca.

Nesse momento, é interessante perguntar como foi realizado o treinamento, se o suporte satisfaz as necessidades que surgem no dia a dia, de que forma a companhia dá apoio ao franqueado em momentos de crise e outras dúvidas que você pode ter sobre a operação e o relacionamento com a franqueadora.

Analisar a trajetória e resultados da franqueadora

A trajetória que a companhia trilhou e os resultados que ela apresenta também são indicadores importantes sobre a confiança que o investidor pode ter.

Para Gabryella Corrêa, o interessado na franquia deve olhar toda a trajetória da empresa, como o tempo de mercado, quem está à frente do negócio e se existe uma liderança forte.

Documentação

A documentação também não pode ficar fora da análise do empreendedor, mesmo quando ele já está disposto a fechar contrato com a franqueadora.

“Verifique a existência de uma documentação completa, como a Circular de Oferta de Franquia (COF), que deve conter informações essenciais sobre o negócio”, aconselha o diretor da Me Protege.

Transparência e clareza nas informações 

A maneira com que a franqueadora conduz a negociação e passa informações sobre seu modelo de negócio demonstra sua seriedade e compromisso com o investidor. Por isso, optar por uma rede que seja transparente e clara com suas informações torna a escolha mais simples e assertiva.

Além disso, Marlon destaca que a existência de um plano de suporte e treinamento bem estruturado, um histórico de sucesso na expansão de unidades e a capacidade de inovação na oferta de produtos e serviços são indicativos que a franqueadora leva a sério seu compromisso com o sucesso dos franqueados.

A CEO da Lady Driver complementa frisando o quanto o cuidado da rede com seus franqueados e o suporte oferecido a eles é um indicativo de seriedade por parte da companhia.

“Existem vários fatores que determinam que uma empresa seja séria, mas eu destacaria a capacidade de crescer, de se superar a cada dia diante dos obstáculos e de dar a mão para o franqueado, de caminhar ao lado, dando atenção e suporte. Querendo ou não, existe um negócio em conjunto, então é preciso pensar em soluções e agir da mesma forma, em conjunto”, finaliza Gabryella.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui