Me Protege lança microfranquia com investimento de R$ 997

0
242
Sócios da Me Protege: Marlon Lúcio, Claudio Augusto, Eduardo Koji e Rafael Lemos.

A Me Protege, rede de seguros e planos de saúde, desenvolveu um novo modelo de negócio. Com a promessa de atender qualquer pessoa que deseja empreender no segmento, a franquia Smart exige um valor de investimento de R$ 997 e que pode ser parcelado em até 12 vezes de R$ 99.

De acordo com a marca, nesse formato o franqueado não conta com o sistema de cotação para efetuar a venda dos planos — tarefa que é realizada por um vendedor interno da franqueadora.  Porém, ele recebe treinamento para captação de potenciais clientes e uma comissão de 50% sobre o valor da primeira mensalidade paga pelo cliente.

Apesar de recente, o formato tem feito sucesso, e a Me Protege já está fechando em média 6 novos contratos por dia. Com isso, a franqueadora passou de 20 unidades em outubro para 50 em dezembro. A meta é alcançar 100 operações em todo o Brasil até o primeiro semestre de 2024 e 300 até o fim do ano que vem.

“Nosso objetivo é dar acesso e estrutura robusta para quem quer empreender. Buscamos pessoas que tenham vontade de empreender com uma franquia, mas que nesse momento não têm todo capital que geralmente as franquias pedem. Acreditamos muito na força do franqueado que realmente quer fazer o negócio acontecer”, declara Claudio Augusto, diretor geral da Me Protege.

O executivo ainda reforça que não é necessário ter formação ou conhecimento prévio, pois a companhia oferece treinamento e ensina o passo a passo da Metodologia Me Protege.

Me Protege

Me Protege
Investimento: R$ 997 até R$ 12.600
Faturamento: R$ 4.000 a R$ 12.000
Prazo de Retorno: 6 meses

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui