Com foco em estados da região Sudeste, a Ceofood anuncia um forte plano de expansão. A rede de franquias de aplicativo, que já conta com 95 operações em atividade, projeta atingir 150 unidades distribuídas entre São Paulo e Minas Gerais.

No franchising desde 2017, a Ceofood vem crescendo a passos largos. No total, a marca conta com 105 franquias, entre as unidades já inauguradas e contratos fechados. Só em 2019 a rede inaugurou 35 novas unidades.

O objetivo da Ceofood é atuar em cidades pequenas e regiões periféricas, ampliando o acesso a soluções de delivery de comida nessas localidades. O funcionamento do aplicativo é parecido com os outros serviços desse mercado: a plataforma funciona como um guia gastronômico, reunindo diversos restaurantes que disponibilizam seu cardápio para pedidos via delivery.

O principal diferencial é para os donos dos restaurantes. Para adequar o serviço às demandas das cidades menores e regiões periféricas, a Ceofood cobra taxas fixas dos estabelecimentos parceiros, com o objetivo de facilitar sua entrada.

“Existem casos em que as empresas chegam a cobrar cerca de 10% a 30% do valor de cada venda, praticamente um sócio do restaurante. É um absurdo. Os restaurantes com baixo faturamento sofrem com isso, pois muitos deles encontram no delivery a sua principal fonte de receita. Em zonas periféricas e cidades pequenas, o problema se acentua, pois o volume de pedidos também é mais baixo”, aponta Kawel Lotti, criador do Ceofood, em nota divulgada à imprensa.

Os planos para restaurantes ficam entre 149 reais e 299 reais mensais. Além disso, a empresa lançou recentemente o Plano Silver, voltado para profissionais autônomos que atuam com registro de MEI. Nesse caso, o valor do plano para aderir ao aplicativo é de 99,90 reais ao mês.

Os franqueados trabalham em sistema home based, sem necessidade de instalar ponto comercial. A principal atividade é a prospecção de restaurantes para fazerem parte do aplicativo, trabalhando com vendas e atendimento consultivo.

O investimento na franquia é de 7,99 mil reais. Com payback a partir de seis meses e faturamento médio de 4,5 mil reais mensais, a lucratividade da franquia é estimada em 50%.

Investimento total: R$ 7,99 mil
Taxa de franquia: R$ 5,99 mil
Royalties: R$ 300 ou 15% sobre faturamento
Faturamento médio: R$ 4,5 mil
Prazo de retorno: 6 a 10 meses

DEIXE UMA RESPOSTA