Apesar de 2018 ter sido desafiador, com um conturbado período eleitoral, o desempenho do mercado de franquias brasileiro fechou o ano com saldo positivo. De acordo com dados preliminares divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) nesta terça-feira (22), o setor registrou um crescimento de 7% no ano que passou.

Com o resultado, o mercado de franquias chegou a um faturamento que soma mais de 174 bilhões de reais. Em 2017, o franchising registrou um faturamento de 163,3 bilhões de reais, o que representou um crescimento maior que o de 2018: em comparação com 2016, o faturamento de 2017 teve uma alta de 8%.

Apesar do crescimento em faturamento ter ficado abaixo ao índice de 2017, 2018 trouxe a retomada no aumento do número de redes de franquias em atividade. Enquanto em 2017 esse número sofreu uma queda de 6%, fechando o ano com 2.845 redes, em 2018 o volume de redes cresceu 1%, com novas marcas franqueadoras em segmentos variados.

Outro registro positivo foi o de número de unidades de franquias. De acordo com os dados da ABF, entre unidades fechadas e unidades abertas o resultado ficou em um aumento de 5% das unidades de franquias em operação no país.

Alinhado a todo esse crescimento, está também o aumento do número de empregos gerados pelo franchising, que cresceu em 8%.

Projeções do franchising para 2019

De olho em uma retomada econômica de forma geral no mercado brasileiro, a Associação de Franchising tem projeções otimistas para este ano.

Segundo o estudo da ABF, o faturamento do setor deve encerrar 2019 com um crescimento maior do que o do ano passado, ficando entre 8% e 10%. Enquanto isso, o número de unidades de franquias deve aumentar de 5% a 6%.

A previsão é de que o número de redes de franquias mantenha o crescimento apresentado em 2018, crescendo mais 1% em 2019. Já o volume de empregos gerados pelo setor deve crescer 5%.

Internacionalização de franquias

Além dos dados de desempenho do setor, o estudo da ABF apresentou informações sobre o quadro de internacionalização de franquias em 2018. A Associação aponta que 145 marcas brasileiras contam com operações no exterior.

Os países que mais abrigam unidades de franquias brasileiras são Estados Unidos, Portugal, Paraguai, Bolívia, Argentina e Chile. No total, são 114 países com presença de marcas brasileiras.

Entre os segmentos de franchising mais internacionalizados, as franquias de moda aparecem em primeiro lugar, com 35 marcas atuando no exterior. Em seguida, o ranking segue com o segmento de saúde, beleza e bem estar, alimentação, casa e construção e serviços educacionais.

As marcas estrangeiras também continuam abrindo novas unidades no Brasil, ainda que este número tenha caído de 2017 para 2018: em 2017, 200 marcas estrangeiras atuavam no Brasil; em 2018, esse número foi de 190 marcas.

São 24 países com franquias operando no Brasil, sendo que a maior parte delas são redes dos Estados Unidos, Portugal, Espanha, França e Reino Unido. A maioria das redes de franquias estrangeiras a abrir as portas no Brasil são franquias de alimentação, seguidas pelos setores de moda e de saúde, beleza e bem estar.

DEIXE UMA RESPOSTA