Mesmo em um ano em que o cenário econômico do país exige cuidados e gera incerteza para muita gente, os empreendedores do segmento de Tecnologia da Informação têm bons motivos para permanecerem confiantes – e isso inclui as franquias de TI.

Em momentos de crise econômica, muitas empresas enxergam em produtos e serviços oferecidos por franquias de tecnologia, uma saída para potencializar a gestão dos negócios, automatizar processos e reduzir custos adicionais.

➥ Busca franquias na área de TI? Confira nosso guia de tecnologia (com valores de investimento)

Grande parte dos modelos de negócio do segmento de Tecnologia da Informação atuam no modelo de microfranquia, e se posicionam no mercado como uma das melhores opções para se investir: unindo o potencial das microfranquias ao mercado aquecido do segmento. É o que informa a consultora do Grupo Soares Pereira & Papera (GSPP), Mônica Fernandes.

“Os dois modelos mais comuns para investimento em franquias de TI são o de home based, que normalmente tem investimento mais barato, e o modelo de loja física, quando a franquia oferece serviços atrelados à venda ou aluguel de equipamentos de informática’’, comenta a especialista.

Mônica explica que o mercado relacionado às franquias de TI se encontra em plena expansão e, cada vez mais, é possível perceber um aumento na demanda por serviços de pequenas e médias empresas.

“Há um interesse das empresas de TI em atender as necessidades de empresas de diversos segmentos que estão geograficamente mais afastadas dos grandes centros. A melhor forma para isso é alcançar o mercado por meio de expansão via franchising”, afirma a consultora.

Com bons números de atuação e boa presença no mercado do país, investir em uma franquia de TI também se mostra como ótima opção para o empreendedor brasileiro. Para isso, Mônica aconselha que, antes de investir em uma franquia do segmento, é importante que o empreendedor conheça e goste de tecnologia.

Ainda segundo a consultora, este é um mercado de inovações constantes, que irá exigir do franqueado que esteja sempre antenado às tendências e lançamentos tecnológicos. “O operador do negócio deverá ter um perfil bastante comercial, visto que em muitas das franquias, o papel do franqueado é apenas comercializar um software de gestão”, pondera.

As vantagens de se investir em uma franquia de TI estão nos números de um crescente mercado, em que cada vez mais as empresas se empenham em melhorar e se diferenciar no atendimento ao cliente.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de eletrônicos e informática cresceram 5% no primeiro semestre de 2017. O faturamento superou a marca de 2,3 bilhões de reais.

Um ponto que pode se travar como um desafio para o franqueado na área de TI é tentar convencer empresários de pequenas e médias empresas, que muitas vezes desenvolvem métodos de administração tradicionais, a investir e apostar em tecnologias para potencializar a gestão do negócio.

A seguir, listamos algumas opções de franquias de TI, em diferentes nichos do mercado de tecnologia, para você conferir. Os dados de investimento são divulgados pela ABF ou pelas próprias empresas.

1Onde Ir Cidades

A Onde Ir Cidades é uma franquia de aplicativo que se especializa em soluções de publicidade digital. Por meio do app os usuários podem fazer buscas de empresas, conferir informações, avaliações e comentários, interagir com as marcas via chat, encontrar promoções, fazer compras, entre outras funções. Os franqueados atuam em home office. Saiba mais sobre esta franquia.

Investimento total: a partir de R$ 4,9 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 4,9 mil
Royalties: R$ 339
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: não informado

2Liguesite

A Liguesite oferece um modelo de franquia de agência de marketing digital, contando com uma tecnologia própria para criação de sites, lojas virtuais, páginas e portais, produção de conteúdo, otimização SEO, e-mails profissionais, Google AdWords e outros serviços. São três modelos de fanquias: home office, add office e office.

Investimento total: R$ 35 mil a R$ 60 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil
Royalties: 15% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 15 mil
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

3Live DTG

A Live DTG é uma rede que oferece a empresas um sistema de gestão e liderança, incluindo metodologia e software de criação própria. O objetivo é proporcionar soluções no desenvolvimento de estratégias, otimização de resultados e redução de custos, através da implantação do software e consultorias sobre a metodologia DTG.

Investimento total: R$ 45 mil a R$ 60 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil
Royalties: 10% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 50 mil
Prazo de retorno: 6 a 18 meses

4Arquivar

A Arquivar oferece serviços, software e metodologias na área de gestão estratégica de documentos. Entre os serviços estão consultoria, organização de arquivos, digitalização de documentos, auditoria, arquivo de segurança, microfilmagem, guarda de documentos e softwares. São dois modelos de franquias: o office, para cidades pequenas e médias; e o storage, para cidades maiores.

Investimento total: R$ 60 mil a R$ 360 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil a R$ 110 mil
Royalties: 6,5% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

5Guia-se Negócios pela Internet

A Guia-se é uma rede de franquias especializada em marketing digital. As unidades oferecem serviços como criação e desenvolvimento de sites e lojas virtuais, e-mail marketing, mídias sociais, links patrocinados, inbound marketing, consultoria, hospedagem de sites e e-mail, otimização de sites para SEO, entre outros. Os franqueados podem trabalhar com estrutura física ou home based.

Investimento total: a partir de R$ 39,9 mil
Taxa de franquia: a partir de R$ 29,9 mil
Royalties: 10%
Faturamento médio: R$ 10 mil a R$ 20 mil
Prazo de retorno: 6 a 24 meses

6Inoivando

Investindo no mercado de casamentos, a franquia Inoivando tem como clientes noivas em busca de serviços para sua cerimônia e festa, como fotógrafos, fornecedores e aluguel de equipamentos necessários. A Inoivando busca por franqueados com perfil comercial e afinidade com marketing digital, pois o principal serviço é ser, basicamente, um representante comercial da unidade.

Investimento total: R$ 23 mil a R$ 42,5 mil
Taxa de franquia: R$ 10 mil a R$ 20 mil
Royalties: 7% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 15 mil
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

7Louyt

Louyt é uma rede de franquias especializada em soluções de mobile marketing. Com serviços de comunicação em todos os setores da economia, a rede atende desde pequenos lojistas e prestadores de serviços até grandes empresas e indústrias. A franquia pode ser operada em home office.

Investimento total: R$ 19,5 mil
Taxa de franquia: R$ 19,5 mil
Royalties: R$ 690 fixos
Faturamento médio: R$ 10 mil a R$ 30 mil
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

8Ooxy

O tipo de negócio da OOXY é a venda, implantação e gestão de rádio e TV corporativa em pontos comerciais. Como diferencial, o sistema da OOXY não funciona por streaming, ou seja, se a conexão da internet estiver instável, o serviço da rede não ficará indisponível.

Investimento total: R$ 20,5 mil
Taxa de franquia: R$ 18 mil
Royalties: 10% do faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 18 a 22 meses

9SMS Digital

A SMS Digital trabalha com a oferta de soluções em marketing mobile para empresas de diversos segmentos, utilizando SMS – SMS corporativo, SMS marketing, SMS radar e banco de clientes. A franquia pode ser operada em home office.

Investimento total: R$ 4,9 mil
Taxa de franquia: R$ 4,9 mil
Royalties: não cobra
Faturamento médio: R$ 20 mil
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

DEIXE UMA RESPOSTA