Rede de franquias de escolas de circo, a LifeCirco atua há mais de uma década no mercado e aposta em expansão por franquias de um modelo de ensino diferenciado, que alia exercícios físicos junto às atividades do circo.

Fundada no interior de São Paulo, a rede investe em expansão por franchising desde 2012 e conta, atualmente, com três unidades em operação. Até o final de 2020, a LifeCirco espera contar com outras cinco unidades no estado de São Paulo.

Em nota divulgada à imprensa, o fundador da LifeCirco, Henrique Testa, explica que os projetos de expansão da marca buscam pegar carona nas projeções de melhorias econômicas, oferecendo aos alunos atividades físicas diferenciadas.

“A economia no país começa a dar sinais de melhora e é um bom momento para investir em um novo negócio. A crescente procura por uma qualidade de vida melhor com hábitos saudáveis, alimentação equilibrada e pensamentos positivos gera uma demanda crescente por esse tipo de proposta. Nossos alunos contam com experiências únicas, inclusive entre pais e filhos”, comenta Testa.

A LifeCirco oferece aos alunos ensino a partir de metodologia própria, oferecendo atividades para exercício físico combinadas à magia do circo: tecido acrobático, trapézio e acrobacias. As unidades contam com equipes preparadas, e oferecem aulas de acordo com as faixas etárias dos alunos, buscando atender crianças a partir de dois anos até pessoas na terceira idade.

“A preparação dos professores é bastante rigorosa e somente quem passa pelos treinamentos pode dar as aulas. As atividades que a LifeCirco desenvolve estimula várias habilidades como visão periférica, força e flexibilidade. É um tipo de exercício muito importante, pois ajuda a prevenir acidentes em situações como um escorregão, por exemplo”, explica o fundador.

Modelos de franquia

As unidades de escolas circenses exigem valor de investimento a partir de 62 mil reais, e a rede trabalha com quatro modelos de franquia: Single, Light, Plus e Top.

O modelo de franquia Single é indicado para cidades de até 100 mil habitantes, com capacidade de atender até 120 alunos. A estrutura da unidade deve contar com o auxílio de até três professores.

O modelo Light é voltado para cidades com população de 50 mil a 250 mil habitantes, devendo ser instaladas em pontos comerciais de até 150 metros quadrados. A franquia atende até 150 alunos.

O modelo Plus é a terceira opção de franquia, ideal para cidades a partir de 200 mil habitantes e atendimento de até 250 alunos. A unidade deve contar com duas secretárias e até cinco professores.

O quarto modelo de franquia é a LifeCirco Top, próprio para grandes metrópoles. O espaço deve apresentar estruturas mínimas de até 450 metros quadrados, ideal para atender até 350 alunos. A unidade deve contar com três secretárias, e cinco a dez professores.

As unidades comportam equipamentos completos para a prática circense, como tecido, trapézio, lira, trampolins, colchões de segurança, malabares, equipamentos para equilibrismo, tatames e pista acrobática. O número de equipamentos varia de acordo com o modelo da franquia e a proposta de atendimento dos alunos.

Os franqueados recebem treinamento e suporte completo, com apoio de profissionais da área de educação física e da saúde. A rede informa que, para se tornar franqueado, não é necessário ter formação prévia nas áreas.

Investimento total: a partir de R$ 62 mil
Taxa de franquia: R$ 34 mil
Royalties: R$750 no primeiro ano; 4% a partir do segundo ano
Faturamento médio: R$ 20 mil
Prazo de retorno: 24 meses

DEIXE UMA RESPOSTA