Se você está aqui é por que tem interesse em abrir uma nova franquia. O Brasil é um dos maiores mercados do mundo quando se trata de franchising, estando entre os quatro maiores do mundo no número de unidades , sendo que no ano de 2018 o setor de franquias continuou a se expandir apesar da crise econômica e do cenário político conturbado, crescendo 7,4% no acumulado dos últimos 12 meses tendo como comparação o segundo trimestre de 2018.

Há literalmente milhares de opções de franquias, com diferentes requerimentos de investimentos, perfil do candidato e capacidade de investimento no negócio, tanto de tempo quanto de capital.

➥ Quer ter uma franquia de sucesso? Confira nosso manual e saiba como fazer uma gestão mais eficiente

Algo que pesa na decisão durante a escolha de uma franquia, ou que ao menos deveria ser considerado como fator relevante, é a capacidade do franqueado de fazer seus próprios anúncios ou utilizar de hiper-localização.

As franquias habitam um mundo entre as grandes corporações e pequenos negócios. Da perspectiva do consumidor, quando ele liga com uma grande corporação, como por exemplo, O Boticário, Natura ou marcas de veículos, ele sabe o que esperar, tem uma ideia de preços e também do tipo de serviço que é fornecido. Dos pequenos negócios ele pode esperar maior personalização de ofertas, e que reflitam a realidade da localidade no qual estão instalados.

As franquias se beneficiam da marca e reconhecimento por trás do negócio, além dos preços reduzidos no momento de compor seu estoque, mas por outro lado, possuem menos liberdade do que negócios locais em sua ação diária.

Direitos e responsabilidades dos franqueados

Franqueadores concedem certos direitos aos franqueados. Estas regras variam conforme o franqueador; alguns dão mais oportunidades para construir um branding local, enquanto outros, possuem contratos restritos de divulgação, permitindo somente ações de marketing executadas pela franqueadora. Se você está aplicando para uma franquia de renome nacional/internacional, isto não é problema, pois a própria marca investe pesadamente em marketing, agora, se a marca ainda está expansão ou é uma franquia média, ações de marketing local podem trazer mais resultado.

Você possui uma franquia? Se for possível, procure fazer anúncios que reflitam sua realidade local, e você verá que os resultados são muito mais expressivos do que simplesmente mimetizar os anúncios corporativos. Com as plataformas que temos hoje, é possível fazer anúncios hiper-localizados.

Escolha as plataformas corretas

O objetivo deste artigo não é dar uma aula de como fazer campanhas, mas apenas dar um rumo para aqueles que querem saber mais sobre o assunto.

Dentre os sites utilizados hoje para campanhas do tipo PPC (Pay-per-Click), o Facebook é aquele que possui, em nosso ponto de vista, a melhor capacidade de targeting. É possível montar anúncios baseados em interesses, comportamentos, locais onde a pessoa reside, idade, data de aniversário e muitas outras informações, que uma vez que sejam adequadamente configuradas, permitem anunciar para o seu cliente ideal!

Vamos supor que você tenha uma franquia que vende flores. E se for possível mostrar um anúncio para todas as pessoas que possuem amigos que fazem aniversário nos próximos 30 dias, e que residem próximo ao local da sua loja? Ou ainda fazer uma campanha para todos os moradores de um determinado bairro, oferecendo um cupom de desconto para o seu restaurante?

Pois com o Facebook, isto tudo é possível. Você pode por exemplo, mostrar seus anúncios para pessoas que residam em um raio de três quilômetros do seu negócio.

Ou ainda que gostem de determinadas celebridades.

O que nós aconselhamos e o que fazemos aqui na Wolff Consultoria, é utilizar tanto a plataforma de anúncios do Google quanto o Facebook, o que permite construir uma base de dados de clientes bastante ampla, o que acaba por trazer previsibilidade no ROI dos nossos clientes.

Como as prioridades do franqueador e do franqueado diferem

Lembre-se, a maior prioridade do franqueador é construir uma marca. É vender um sistema e um modo de fazer negócios. Já o franqueado vende um produto e/ou serviço. Esta é uma parceria que tem como objetivo ser sinérgica, mas como franqueado, você não pode ficar esperando que seu franqueado tome conta de tudo. Este trem já partiu. Hoje em dia o franqueado que não traça uma estratégia de ação local, está fadado a ter pouco sucesso com seu negócio. Você é a “cara” local do negócio, é a pessoa que vai assegurar ao público local que eles não estão lidando com algo frio e distante, e sim, têm ao seu alcance o melhor dos dois mundos. A certeza de um produto de qualidade, e também alguém com quem conversar caso tenham algum problema.

O franqueador dá treinamento e material para o franqueado, mas se ele não é da região — o que quase sempre é o caso, é difícil que ele conheça as necessidades e demandas do público local. Como franqueado, você tem que falar com seu franqueador e estabelecer ações locais.

É importante lembrar também, que cada franquia compete com um negócio local. A franqueadora normalmente fornece material e orientação para as campanhas, mas cabe ao franqueado, investir no marketing local. Por isto, no momento de escolher uma franquia, é interessante conversar com a franqueadora como funcionam as ações de marketing local.

Uma franquia sem dúvida é um modo mais seguro de abrir um negócio. A marca têm uma reputação e os produtos e/ou serviços também. O franqueador fornece material, treinamento e expertise, e orientação em um mercado competitivo, no entanto, as pessoas vivem no município, cada qual com seus costumes e necessidade de ação local.

Faça sua franquia se destacar

Enquanto anúncios de outdoor, rádio, carro de som e outros podem trazer público para o seu negócio, eles não possuem targeting, e há também dificuldade em calcular o ROI. Fica difícil saber o que dá resultado nestas campanhas do tipo “vamos jogar e ver o que funciona”.

Como em qualquer negócio, é imprescindível saber se o seu investimento, está dando retorno, e esta é uma outra vantagem de utilizar plataformas para fazer anúncios. Aqui na Wolff nós rastreamos cada real que o cliente investe, e sabemos exatamente o que está dando resultado.

Concluindo

Cada franquia tem que manter um olho no negócio, e outro na concorrência. O problema é que algumas franqueadoras acreditam que somente a propaganda corporativa é suficiente. Isto é um erro. O franqueado que quer realmente um negócio de sucesso, deve pensar em estratégias locais.

Pense nestas perguntas:

  • Como o seu negócio se diferencia da concorrência local?
  • Você sabe EXATAMENTE qual é o retorno das suas campanhas?
  • Você se engaja com sua comunidade mais do que seus concorrentes?
  • Suas campanhas de marketing são personalizadas para sua realidade local?

Ainda que você tenha por trás uma marca forte e que investe em anúncios, lembre-se, as pessoas vivem no município, e é imprescindível que seus esforços de marketing ocorram no mesmo nível. Abrir uma franquia é uma decisão séria, e é essencial conversar bem com seu franqueador sobre as perspectivas da marca para investimentos em marketing local.

Gostou deste artigo? Tem alguma dúvida? Entre em contato!

DEIXE UMA RESPOSTA