Franquia é um bom investimento para quem perdeu o emprego na pandemia?

0
1585
franquia para quem perdeu emprego na pandemia
franquia para quem perdeu emprego na pandemia

Você já deve ter ouvido o termo “empreendedor de ocasião” – ele se refere a pessoas que não tinham a intenção de empreender, mas que em um momento de crise se veem direcionadas a empreender.

A situação é bastante comum sempre que existe uma crise econômica, como a que estamos vivendo agora junto com a pandemia da Covid-19: muitas empresas precisam cortar custos e demitem profissionais. Estes recebem valores referentes à rescisão contratual e, com dificuldade em encontrar um novo emprego e o tempo passando, encontram no empreendedorismo a saída para ter novamente uma renda. São esses valores provenientes da rescisão contratual que permitem, muitas vezes, o investimento no novo negócio.

E nesse cenário de um futuro empreendedor inexperiente, investir em uma franquia pode sim ser uma excelente saída.

Se você está vivendo esta situação, seguem algumas dicas importantes para que você possa investir com mais segurança e não criar um problema ainda maior para sua vida familiar e financeira:

1. Estude muito, mas não apenas as informações públicas ou as que a própria franqueadora te fornece. Busque suas próprias fontes: converse com os clientes, franqueados atuais e ex franqueados da marca.

2. Não assine nada sem a ajuda de um bom advogado para ajudá-lo na leitura e interpretação da Circular de Oferta e Contrato.

3. Tenha bastante clareza do quando pode investir, pois não há garantia de sucesso e como em qualquer outro negócio, você pode perder os valores investidos se o negócio não prosperar. Além disso, saiba que o investimento vai muito além das taxas iniciais, você precisa de reservas para sustentar pelo menos seis meses da operação.

4. Busque segmentos com os quais se identifica e tem aptidão. Não entre na onda de especialistas que vendem tendências que nada tem a ver com você. A franquia exigirá muita dedicação e sua vida pode se tornar bem difícil trabalhando muitas horas por dia com algo que não gosta.

5. Lembre-se que ter um negócio próprio é bem diferente de ser funcionário, e acredite, você vai trabalhar muito mais. A franqueadora deve transmitir know how e dar suporte, mas o responsável por fazer a operação “acontecer”, é você. E isso inclui gerir o negócio todo: vendas, atendimento, pessoas e finanças.

Escolhendo com cuidado e tomando uma decisão consciente, um novo caminho profissional pode ser trilhado, ainda melhor do que o anterior que foi finalizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui