Empreendedor lança franquia de pizza virtual por R$ 499 durante pandemia

0
4576
jimmy peixoto pizza do bairro
jimmy peixoto pizza do bairro

O delivery se tornou o maior aliado para os restaurantes manterem suas operações ativas em tempos de isolamento social. Diante deste cenário, a Pizza do Bairro surge com uma proposta atrativa para microempreendedores que buscam aumentar a renda na pandemia.

A Pizza do Bairro é uma franquia barata e totalmente virtual de delivery de pizzas, com foco em vendas nos bairros de todo o Brasil.

O modelo de negócio, criado pelo empresário Jimmy Peixoto, surgiu com o objetivo de ajudar as pessoas que estão perdendo o emprego com a crise do coronavírus. Além disso, a Pizza do Bairro ajuda a impulsionar as vendas de pequenas pizzarias locais.

O negócio funciona por meio de uma plataforma digital que concentra as pizzarias do bairro. Os consumidores fazem o pedido em uma plataforma de delivery (a empresa usa o iFood como canal de venda), a pizzaria prepara e o motoboy da Pizza no Bairro faz a entrega.

Ao franqueado, cabe apenas a tarefa de mapear as pizzarias locais para cadastrá-las como parceiras na plataforma. Os cadastros e a gestão das vendas são feitos virtualmente.

A franquia tem investimento inicial de apenas R$ 499, e permite que o franqueado trabalhe sem sair de casa. Para se tornar franqueado, é necessário contar apenas com acesso à internet, um número de WhatsApp, conta em banco e um CNPJ (que pode ser MEI).

Mercado de delivery na quarentena

A Pizza do Bairro nasce em um mercado de alta demanda. Além do aumento em pedidos de delivery, as pessoas também priorizam comprar com estabelecimentos confiáveis – como as familiares pizzarias de bairro.

De acordo com a pesquisa “Alimentação na pandemia – como a Covid-19 impacta os consumidores e os negócios em alimentação”, realizada pela consultoria Galunion em parceria com o Instituto Qualibest, pedir comida via delivery é uma das formas de abastecimento consideradas mais seguras pelos consumidores.

A pizza é a culinária preferida dos brasileiros que querem pedir comida durante a pandemia: 67% dos entrevistados manifestaram o desejo de consumir o prato.

Prezando pela segurança no preparo dos alimentos, a maior parte (42%) dos consumidores que pedem delivery preferem comprar em restaurantes que já conhecem e confiam.

A expectativa de retorno da Pizza do Bairro é positiva. De acordo com Jimmy, cada unidade pode faturar até R$ 50 mil por mês e vender até 1 mil pizzas. A margem depende do preço de aquisição da pizza, mas o empreendedor estima que é possível ter 10% de lucro com a operação.

As pizzarias não precisam pagar nada para aderir à plataforma. Já os franqueados pagam um valor fixo mensal de R$ 499, sem precisar fazer repasse de comissão sobre as vendas. As pizzarias mantêm seu preço de venda, e os franqueados ganham com base na diferença de preço dos produtos comercializados na plataforma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui