Multifilmes planeja expansão em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais

0
1261
franquia multifilmes
franquia multifilmes

Para continuar crescendo no mundo de franquias, a Multifilmes, empresa fundada em 1999, tem um novo plano de expansão: aumentar a atuação em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Para tanto, a rede de franquias especializada em aplicação de películas em vidros de automóveis e em imóveis, e que entrou para o franchising em 2017, busca franqueados em cidades da região sudeste.

Sua loja modelo está localizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, onde João Paulo Ruciretta Junior coloca em prática sua experiência de mais de 20 anos de atuação no setor. “A Multifilmes é uma franquia rentável, já que as películas podem ser aplicadas não apenas em automóveis, mas também em vidros de residências, comércios e escritórios”, afirma o empresário.

Com isso, além do cliente final, o franqueado tem a possibilidade de fechar negócios com arquitetos, construtoras e engenheiros. O serviço oferecido pela Multifilmes promete ser de alto padrão, seguindo processos internacionais de aplicação.

“Além das películas, oferecemos adesivos de pintura autocolantes para fazer o famoso envelopamento, e também papéis de parede. Alguns de nossos serviços automotivos podem ser feitos de maneira delivery, sem que o cliente precise ir até uma unidade”, explica Ruciretta.

A unidade foi pensada para ser quase uma concessionária de veículos zero km. Os produtos da rede são exclusivos e vão desde películas de controle solar, a películas antivandalismo, para privacidade ou decorativas, tornando a rede ideal para locais onde a troca de veículos é frequente e onde existem muitos escritórios.

Por isso, aliás, que as regiões com foco de expansão neste momento são São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, estados que contam com elevado número de habitantes.

A rede apresenta três modelos de negócios: nanofranquia, store in store e loja modelo, com investimento inicial a partir de 28 mil reais. Cada franqueado recebe suporte contínuo da franqueadora, além de treinamentos sobre os produtos e, claro, para a aplicação.

Segundo indicações da marca, em cidades de até 100 mil habitantes o recomendado é apostar na nanofranquia; locais com mais de 100 mil habitantes podem invesir na loja modelo e, no caso do store in store, grandes centros são o foco – especialmente locais como estacionamento de shopping, condomínios com bastante fluxo de pessoas ou hipermercados.

A ideia é que o franqueado tenha um lado comercial mais aflorado que o administrativo, com carisma e bom trato como vendedor, que é o que garante sucesso para a franquia, de acordo com a marca.

Além disso, é preciso também habilidade e disposição para atuar em qualquer área funcional da franquia, sempre que necessário. Isso porque o franqueado terá de atuar com a gestão administrativa, financeira e operacional, além das vendas. Após o crescimento da unidade, é possível delegar as funções e se manter à frente do comercial.

Investimento total: a partir de R$ 28 mil (nanofranquia), a partir de R$ 60 mil (store in store) e a partir de R$ 95 mil (loja modelo)
Taxa de franquia: R$ 15 mil (nanofranquia), R$ 30 mil (store in store) e R$ 40 mil (loja modelo)
Royalties: 8% sobre o faturamento
Faturamento médio: R$ 30 mil a R$ 150 mil
Prazo de retorno: 18 meses

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui