Semana no Franchising: os destaques de 11 a 17 de julho

0
1658
microfranquia bibi
microfranquia bibi

Bibi lança dois modelos de negócios

Se preparando para a retomada da expansão, a Calçados Bibi criou dois modelos de negócios mais econômicos: o Light, com investimento de R$ 300 mil, e a microfranquia, que exige um aporte de R$ 90 mil.

O objetivo dos novos formatos é levar a marca para municípios menores ou shoppings localizados fora das grandes metrópoles, além de criar dinâmicas adaptadas para as novas tendências de consumo.

O formato Light, por exemplo, não terá vitrine. No interior da loja, haverá a sinalização dos serviços oferecidos pela Bibi, como o Clique e Retire, que permite compra pela internet e retirar em uma loja, e o Bibi Delivery, no qual os produtos são entregues em casa.

Já o modelo de microfranquia visa lojistas multimarcas de cidades do interior, oferecendo soluções tecnológicas, sistema de gestão da franquia e com os projetos de transformação digital da Bibi.

De acordo com a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch, a rede cresceu 245% nos canais digitais de janeiro a junho de 2020 e são esperados, ao menos, 25 pontos de operação nestes novos conceitos até o fim do ano.

Queda no faturamento das franquias diminui em maio

Pelo segundo mês consecutivo, a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em parceria com a empresa de pesquisas AGP, analisou os resultados das franquias diante da crise.

Em maio, o relatório apurou que o faturamento do setor sofreu queda de 41%. No último levantamento, referente ao mês de abril, a baixa tinha sido de 48,2%.

“Atribuímos este resultado ao esforço geral do setor em manter suas atividades mesmo em um cenário tão adverso e, principalmente, à intensa agenda de digitalização e desenvolvimento de novos canais de venda. Esse processo ganhou um impulso muito grande em março e abril deste ano e, aparentemente, os resultados já começaram a aparecer em maio”, afirma André Friedheim, presidente da ABF.

Confira mais informações sobre os resultados da pesquisa.

CEO da PremiaPão se torna referência em franquias no Youtube

raphael mattos youtube

Ha 3 anos, Raphael Mattos, CEO da PremiaPão, microfranquia de publicidade, criou um canal no YouTube para falar sobre franquias. Recentemente, o canal atingiu a marca de 100 mil inscritos, tornando o executivo uma das referências na plataforma.

Com mais de 200 vídeos publicados e 4 milhões de visualizações, Raphael traz cálculos detalhados de investimento e lucratividade para quem quer investir no setor, além de abordar as novidades do mercado e responder as principais dúvidas sobre o franchising.

“Agora, a meta é ainda mais arrojada. Chegar à marca de 1 milhão de inscritos já se torna uma realidade mais próxima. Estamos planejando conteúdos ainda melhores, mais dinâmicos, com diversas parcerias interessantes para aumentar ainda mais o alcance dos meus canais”, complementa o CEO da PremiaPão.

Morana lança plataforma de loja online para cada franqueado

A Morana, rede de franquias de acessórios femininos, lançou um formato diferente de e-commerce. No sistema, cada uma das 300 franquias tem sua própria vitrine virtual e loja online.

Isso significa que cada unidade tem um endereço virtual próprio e decide quais produtos expor na primeira página do site. Da mesma forma, a gestão de cada loja virtual está interligada com o estoque da franquia correspondente.

“Nesse modelo o franqueado pode trabalhar com seu estoque da loja e tocar a vitrine virtual como faz nas lojas, atento à demanda dos seus clientes”, explica Danilo Assumpção, do Comitê Executivo do Grupo Ornatus, do qual a Morana faz parte.

Assumpção ainda explica que tudo é pronta-entrega e que o foco é no delivery expresso, uma vez que a mercadoria sai da loja mais perto do endereço do cliente.

É possível expor até 500 itens e, para orientar a exibição dos produtos na vitrine, a franqueadora disponibiliza aos franqueados informações sobre tendências e dados que indicam a preferência dos consumidores durante a navegação no site.

Funcionários se mobilizam para defender a Subway Pizza

pizza subway

Depois que uma foto de uma Subway Pizza, uma novidade da marca no Brasil, foi alvo de muitas críticas por conta de sua aparência, franqueados e funcionários da rede se mobilizaram para defender o produto.

De acordo com a Subway, o movimento foi totalmente voluntário e tem como objetivo mostrar que a imagem em questão foi um caso isolado. Para isso, vários colaboradores da rede postaram fotos que mostram as pizzas com a formatação correta. O nome do profissional responsável pela criação também acompanha o post.

A companhia ainda afirmou que tem reforçado protocolos específicos de preparo, o que inclui novos treinamentos e processos de re-certificação mandatórios a todos os colaboradores.

“Durante seus mais de 54 anos de atuação, a Subway está comprometida em oferecer uma alimentação de qualidade e com segurança a todos os seus consumidores no Brasil e no mundo. Lamentamos profundamente o que aconteceu, mas seguimos empenhados em oferecer uma ótima pizza, sempre”, comentou Gabriel Ferrari, diretor de marketing da Subway.

***

Quer mandar sua sugestão de pauta para a Semana no Franchising? Escreva para pauta@guiafranquiasdesucesso.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui