Bolos caseiros simples ou recheados, tortas, doces para festas, mousses: essas são as principais delícias preparadas e vendidas pela Doce Convívio, marca especialista em sobremesas para encomendas ou consumo próprio.  Há dois anos atuando no segmento de alimentação, a Doce Convívio estreou, em 2019, seu projeto de expansão por franchising com modelos atrativos para quem sonha em empreender.

Os investidores encontram três modalidades de negócio, que variam em porte da franquia, valores de investimento e modos de atuação no mercado. Atualmente, a Doce Convívio conta com quatro unidades próprias e uma franqueada, e tem o estado de São Paulo como foco inicial de expansão por franquias.

Apesar de ser novidade no franchising, a marca carrega um amplo know-how na bagagem: a história Doce Convívio começa na década de 1990.

O empreendedor Olavo Júnior iniciou, em 1994, sua trajetória no ramo de panificação e confeitaria. Durante 22 anos, Olavo trabalhou em uma renomada confeitaria brasileira e, durante todo o período, participou de concursos nacionais, sendo campeão brasileiro em três anos.

Já em 2016 e 2017, atuou como jurado de concursos nacionais organizados pela revista Padaria 2000, uma das melhores publicações na área de panificação do país. O empreendedor também participou de programas de televisão e diante de reconhecimentos e premiações, decidiu apostar em um sonho antigo: abrir uma confeitaria que resgatasse receitas artesanais e caseiras.

Os recursos financeiros eram limitados, mas o sonho de empreender era superior. Após estudos de mercado, Olavo identificou a oportunidade de estruturar um modelo de negócio que fosse uma loja especialista em bolos e que trabalhasse com um mix diferenciado de produtos. Para estruturação da proposta, o empreendedor desenvolveu adaptações de receitas de família e de acervo pessoal, chegando a receitas únicas. Assim, primeira loja da Doce Convívio abriu suas portas no início em 2017 em Sousas, distrito de Campinas (SP).

A conquista do paladar dos consumidores foi imediata e, no ano seguinte, o empreendedor investiu na inauguração da segunda unidade da loja. Impulsionando os investimentos, a Doce Convívio recebeu, ainda em 2018, o prêmio Melhores Confeitarias do Brasil, o que motivou a abertura de outras duas lojas próprias em 2019.

A primeira unidade franqueada foi aberta neste ano, e a proposta da rede é conquistar cidades do estado de São Paulo para, posteriormente, estruturar a expansão pelo Brasil.

A proprietária da primeira unidade franqueada da Doce Convívio, Josiane Zaramela, comenta que o sucesso junto aos consumidores é imediato, o que demonstra a qualidade dos produtos.

“Inauguramos a loja na cidade de Hortolândia em janeiro de 2019, e tivemos uma grande surpresa quando, já no primeiro mês, surgiram diversos elogios de clientes que retornavam cada vez mais à loja pessoalmente e, também, via internet, através dos aplicativos. Os elogios aconteciam tanto pelo formato estético e comercial da loja, quanto pelo sabor inconfundível e delicioso dos nossos bolos. A loja cresceu muito em pouco tempo e conseguimos alcançar todo tipo de público, o que indica a qualidade ímpar e preço acessível dos nossos produtos”, afirma Josiane.

Os bons resultados logo nos primeiros meses de operação deixaram a franqueada satisfeita: “posso afirmar que foi uma escolha certeira. Hoje tenho prazer em receber os clientes sempre satisfeitos e a confiança de que, com quase 10 meses de franquia, ainda não paramos de crescer. A nossa maior motivação é a qualidade dos nossos produtos e a certeza cada vez mais clara do retorno investido”.

Franquia Doce Convívio

A Doce Convívio aposta em layout de loja diferenciado, ampla linha de produtos e know-how de mais de duas décadas de atuação no nicho de confeitaria e panificação. Para os clientes, oferece cardápios completos, com opções de bolos caseiros simples, bolos caseiros recheados e bolos com coberturas. Há opções de torteletas, mousses, bolos de pote, bolos de aniversário, tortas, mini doces para festas, além de cafés, sucos, água e refrigerante.

Os empreendedores interessados em apostar em uma franquia da Doce Convívio encontram três modelos para investimento.

Com investimento total de 97 mil reais, o modelo de loja compacta é ideal para shoppings e galerias, e deve ser instalado em ponto comercial com, no mínimo, 50 metros quadrados. A unidade deve contar com uma equipe de três funcionários, e oferece linha completa de bolos e doces, com produção na própria loja. No primeiro ano, o faturamento médio mensal é de 28 mil reais, com taxa de lucro de 18%. O prazo de retorno é de 17 meses.

A segunda modalidade é de franquia é o de loja padrão, própria para ser instalada em pontos comerciais de rua, com estrutura mínima de 60 metros quadrados. A produção das tortas e bolos é feita no local, e a loja oferece aos clientes linhas completas de doces, bolos e cafés. A unidade deve possuir espaço para duas mesas e cadeiras, e contar com uma equipe de três funcionários. O investimento total é de 142,9 mil reais, com taxa de lucro de 20% e faturamento médio mensal de 35 mil reais no primeiro ano de atuação.

O terceiro modelo de franquia requer investimento de 165,2 mil reais. A loja premium é indicada para pontos de rua com, no mínimo, 80 metros quadrados. Os clientes encontram linha completa dos produtos, cafeteria e espaço para seis mesas. O faturamento médio é de 42 mil reais, com taxa de lucro de 18%. A unidade deve contar com cinco funcionários.

A franqueadora garante suporte completo, desde a escolha e negociação do ponto comercial, estruturação da unidade, projeto arquitetônico, negociação com fornecedores, até todo o processo de inauguração e dia a dia de operação da franquia. Os franqueados encontram suporte em software de gestão, assessoria de marketing, apoio técnico e jurídico.

Os treinamentos são realizados presencialmente, junto com franqueados e equipe. Os empreendedores têm acesso aos manuais de operação e gestão, troca de experiências com a rede e consultoria de campo.

Cadastre-se para saber mais sobre esta franquia:

DEIXE UMA RESPOSTA