Franquia Acqio: os segredos da franquia que mais cresceu em 2019

0
48
franchise insider acqio robson campos

Criar um sistema de expansão sólido e sustentável capaz de transformar sua marca em referência nacional é um dos principais objetivos do franchising. E a Acqio tem feito isso de forma magistral.

Segundo levantamento anual da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a Acqio, franquia de pagamentos eletrônicos, foi a rede que mais cresceu no ano passado.

Os dados da ABF demonstram que, no período de um ano, a Acqio abriu 590 unidades. Com isso, a franqueadora passou do 15º para o 6º no ranking das maiores franquias do Brasil. A marca ainda é considerada a maior franquia no setor de comunicação, informática e eletrônicos.

Nesta edição do Franchise Insider, Robson Campos, CEO da Acqio, conta os principais segredos e estratégias para a expansão acelerada e constante da rede que fundou.

Os pilares da expansão da Acqio

Robson conta que, nos últimos 3 anos, a Acqio é a empresa que mais cresce no ranking da ABF. Por isso, ter tido números tão expressivos não surpreendeu o CEO da companhia, que já tinha como objetivo estar entre as 10 maiores franquias do país em 2019.

De acordo com ele, existem alguns pilares que possibilitaram um crescimento tão consistente, e um dos principais foi o modelo de negócio escolhido logo no início da expansão: as franquias home based.

“O nosso negócio cresce rápido porque o franqueado compra o know-how e estrutura para trabalhar no mercado de meios de pagamento, mas não precisa abrir uma loja, por exemplo. Por isso, o investimento é menor”, explica.

Com custos mais baixos, a flexibilidade natural dos negócios em home-office e uma lucratividade atrativa, a Acqio consegue um grande interesse dos investidores.

Mas, obviamente, para que esses candidatos apareçam é preciso que, primeiro, conheçam a marca. Pensando nisso, a companhia investiu alto no marketing e no departamento comercial para localizar, atrair e negociar com novos franqueados.

Em 2019, duas das principais ações voltadas à essas áreas foram o desenvolvimento de conteúdo sobre como trabalhar com meios de pagamento e o crescimento do time.

A Acqio duplicou o número de profissionais que captam leads e vendem as franquias, e também  quadruplicou a quantidade de colabores do time de onboarding – responsável por fazer a recepção, preparação de um plano de crescimento e acompanhamento dos novos franqueados.

“Nós chamamos os primeiros meses de atuação do franqueado de ‘berçário’ porque é um momento em que ele está aprendendo e se adaptando ao negócio. Nossa tarefa é estar junto com ele, principalmente nessa primeira etapa, para ajudá-lo a crescer”, diz.

“Não basta crescer, é preciso dar suporte e treinamento para a rede crescer saudável”

A tecnologia, naturalmente, também é um aspecto bastante importante para a Acqio. Mas além de desenvolver soluções para otimizar o funcionamento dos sistemas e ferramentas de pagamento da Acqio, o time técnico também cria e otimiza soluções para os franqueados.

Hoje, a rede conta com mais de 40 profissionais que trabalham para melhorar os sistemas que permitem que os franqueados confiram as métricas do seu trabalho e interajam com a franqueadora.

De acordo com Robson, essas soluções voltadas para a rede de franquias são essenciais para que os franqueados entendam melhor seus negócios e para que a franqueadora saiba como ajudá-los.

“Sem esse tipo de sistema, seria praticamente impossível gerenciar uma rede de mais de 1700 franqueados”, finaliza o executivo.

Para 2020, a Acqio deve continuar crescendo, mas o principal foco é rentabilizar ainda mais a operação dos franqueados.

Segundo o CEO, a companhia deve fazer isso agregando produtos e serviços com uma rentabilidade mais atrativa, como o microcrédito e a conta digital para pequenos estabelecimentos.

A seleção em uma das maiores franquias do Brasil

Com uma rede tão grande é de se imaginar que a Acqio tenha criado um processo de seleção de novos franqueados bastante arrojado. E é isso mesmo que acontece.

Robson conta que tudo começa com o cadastro dos candidatos e uma profunda análise de perfil. Se aprovado, o interessado é submetido à uma entrevista, na qual são estudados os seus pontos positivos e os aspectos que precisariam ser desenvolvidos no caso dele avançar no processo.

O executivo explica: “Nós temos uma régua para medir o desempenho do candidato. Se ele fica muito abaixo do que julgamos que é necessário para que a franquia tenha sucesso, não passamos para a próxima fase”.

O interessado ainda é submetido à uma avaliação que mede o quanto ele conhece e se identifica com o mercado de meios de pagamento. Caso o resultado seja positivo, o novo franqueado é aprovado e começam os trâmites legais para a venda da franquia.

Depois do treinamento inicial e do início da operação, a equipe de onboarding acompanha o novo franqueado e, junto à consultoria de campo, ajuda aqueles que não estão alcançando os resultados esperados.

Trajetória e dicas do executivo

Robson trabalhou por muitos anos na indústria de meios de pagamento e passou por empresas como Redecard, Mercado Pago e CobreBem. Essas companhias deram a bagagem técnica e negocial que serviram como fundação da Acqio. Porém, antes de ser fundador da rede de franquias que mais cresce no país, Robson já era empreendedor.

Ele tinha outros empreendimentos em setores diferentes que deram muito certo, mas sempre desejei abrir uma empresa que agregasse sua capacidade de empreender com sua experiência no setor de pagamentos.

“A Acqio era um projeto que eu já vislumbrava, justamente focada para o segmento de subadquirentes no mundo físico. Já tinha observado empresas voltadas ao mundo e-commerce, mas nunca para o presencial”, relembra.

Atualmente, a empresa possui escritórios na Paraíba, São Paulo e Pernambuco, e tem uma média de crescimento de 15% ao mês.

Hoje, Robson é responsável por colaborar nas questões estratégicas e na negociação de grandes projetos e parcerias da Acqio, além de fomentar a cultura da empresa e equalizar todas os demais departamentos da companhia.

Com dica para os outros profissionais do franchising, ele indica investimento pesado em educação.

“Para mim, o mais importante para o sucesso é a busca constante de desenvolvimento pessoal e profissional através de educação. Mas não só para o crescimento próprio. Além de aprender, quero também transmitir o que já sei para colaborar na evolução de outras pessoas”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui