Quando se fala em franquia de pizzaria, a Pizza Hut é uma das primeiras marcas a vir à cabeça. Com quase 60 anos de tradição e presente em mais de 90 países, a marca é consolidada no mercado de alimentação e atrai o interesse de investidores em todo o mundo.

Fundada nos Estados Unidos em 1958, a Pizza Hut foi iniciada pelos irmãos Dan e Frank Caney. Hoje, a marca faz parte do grupo Yum!Brands, que também engloba marcas reconhecidas do mercado alimentício mundial: a Taco Bell e a KFC.

A Pizza Hut conta com mais de 14 mil restaurantes em todos os continentes, vendendo mais de 11,5 milhões de pizzas por dia. No Brasil, a marca inaugurou sua primeira unidade em 1989 e, atualmente, tem mais de 90 lojas espalhadas por todo o país.

Desde sua chegada no país, a rede vem conquistando cada vez mais espaço no mercado, apoiada pelo gosto do consumidor brasileiro por pizza. Segundo a Associação de Pizzarias Unidas do Estado de São Paulo (APUESP), cerca de 1 milhão de pizzas são consumidas diariamente no Brasil.

A APUESP aponta ainda que o país conta com 36 mil pizzarias em funcionamento. O mercado de pizzas movimenta um faturamento de aproximadamente 22 bilhões de reais ao ano.

Quem pensa em entrar nesse setor por meio de franquia, encontra no franchising um ótimo cenário. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de alimentação faturaram 9,935 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2017 – um crescimento de 6% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número de unidades também aumentou, crescendo 2% nos três primeiros meses deste ano.

Se você tem interesse em atuar nesse segmento através de uma franquia Pizza Hut, vai encontrar nesta matéria informações sobre como abrir e quanto custa uma unidade da marca (se quiser pegar um atalho, clique nos links a seguir e vá direto ao assunto que te interessa).

Quanto custa uma franquia Pizza Hut

Franquia Pizza Hut

Abrir uma franquia Pizza Hut exige um capital de investimento alto. Segundo informações da franqueadora, o investimento parte de 850 mil reais e pode chegar a até 1,15 milhão de reais, conforme o modelo da franquia.

Boa parte do capital de investimento é destinado à instalação da unidade. A Pizza Hut oferece três diferentes modelos de franquias, que exigem área de instalação de 55 a 190 metros quadrados. Com isso, o investimento em instalação também varia, partindo de 460 mil reais para o modelo mais compacto.

A taxa de franquia é a mesma para os três modelos da marca: 25 mil dólares. As taxas de propaganda e de royalties também são comuns para todos os formatos, 5% e 6%, respectivamente. Já o capital de giro indicado pode variar entre 40 mil reais e 60 mil reais.

O interessado em se tornar franqueado da rede pode contar com alternativas que facilitam o investimento. “Temos bancos parceiros com linhas de créditos atrativas para parcelamentos que se façam necessários a cada tipo de franqueado”, afirma Marcelo Pinho, General Manager da Yum!Brands Brasil, empresa detentora e franqueadora da Pizza Hut no mundo.

Qual o valor de uma franquia Pizza Hut?

A Pizza Hut trabalha com três modelos de franquia: o Express, o Delivery e o Super Delco. O valor de investimento varia conforme o modelo, levando em conta especialmente o capital necessário para a instalação da unidade.

Confira os dados de investimento a seguir, informados pela empresa.

Modelo Express

Este modelo é voltado principalmente para praças de alimentação de shopping centers. A área de instalação deve ser de, no mínimo, 55 metros quadrados.

Investimento total: R$ 850 mil
Taxa de franquia: US$ 25 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 220 mil
Prazo de retorno: 36 meses

Modelo Delivery

O modelo Delivery tem foco no atendimento delivery e na venda de produtos para viagem, geralmente sem mesas para consumo no local. Neste formato, a área do ponto deve ser de 140 metros quadrados.

Investimento total: R$ 900 mil
Taxa de franquia: US$ 25 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 180 mil
Prazo de retorno: 36 meses

Modelo Super Delco

O modelo Super Delco é o mais completo da rede, atendendo tanto no sistema de delivery quanto contando com uma área com mesas para consumo no restaurante. Para este modelo, a metragem indicada é de 190 metros quadrados.

Investimento total: R$ 1,15 milhão
Taxa de franquia: US$ 25 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 230 mil
Prazo de retorno: 36 meses

Qual o faturamento de uma franquia Pizza Hut?

Segundo informações da empresa, o faturamento varia conforme o modelo da franquia. No modelo Express, o faturamento médio mensal é de 220 mil reais. No formato Delivery, o faturamento é de 180 mil reais. E, no modelo Super Delco, esse valor é de 230 mil reais.

Qual o lucro de uma franquia Pizza Hut?

A taxa de lucro estimado da Pizza Hut é a mesma para todos os formatos de franquia: 16%. O prazo de retorno de investimento também é comum a todos os modelos, de aproximadamente 36 meses.

Compare os números de Pizza Hut com outras franquias de pizzaria

Confira os dados de investimento de outras franquias de pizzaria e compare com os números da Pizza Hut. As informações foram fornecidas pela empresa ou são divulgadas pela ABF.

Fórmula Pizzaria

Investimento total: R$ 145 mil a R$ 165 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil
Royalties: R$ 1 mil (fixo)
Faturamento médio: R$ 70 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses


Domino’s

Investimento total: R$ 730 mil a R$ 910 mil
Taxa de franquia: R$ 60 mil a R$ 80 mil
Royalties: 6% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 155 mil
Prazo de retorno: 36 a 42 meses

Patroni Pizza

Investimento total: R$ 200 mil a R$ 420 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil a R$ 65 mil
Royalties: 6% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 120 mil
Prazo de retorno: 18 a 30 meses

Bella Capri Pizzaria

Investimento total: R$ 334,2 mil a R$ 594,4 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 60 mil
Royalties: 4% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 130 mil
Prazo de retorno: 30 a 32 meses

Pizza Cesar

Investimento total: R$ 430 mil a R$ 755 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 5% sobre faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 150 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

Como abrir uma franquia Pizza Hut

Franquia Pizza Hut

O processo para se tornar um franqueado Pizza Hut é bastante detalhado. O primeiro contato do interessado com a marca é feito através do site e, a partir disso, inicia-se a fase de entrevistas e apresentação de plano – incluindo defesa da cidade pretendida para expansão.

“A escolha correta do ponto é um dos fatores determinantes para o sucesso do negócio”, afirma Marcelo Pinho. O processo de seleção de ponto inclui avaliação de viabilidade, estudos de potencial do mercado e outros franqueados na região.

O prazo de contrato da franquia Pizza Hut é de 10 anos, contados a partir da data de abertura da loja.

Conheça os modelos de franquias disponíveis

A Pizza Hut oferece três modelos de franquias para os investidores, todos no formato de loja. A escolha entre eles deve levar em consideração o capital disponível para investimento, ponto comercial e perfil de atendimento em que o franqueado deseja ofertar na unidade.

O modelo Express tem como foco a instalação em pontos localizados em praças de alimentação de shopping centers. Neste modelo, a loja exige uma área menor para instalação e pode aproveitar as mesas da praça para acomodar os consumidores.

O modelo Delivery trabalha exclusivamente com a entrega dos produtos ou venda no balcão de pedidos para viagem. Neste formato, não é necessário dispor de um espaço com mesas para consumo no local, nem serviço de garçons para atendimento ao público.

Para trabalhar com delivery e atendimento de clientes no local, o Super Delco é o modelo de franquia mais indicado. Este é o formato de restaurante completo da rede: além de atender a entrega de pedidos e venda de produtos para viagem, a loja conta com um salão com mesas e serviço de atendimento completo para consumo no local.

Saiba se você tem o perfil ideal

Segundo informações disponibilizadas no site da marca, o franqueado Pizza Hut deve ter habilidades administrativas, gerenciais e noções financeiras para conduzir o negócio. A franqueadora também pode exigir que o candidato tenha experiência anterior em gerenciamento e administração de negócios na área de varejo.

“Buscamos franqueados que tenham interesse em uma parceria de longo prazo, com disponibilidade de capital para investir na expansão de novas unidades”, completa Pinho.

Além disso, é fundamental que o candidato esteja disposto a operar o negócio de acordo com os padrões globais da rede e com compromisso contínuo com o desenvolvimento da marca.

Como saber se sua região comporta uma unidade

Segundo Pinho, o foco de expansão da Pizza Hut para 2017 é estar presente nas principais capitais brasileiras. A preferência da empresa é por cidades com, pelo menos, 350 mil habitantes.

De acordo com o site da marca, a expansão é nacional, com foco nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas.

“Não há região que não possa receber unidades. Porém, algumas cidades já contam com franqueados que têm preferência por continuar expandindo naquele local – não é exclusividade, apenas preferência”, explica o general manager da rede.

Assim, o primeiro passo na análise de ponto comercial para abertura de uma nova unidade é verificar se já existe um franqueado com preferência para expandir naquela região. A seguir, a franqueadora realiza estudos de geomarketing para obter informações segmentadas do mercado e encontrar os melhores locais para a instalação da franquia.

“Outros pontos que devem ser analisados nesse processo é o perfil do público que circula pelo local, seus hábitos de consumo, estudo da concorrência, boa localização e visibilidade do ponto”, complementa Pinho.

Como é o processo de seleção

O processo de seleção do franqueado Pizza Hut começa através do contato online, com o candidato preenchendo o formulário de interesse no site da marca. O formulário pede dados pessoais, informações de contato, profissão, indicação de cidade para instalação e dados financeiros.

Além disso, o interessado deve informar se a franquia será aberta em regime de sociedade, dizer como ficou sabendo da oportunidade de franquear-se à rede e o porquê do interesse em se tornar franqueado da marca.

O formulário é analisado pela equipe de desenvolvimento da rede e, caso identifiquem um potencial franqueado, o candidato passa por uma série de procedimentos de seleção e alinhamentos.

“O candidato passará por alguns passos, que vão desde apresentação dos sócios, plano de disponibilidade financeira e defesa sobre a cidade para expansão até entrevistas com o comitê de diretores da franqueadora no Brasil”, detalha Pinho.

Nesse processo o candidato também recebe a Circular de Oferta da Franquia (COF) e tem o prazo de dez dias úteis para analisar o negócio e tirar dúvidas, para então assinar o documento e começar a implantação e processo de abertura da nova unidade.

Franquia Pizza Hut: vale a pena?

Conhecida mundialmente e parte de um grande grupo, responsável por marcas de peso, a Pizza Hut é uma opção atrativa para quem quer investir no mercado de alimentação através de franchising. Por outro lado, o investimento no negócio é alto: dependendo do modelo escolhido, o capital inicial necessário pode ultrapassar a soma de 1 milhão de reais.

Entender quais serão suas atividades e obrigações com a franquia também é essencial. O mercado de alimentação exige que o franqueado tenha perfil ativo e disposição para se dedicar ao negócio.

“Cada franqueado é responsável pela rotina diária de cada um de seus restaurantes, compras, rotinas fiscais e administrativas, assim como de cada um de seus funcionários”, conta Marcelo Pinho.

Dessa forma, o interessado em se tornar franqueado Pizza Hut deve analisar o negócio com atenção, avaliando suas expectativas e possibilidades para se certificar de que o investimento é a escolha certa para si.

As vantagens da franquia Pizza Hut

Para Pinho, a maior vantagem da Pizza Hut é ser parte da Yum!Brands, uma franqueadora com grande experiência e know how no franchising e no mercado de alimentação em todo o mundo.

“A grande vantagem da franquia Pizza Hut é poder contar com toda a estrutura que uma franqueadora como a Yum oferece, como treinamentos, suporte em lojas, formatos de atendimentos, criação de novos produtos, entre outros. É um caminho mais seguro e certo de crescimento”, opina o profissional.

Além disso, Pinho cita o bom desempenho do setor de alimentação no franchising e o gosto do público brasileiro pela pizza como pontos positivos para a marca. A qualidade do produto também é um ponto forte da rede.

“O produto é fresco e feito em loja diariamente, de alta qualidade e busca proporcionar ao consumidor uma experiência diferente”, destaca Pinho.

Como é o suporte da franqueadora

A franqueadora oferece suporte completo aos franqueados para a operação e padronização do negócio.

“A marca dispõe de lojas próprias para garantir a excelência na operação das franquias e oferecer todo o suporte necessário para as operações franqueadas da rede. Nessas unidades são testados novos formatos de atendimento e realizados treinamentos de franqueados e funcionários”, esclarece Pinho.

Os treinamentos presenciais são destinados principalmente ao gerenciamento e à administração dos restaurantes, englobando franqueados, gerentes e funcionários. Há ainda uma plataforma de treinamento virtual na qual são disponibilizados materiais de treinamento, procedimentos e cursos de atualização operacional de restaurantes.

Os fornecedores de produtos, bens e serviços de cada unidade também são avaliados e aprovados conforme os critérios da franqueadora para garantir a qualidade da operação.

Os desafios de ser um franqueado Pizza Hut

Segundo Marcelo Pinho, os principais desafios do franqueado Pizza Hut estão ligados à administração do negócio – gestão de pessoas, disciplina na operação, boa gestão financeira e equilíbrio de papéis e funções são alguns dos pontos que merecem atenção.

“Um grande desafio do franqueado, não só na Pizza Hut, mas acredito que no geral é, além de administrar bem o negócio, conseguir ter um turn over baixo. Para isso, é importante investir no treinamento dos funcionários e apresentar um plano de carreira a eles”, sugere o profissional da marca.

Outro ponto fundamental que deve ser levado em conta é a manutenção dos padrões e normas exigidos pela franqueadora, que não devem ser esquecidos no dia a dia do negócio.

“Como franqueadora, a Yum!Brands possui um detalhado treinamento sobre regras, processos e padrões globais de produtos, comunicações, atendimento e segurança alimentar que são mandatórios para manutenção do contrato. Temos um rigoroso processo de auditoria para garantir que os padrões globais da marca estejam sendo executados em cada loja ou mercados, conforme recomendação de nossa matriz”, ressalta Pinho.

O que os outros franqueados dizem

Embora o site da Pizza Hut no Brasil não traga depoimentos de franqueados, é possível encontrar comentários de franqueados da marca de outros países no site oficial.

Um desses franqueados é Luis Veras, franqueado do Texas, nos Estados Unidos. Para ele, investir na franquia possibilitou aproveitar tanto as vantagens de ter um pequeno negócio quando as de fazer parte de um grande grupo, como a Yum!Brands.

“Na minha opinião, ser uma franquia é o melhor de dois mundos – você pode ser criativo, empreendedor e independente, mas, ao mesmo tempo, você não tem que começar completamente do zero. A Pizza Hut é uma ótima marca”, conta Veras.

Na página da Pizza Hut no Reclame Aqui nota-se que as principais reclamações de usuários estão relacionadas a problemas com o atendimentos nos restaurantes ou com a entrega dos pedidos. Também há registros de consumidores que comentam a diferença dos produtos de uma loja com relação ao padrão já experimentado em outros restaurantes da franquia.

Com isso, reforça-se a necessidade de que o franqueado receba um bom treinamento da franqueadora e seja capaz de gerenciar a unidade para que as normas sejam seguidas corretamente.

O que perguntar a outros franqueados da marca

Conversar com outros franqueados da rede é imprescindível para esclarecer dúvidas e buscar mais informações sobre a franquia, conhecendo o negócio na prática.

O candidato deve perguntar sobre o suporte fornecido pela rede, a influência da marca na atração de clientes e aproveitar para saber mais sobre a rotina e a administração da franquia no dia a dia. Além disso, por se tratar de um negócio com alto investimento, vale a pena perguntar se o retorno atende às expectativas e o payback real do capital investido.

“A Yum! habilita potenciais candidatos pré-aprovados a acessar franqueados existentes das marcas e, com isso, acessar quaisquer dúvidas que sejam importantes para cada um dos interessados”, comenta Pinho.

No site da Pizza Hut também é possível encontrar uma listagem completa de cada um dos restaurantes da rede, com endereço e informação sobre o tipo de loja.

DEIXE UMA RESPOSTA