O setor de alimentação é forte no franchising brasileiro e vem se renovando e adotando tendências de novos produtos constantemente. Porém, alguns produtos não saem do gosto do consumidor e continuam fazendo sucesso. Essa é a aposta das franquias de cachorro quente.

De acordo com a Forbes, os Estados Unidos, país de origem do prato, consome cerca de 20 bilhões de hot dogs por ano. Com origem norte-americana, o hot dog ganhou o coração dos brasileiros, surgindo com diferentes variações de ingredientes e preparo em cada região do país.

➥ Busca franquias de comidas para investir? Confira nosso guia de franquias de alimentação (com valores de investimento)

“O cachorro quente passou de apenas um produto para um negócio. A vantagem do setor é possuir uma operação mais enxuta, de gerenciamento mais simples, algumas com o autosserviço. Além disso, o produto pode ser regionalizado e oferecido de acordo com as necessidades de cada região, diferenciando sabores”, destaca Diego Mendonça, diretor de novos negócios da Franquear Consultoria.

Investindo no prato, as franquias de cachorro quente entram em um mercado de alta concorrência: além de brigar por espaço com lojas e pontos independentes especializados no produto, essas redes ainda concorrem com outras franquias de fast food, que trabalham com hambúrgueres e lanches variados.

Com isso, é necessário que as redes do setor encontrem um diferencial para seus produtos no mercado – o que, segundo Diego, pode acabar deixando o produto mais caro que em outros locais.

A seu favor, as franquias de cachorro quente têm um mercado consolidado. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de alimentação faturaram mais de 19 bilhões de reais no primeiro semestre de 2017, registrando um crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número de unidades das redes também aumentou, em um total de 2%.

Para se dar bem no negócio, é fundamental que o franqueado de uma franquia de cachorro quente tenha um bom relacionamento interpessoal e goste de lidar com o público, visto que o fluxo é contínuo em todos os momentos da operação.

“O empreendedor precisa saber lidar com os clientes, esse perfil interpessoal precisa ser destacado. Além disso, é necessário estar preparado para o ritmo de trabalho, já que é intenso e tenso, principalmente em períodos sazonais e, claro, estar preparado para assumir a linha de frente caso haja falta de funcionários”, ressalta Diego.

Na hora de escolher uma rede para investir, o consultor aconselha que o candidato faça uma análise bastante cuidadosa. Segundo Diego, é preciso se assegurar de que a marca oferece suporte adequado, ligar para franqueados da marca, conhecer o plano de negócios e verificar se as projeções financeiras do franqueador são compatíveis com o que os franqueados estão falando. “Ainda é necessário levar em consideração o local onde será instalada a unidade e quais são as marcas concorrentes diretas”, completa o especialista.

A seguir você confere algumas opções de franquias de cachorro quente. Os dados de investimento foram informados pelas próprias empresas ou são divulgados pela ABF.

1Oh My Dog!

Especializada em cachorros quentes no tamanho grande e gigante, a Oh My Dog! é uma rede de franquias que desenvolveu o conceito de Amazing Hot Dogs. Além dos hot dogs, a rede tem em seu cardápio opções de petiscos, churros, frango empanado, chopp e outras bebidas. São três modelos de franquias disponíveis: loja de rua, loja de shopping ou quiosque.

Investimento total: R$ 65 mil a R$ 220 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 40 mil
Royalties: 4% da venda bruta
Faturamento médio: R$ 50 mil a R$ 80 mil
Prazo de retorno: 24 meses

2Geneal

Natural do Rio de Janeiro, a Geneal é uma rede de franquias de cachorro quente que tem em seu cardápio opções de croissants, pizzas e mini pizzas, bolos, salgados, doces e bebidas. A franqueadora disponibiliza três modelos de negócios aos franqueados: loja, quiosque e carretino.

Investimento total: R$ 94 mil a R$ 150 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 4%
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

3Salch&Pão

Especializada em hot dogs no estilo americano, a Salch&Pão é uma marca que nasceu em Portugal e atua no Brasil desde 2015. A Salch&Pão trabalha com franquias no formato de carrinhos, que podem ser instalados em shopping centers, aeroportos, eventos, parques e outros locais.

Investimento total: R$ 60 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 3% do faturamento
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 4 a 12 meses

4Au-Au Lanches

Tradicional de Curitiba, a Au-Au tem em seu mix de produtos, além de diversas variações de cachorros quentes, opções de hambúrgueres, sanduíches, massas, risotos, sopas, porções, saladas, bebidas e sobremesas. A marca trabalha com franquias no formato loja, com opção de pontos de rua ou dentro de shopping centers.

Investimento total: R$ 260 mil a R$ 680 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 7% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 100 mil
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

5Doggis

A Doggis tem especialidade em hot dogs, oferecendo diversas opções de sabores, além da possibilidade de que o cliente monte seu próprio hot dog. O cardápio conta ainda com opções de chopps, porções, sorvetes e milk shakes. A franqueadora trabalha com os formatos de franquia de loja e quiosque.

Investimento total: R$ 130 mil a R$ 430 mil
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 70 mil
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

6Hot Dog Brasil

O cardápio da Hot Dog Brasil inclui hot dogs, refeições, sanduíches premium, entradas, caldos, saladas, sobremesas e bebidas. São dois modelos de franquia disponíveis: a franquia family, que é de pontos de rua; e a franquia express, de pontos localizados em shopping, hipermercados e outros centros comerciais com alto fluxo de pessoas.

Investimento total: R$ 241,5 mil a R$ 377 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 5% ou valor fixo mínimo
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: não informado

7Lanchão & Cia

Embora não seja especializada em hot dogs, a Lanchão & Cia traz algumas opções do produto em seu cardápio. O mix conta ainda com hambúrgueres, pratos com filé de frango, pratos com filé angus, sanduíches, porções, milk shakes, açaís, vitaminas, sucos e outras bebidas. As franquias podem ser no modelo quiosque, restaurante, shopping, express, food truck e auto lanches.

Investimento total: R$ 260 mil a R$ 1,63 milhão
Taxa de franquia: não informado
Royalties: 5% do faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 18 a 36 meses

8SherlockDog

O cardápio da ShelockDog conta com diversas opções de hot dogs, vendidos individualmente ou em combos. Além dos lanches, a rede oferece opções de churros, bebidas, acompanhamentos e porções. São dois modelos de franquia disponíveis: o primeiro, com investimento entre 80 mil reais e 90 mil reais; o segundo, a partir de 120 mil reais.

Investimento total: a partir de R$ 80 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 40 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 45 mil a R$ 50 mil
Prazo de retorno: 24 meses

9The Dogfather Brasil

Fundada em 2014, a The Dogfather tem em seu cardápio opções de hot dogs premium, entradas, sobremesas e bebidas. Presente em 17 estados brasileiros, a marca tem 35 unidades franqueadas e comercializou mais de 1 milhão de lanches em 2017. São quatro modelos de negócio disponíveis.

Investimento total: R$ 109 mil a R$ 269 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Royalties: 6%
Faturamento médio: R$ 80 mil
Prazo de retorno: 18 meses

DEIXE UMA RESPOSTA