Mesmo com a crise, o mercado de franchising vem se mostrando uma boa oportunidade de investimento e negócio . Foi isso que mostrou uma pesquisa da ABF – Associação Brasileira de Franchising –, a qual apurou um crescimento de 8,1% na receita do setor no 2º trimestre deste ano comparado ao mesmo período de 2015.

Os números no período subiram de R$ 32,537 bilhões para R$ 35,180 bilhões, mostrando que este mercado realmente é promissor. Ainda segundo a pesquisa, esse ritmo de crescimento foi semelhante ao registrado nos primeiros três meses de 2016, quando atingiu 7,6%.

De acordo com os dados levantados, fatores como o aumento de custos, a baixa atividade econômica e a escassez de crédito continuam a impactar o setor, mas a leve melhora na confiança do consumidor refletiu em alguns segmentos.

Para a presidente da ABF, Cristina Franco, a equação é simples: “A economia brasileira e o franchising parecem se encaminhar para uma situação de maior estabilidade. Depois de 12 meses de muito trabalho, com ações como redução de custos, busca por maior eficiência, renegociação com fornecedores e até revisão de mix de produtos e de modelos de negócios, grande parte do ajuste necessário foi realizado”, conta em comunicado oficial à imprensa.

Outros números do estudo também mostram o quão crescente é este segmento: o setor registrou um índice de expansão de 3,6% em unidades de franquia em relação ao ano de 2015. Essa variação representa um incremento de 2.612 novas operações de franchising no Brasil, totalizando 143.866 unidades.

COMPARTILHE
Artigo anteriorEl Churrito deve faturar R$ 11 milhões em 2016
Próximo artigo12 franquias de imobiliárias
Avatar
Graduada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, sua paixão é escrever e tem curiosidade sobre os mais diversos temas. Já trabalhou em editorias de entretenimento, esportes, saúde, bem-estar, PME e gestão de carreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA