4 tipos de franquias em alta na crise da Covid-19

2
2904
franquias em alta na crise
franquias em alta na crise

A pandemia do coronavírus transformou o mercado de trabalho. Empresas de todos os segmentos tiveram que se adaptar, surgem novos hábitos de consumo e modelos de negócio. Com tudo isso, já conseguimos identificar alguns tipos de franquias em alta.

Nesse momento, modelos que garantem mais segurança para franqueados e clientes se destacam no franchising. Redes que possibilitam trabalhar em home office, comprar online e receber um produto ou serviço sem sair de casa estão em evidência por permitirem o distanciamento social, tão importante para refrear o avanço do vírus.

As franquias que já trabalhavam com essas modalidades saem na frente, atraindo a atenção de quem está pesquisando oportunidades para investir no pós-Covid-19.

Além disso, outras redes devem se adaptar para aderir aos modelos de franquias em alta. Atentas ao aumento da procura por esses tipos de operações e pelas novas necessidades dos consumidores, as franquias já estão desenvolvendo novos formatos.

A seguir, você confere alguns tipos de franquias em alta no cenário de crise – e que devem continuar fortes depois da pandemia.

Franquias home office

As franquias home office já não são uma novidade no franchising brasileiro. Agora, o interesse por esse tipo de negócio promete ganhar ainda mais terreno.

O trabalho remoto foi uma das primeiras medidas adotadas diante do isolamento social. E a previsão é que, depois da pandemia, esse tipo de trabalho se fortaleça: o home office deve crescer 30% após a crise do coronavírus, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Agora, trabalhar em casa é sinônimo de mais segurança. Mas, fora desse cenário, o home office também oferece vantagens atrativas para quem quer abrir seu próprio negócio – conforto, proximidade da família, mais flexibilidade, baixo custo operacional e maior qualidade de vida, por exemplo.

Quem busca por franquias home office vai encontrar um bom leque de opções para investir nessas franquias em alta.

As oportunidades mais comuns estão nos setores de serviços e negócios. Redes de franquias de limpeza, seguros, soluções financeiras, consultoria e publicidade, por exemplo, frequentemente oferecem modelos home based. Mas, para quem prefere atuar no varejo, também há oportunidades para vender pela internet, com entregas ou atuar com vendas diretas.

➥ Confira opções de franquias home office.

Franquias de delivery

Além do trabalho remoto, outra estratégia popular para continuar com as operações em tempos de isolamento social é apostar no delivery. Na quarentena, pedir comida e outros produtos para serem entregues em casa se tornou uma forma mais segura de consumir – afinal, é possível fazer isso sem sair de casa.

Esse cenário fez com que o delivery figure o universo de franquias em alta. Uma pesquisa inédita realizada pelo Guia Franquias de Sucesso apurou que o interesse de investidores por franquias de delivery cresceu diante da pandemia.

De acordo com o levantamento, antes da Covid-19, 12,5% dos entrevistados tinham interesse em uma franquia de delivery. Agora, 30% se interessam por esse tipo de negócio.

Apesar de ser mais comum no segmento de alimentação, empresas de diversos segmentos podem se beneficiar dessa modalidade de atendimento. Lavanderias, prestadoras de serviços e lojas de varejo, em geral, podem adotar um sistema de entregas.

Para quem quer trabalhar com delivery na área de alimentação, as opções de franquias são muitas, englobando desde redes de fast food até restaurantes de alimentação saudável. Franquias de serviços automotivos, de lavanderias e de beleza também oferecem alternativas.

Outra oportunidade para entrar nesse mercado por meio do franchising é apostando em franquias de aplicativos de delivery ou de serviços de entregas.

➥ Confira opções de franquias delivery.

Franquias virtuais

As franquias virtuais encaram um mercado com alto potencial, e que pode se tornar ainda mais promissor.

O comércio eletrônico cresceu 16,3% no Brasil em 2019, alcançando um faturamento de R$ 61,9 bilhões. Os dados são do 41º Webshoppers, estudo realizado pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo.

Já em meio à pandemia, as compras online se destacaram. Só nos primeiros quatro meses de 2020, de janeiro a abril, o e-commerce brasileiro faturou R$ 22,9 bilhões – 32% do resultado de todo o ano passado, ainda segundo a Ebit|Nielsen.

Para quem quer investir nesse formato, as franquias de loja virtual são uma opção atrativa. Aqui, os franqueados geralmente cuidam apenas das vendas, sem se preocupar com a logística da operação, que fica a cargo da franqueadora.

Outra oportunidade para aproveitar o destaque desse mercado é apostando em franquias de marketing digital, que oferecem serviços nesse meio. Franquias de aplicativos e de tecnologia são boas alternativas nessa linha.

Redes de franquias de educação também podem oferecer opções nesse formato. Nesse caso, as marcas miram em cursos online.

➥ Confira opções de franquias virtuais.

Microfranquias

Uma coisa que deve guiar ainda mais as escolhas de franquias para investir é o valor do investimento. Com isso, as microfranquias, que vêm ganhando espaço nos últimos anos, continuam no rol de franquias em alta.

A pesquisa do Guia Franquias de Sucesso apurou que 77% dos interessados em abrir uma franquia esperam que a rede reduza as taxas e o total do investimento. Além disso, 38,1% afirmam que o orçamento que tinham para investir diminuiu com a pandemia.

Outro ponto que reforça a preferência por microfranquias é que muitos investidores buscam por esse tipo de negócio para complementar a renda ou para se recolocar no mercado de trabalho.

“O desemprego já era grande e a gente vai ter um desemprego maior ainda agora. Geralmente, quando tem muito aumento do desemprego, aumenta também a procura por franquias”, pondera Melitha Novoa Prado, advogada especialista em direito empresarial e franchising.

As opções de franquias baratas são diversas. Hoje, é possível encontrar no mercado modelos de baixo custo de diferentes segmentos e formatos – desde os mais tradicionais até os mais inovadores. Com menos de R$ 10 mil já é possível se tornar um franqueado.

➥ Confira opções de franquias baratas.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui