Investir em alimentação nem sempre é um negócio barato. Foi pensando em oferecer um modelo de franquia de pizzaria mais atrativo que a Dídio Pizza reduziu seu valor de investimento inicial, sem alterar o modelo de negócio.

Com isso, a franquia que tinha investimento de 310 mil reais passa a pedir um investimento de 265 mil reais para a abertura de novas unidades. De acordo com informações da marca, a mudança é fruto da melhoria de processos internos e foco em tecnologia.

“Exemplo disso é que hoje, nossos canais de venda estão cada vez mais conectados com o mercado. Temos nosso próprio aplicativo, e também temos uma Central de Vendas única que concentra todos os pedidos vindos por telefone e os organiza e redireciona para as unidades de forma eficiente e rápida. Nas nossas cozinhas não é diferente, assim como na montagem de novas unidades”, conta Elidio Biazini, diretor e fundador da Dídio Pizza, em nota divulgada à imprensa.

A rede trabalha com a Operação Chave na Mão, sistema no qual a franqueadora garante aos novos franqueados a entrega da unidade pronta para operação em 45 dias.

Além disso, a franqueadora conta com um Canal de Distribuição Central, que produz e distribui insumos para as unidades conforme a necessidade de cada pizzaria, simplificando a operação e garantindo a padronização dos pratos.

A Dídio Pizza tem a meta de chegar a 32 lojas até o final de 2018, já comercializando as novas franquias com o novo valor de investimento. Com projeto de expansão em espiral, a rede tem foco principalmente em cidades do estado de São Paulo: Guarulhos, Mogi das Cruzes, Americana, Sorocaba, Limeira, Piracicaba, Paulínia e a capital paulista estão na mira da franquia.

Com faturamento médio mensal de 67 mil reais, as franquias têm lucro estimado em 12% e prazo de retorno do capital investido em cerca de dois anos e quatro meses.

Atualmente, a Dídio Pizza conta com 24 unidades em operação.

Investimento total: R$ 265 mil
Taxa de franquia: R$ 55 mil
Royalties: 9% do faturamento bruto
Faturamento médio: R$ 67 mil
Prazo de retorno: 28 meses

COMPARTILHE
Artigo anterior17 microfranquias de alimentação
Próximo artigoComo comparar franquias: passo a passo
Avatar
Graduada em Comunicação e Multimeios e pós-graduada em Produção e Gestão Editorial. Escreve sobre cultura, empreendedorismo, marketing digital e franquias.

DEIXE UMA RESPOSTA